Fraturas: principais tipos, sintomas e como identificar

Revisão clínica: Manuel Reis
Enfermeiro
setembro 2022

A fratura é quando o osso se quebra geralmente devido a impactos ou sobrecarga, como em caso de pancadas ou quedas, podendo causar sintomas como inchaço intenso, dor e, nos casos mais graves, até ferimentos visíveis na pele causados pelas partes dos ossos quebradas.

Embora exista maior risco de fraturas com em pessoas idosas e mulheres na menopausa, devido à maior fragilidade dos ossos, em alguns casos as fraturas podem ocorrer mesmo sem uma causa aparente ou após pequenos impactos, o que pode indicar doenças como osteoporose ou mesmo tumores ósseos.

Assim, em caso de suspeita de fratura é importante procurar uma emergência assim que possível para uma avaliação e início do tratamento mais apropriado.

Principais tipos

Os principais tipos de fratura são:

1. Traumática

As fraturas traumáticas são as mais características de acidentes, por exemplo, em que há aplicação de uma força excessiva no osso, mas também pode ser devido a movimentos repetitivos que lesionam o osso aos poucos, favorecendo a fratura.

2. Patológica

Geralmente, as fraturas patológicas ocorrem sem uma causa aparente ou devido a pequenas pancadas, como na osteoporose ou em tumores ósseos, já que deixam os ossos mais frágeis.

3. Aberta ou exposta

As fraturas abertas ou expostas são aquelas em que há ferimentos na pele devido à fratura fazendo com que o local em que ocorreu fique exposto. Geralmente, existe um maior risco de infecções nesse tipo de fratura e, por isso, o uso de antibióticos pode ser indicado. Veja o que fazer em caso de fraturas expostas.

4. Fechada

As fraturas fechadas são um tipo de fratura que não causam rompimento da pele apesar do osso quebrado, o que ainda assim é suficiente para causar sintomas como inchaço e dor intensos no local.     

5. Completa

Fraturas completas geralmente fazem com que o osso se quebre completamente formando diferentes fragmentos. 

6. Incompleta

São fraturas em que osso não se quebra completamente, mas provocam os sintomas de fratura mesmo assim.

7. Simples

A fratura geralmente é considerada simples quando o osso se quebra em apenas dois fragmentos.

8. Complexa

As fraturas são complexas quando o osso se quebra gerando vários fragmentos que geralmente são difíceis de alinhar novamente apesar do tratamento, nem sempre mantendo um bom contato entre as partes quebradas. 

Principais sintomas

Os principais sintomas de fratura são:

  • Dor intensa;
  • Inchaço do local fraturado;
  • Deformidade do local;
  • Incapacidade total ou parcial de mexer o membro fraturado;
  • Presença de hematomas;
  • Presença de ferimentos no local da fratura;
  • Diferença de temperatura entre o local fraturado e o sem fratura;
  • Dormência e formigamento da área;
  • Estalos.

Em caso de suspeita de fratura, não é recomendado tentar colocar o osso ou o membro no lugar, porque além de ser bastante doloroso pode piorar os danos causados pela fratura. Assim, é importante procurar uma emergência para que o tratamento apropriado possa ser feito.

Como identificar a fratura

O diagnóstico de fraturas geralmente é confirmado pelo clínico geral ou ortopedista por meio do raio X ou tomografia computadorizada, no entanto, dependendo da localização os sintomas apresentados podem já indicar a existência de fraturas.

1. Fratura na coluna

A fratura na coluna pode causar sintomas como dor intensa da coluna, formigamento ou perda de sensibilidade abaixo da fratura. Além disso, também pode fazer com que a pessoa fique com as pernas ou o corpo paralisado nos casos mais graves dependendo da vértebra atingida 

Esse tipo de fratura pode acontecer devido a acidentes de trânsito e a quedas de grandes alturas, por exemplo, e pode colocar a vida em risco caso não seja tratada adequadamente.  Entenda como é feito o tratamento para a fratura de coluna.

2. Fratura no pé

As fraturas no pé são frequentes e podem acontecer por quedas ou impacto direto com objeto duro, por exemplo. Os principais sinais e sintomas da fratura são inchaço, ferimento, deformidade e incapacidade de mexer o pé ou apoiá-lo no chão.

3. Fratura na mão, pulso ou dedo

As fraturas na mão, pulso ou dedo podem ocorrer em pessoas que praticam esportes, como handebol, vôlei ou boxe, por exemplo, ou mesmo ao tentar parar uma queda apoiando as mãos no chão e podem provocar sintomas como dificuldade em realizar determinado movimento, inchaço no local fraturado e vermelhidão intensa.

4. Fratura no joelho

Os sintomas mais comuns da fratura no joelho são inchaço e dor intensa ao mexer o joelho e pode acontecer devido a presença de tumor nos ossos, acidente de trânsito ou impacto direto com uma superfície dura.

5. Fratura no nariz

A fratura no nariz pode acontecer devido a quedas, agressão física e outros tipos de impacto, por exemplo. As fraturas no nariz geralmente causam inchaço, dor e desalinhamento do nariz, além de dificuldade em respirar.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Jonathan Panoeiro - Neuropediatra, em setembro de 2022. Revisão clínica por Manuel Reis - Enfermeiro, em setembro de 2022.

Bibliografia

  • AMERICAN ACADEMY OF ORTHOPAEDIC SURGEONS. Fractures (Broken Bones). Disponível em: <https://orthoinfo.aaos.org/en/diseases--conditions/fractures-broken-bones/>. Acesso em 12 set 2022
  • KULKARNI, G. S. et al. Textbook of ORTHOPEDICS AND TRAUMA. 3.ed. New Delhi, India: Jaypee Brothers Medical Publishers (P) Ltd, 2016. 758-768.
Mostrar bibliografia completa
  • SKINNER, Harry B. et al. CURRENT Diagnosis and Treatment in Orthopedics. 5.ed. LANGE McGraw-Hill Education, 2014.
Revisão clínica:
Manuel Reis
Enfermeiro
Pós-graduado em fitoterapia clínica e formado pela Escola Superior de Enfermagem do Porto, em 2013. Membro nº 79026 da Ordem dos Enfermeiros.