Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Poliomielite: o que é, sintomas e como tratar

A poliomielite, popularmente conhecida como paralisia infantil, é uma doença infecciosa causada pelo poliovírus, que costuma viver no intestino, entretanto, pode atingir a corrente sanguínea e, em alguns casos, afetar o sistema nervoso, causando paralisia dos membros, alterações motoras e, em alguns casos, pode até causar a morte.

O vírus é transmitido de uma pessoa para outra, através do contato com secreções, como saliva, ou pelo consumo de água e alimentos contendo fezes contaminadas, acometendo mais frequentemente as crianças, principalmente se houver más condições de higiene.

Apesar de atualmente serem poucos os casos relatados de poliomielite, é importante vacinar as crianças até os 5 anos para evitar que a doença volte a aparecer e o vírus possa se espalhar para outras crianças. Saiba mais sobre a vacina contra a poliomielite.

Poliomielite: o que é, sintomas e como tratar

Sintomas da poliomielite

Na maioria das vezes, a infecção pelo poliovírus não causa sintomas, e quando surgem, incluem sintomas variados, permitindo que a poliomielite seja classificada em não paralítica e paralítica de acordo com os seus sintomas:

Poliomielite não paralítica

Os sintomas que podem surgir após a infecção pelo poliovírus normalmente estão relacionados com a forma não paralítica da doença, que é caracterizada por:

  • Febre baixa;
  • Dor de cabeça e nas costas;
  • Mal-estar geral;
  • Vômito e náuseas;
  • Garganta inflamada;
  • Fraqueza muscular;
  • Dor ou rigidez nos braços ou nas pernas;
  • Prisão de ventre.

Poliomielite paralítica

Em apenas poucos casos a pessoa pode desenvolver a forma grave e paralítica da doença, em que são destruídos neurônios do sistema nervoso, causando paralisia em um dos membros, com perda da força e dos reflexos.

Em situações ainda mais raras, caso uma grande parte do sistema nervoso seja comprometida, é possível haver perda da coordenação motora, dificuldade para deglutir, paralisia respiratória, o que pode, até, levar à morte. Veja quais são as sequelas da poliomielite.

Como acontece a transmissão

A transmissão da poliomielite é feita de uma pessoa para a outra, já que os vírus são eliminados nas fezes ou em secreções, como saliva, catarro e muco. Assim, a infecção acontece através do consumo de alimentos contendo fezes ou do contato com gotículas de secreção contaminados.

A contaminação é mais comum em ambientes com pouco saneamento e más condições de higiene, sendo que as crianças são as mais afetadas, entretanto, também é possível que adultos sejam atingidos, principalmente aqueles com a imunidade comprometida, como idosos e pessoas desnutridas. 

Poliomielite: o que é, sintomas e como tratar

Como se prevenir

Para evitar a infecção pelo poliovírus, é importante investir em melhorias no saneamento, descontaminação da água e lavagem correta dos alimentos.

No entanto, a principal forma de se prevenir contra a poliomielite é através da vacinação, em que são necessárias 5 doses, dos 2 meses até os 5 anos de idade. Conheça o calendário de vacinação da criança dos 4 aos 10 anos.

Como é feito o tratamento

Assim como outras viroses, a poliomielite não tem um tratamento específico, sendo orientado o repouso e a ingestão de líquidos, além de poderem ser usados remédios como Paracetamol ou Dipirona, para alívio da febre e de dores no corpo. 

Nos casos mais graves, em que há paralisia, o tratamento pode incluir também sessões de fisioterapia, em que são feitas técnicas e usados aparelhos, como órteses, para ajustar de postura e ajudar a reduzir os efeitos das sequelas no dia-a-dia da pessoa. Saiba como é feito o tratamento para a poliomielite.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar