Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como se recuperar de uma fratura mais rápido

O tempo de recuperação total de uma fratura pode ser 20 dias a 6 meses ou mais, dependendo da idade e capacidade de recuperação do indivíduo. Geralmente, as crianças recuperam-se de uma fratura em menos de 2 meses e idosos e podem levar até 1 ano para se recuperar completamente, especialmente quando se trata de uma fratura no fêmur, por exemplo.

Esse tempo varia de acordo com o tipo de fratura porque as fraturas expostas ou cominutivas demoram mais tempo para cicatrização completa, e quanto mais novo for o indivíduo maior a sua capacidade de recuperação e remodelação óssea. A imobilização prolongada em idosos pode agravar a osteoporose, no entanto, é fundamental permanecer engessado para que o osso posso ser consolidado. 

Pessoas que consomem bebidas alcoólicas de forma exagerada e constante tem a sua recuperação mais demorada porque o etanol é tóxico e afeta negativamente os ossos diminuindo a proliferação de células, a síntese de proteínas e a atividade da fosfatase alcalina que são fundamentais para a saúde óssea. 

Leia também: Tratamento para fratura

Como se recuperar de uma fratura mais rápido

Dicas para se recuperar mais rápido do fratura

Para se recuperar de uma fratura mais rápido é aconselhado seguir alguns conselhos práticos, como:

  • Permanecer engessado pelo tempo recomendado pelo médico, evitando fazer esforços, no entanto, não é recomendado o repouso absoluto;
  • Aumentar o consumo de alimentos ricos em cálcio porque isto favorece a cicatrização óssea. Alguns exemplos: leite, derivados do leite, abacate e brócolis. Mais exemplos em: Alimentos ricos em cálcio
  • Aumentar o consumo de alimentos ricos em vitamina C, como, por exemplo: laranja, limão, acerola e abacaxi porque eles atuam na regeneração de todos os tecidos. Veja mais em: Alimentos ricos em vitamina C
  • Tomar um suplemento de colágeno hidrolisado, com o conhecimento do médico ou nutricionista. Este suplemento garante a formação mais rápida dos tecidos cartilaginosos, sendo especialmente indicado para as fraturas próximas das articulações ou que envolvam articulações;
  • Não consumir bebidas alcoólicas durante a fase de imobilização óssea;
  • Investir nos alimentos com propriedades anti-inflamatórias, como alho, cebola, atum e salmão. Veja outros: Alimentos anti-inflamatórios
  • Manter a glicose controlada e evitar alimentos doces, pois quanto mais açúcar no sangue, pior a cicatrização.

Seguir estas recomendações é importante para garantir a perfeita consolidação óssea e a regeneração dos tecidos lesionados. Conheça outras dicas para deixar os ossos mais fortes e se recuperar mais rapidamente de fraturas vendo esse vídeo: 

Ossos Fortes Sempre | Tati & Marcelle | Como tratar osteopenia e osteoporose

75 mil visualizações

Como recuperar os movimentos e a força muscular depois da fratura

Para recuperar os movimentos e a força muscular depois de um período de imobilização é aconselhado fazer fisioterapia. A articulação imobilizada tende a ficar muito rígida e para recuperar o seu movimento aconselha-se a realização de exercícios de mobilização articular e os exercícios de fortalecimento são indispensáveis para que o indivíduo recupere-se completamente.

Para complementar o tratamento fisioterapêutico em casa pode ser útil:

  • Colocar a parte afetada numa bacia com água morna e realizar alguns exercícios ainda dentro da água pode ajudar, pois a água morna irá diminuir a sensação de dor e os movimentos serão mais facilmente realizados;
  • Ficar mexendo os dedos várias vezes ao dia quando o braço, mão ou perna estiverem imobilizados;
  • Descansar com o membro engessado numa posição mais alta, porque isto evita o inchaço, acelerando a recuperação.

Em relação a recuperação completa da fratura é importante ter expectativas reais e avançar devagar. Raramente um indivíduo que esteve engessado por mais de 30 dias irá conseguir realizar todos os movimentos que a articulação permitia em menos de 4 ou 5 dias. No entanto, com o passar do tempo os movimentos poderão voltar ao normal.


Bibliografia

  • CADERNOS UNISUAM DE PESQUISA E EXTENSÃO. A biomecânica da fratura e o processo de cicatrização. 2013. Link: <apl.unisuam.edu.br>. Acesso em 12 Mar 2019
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem