Mastopexia: o que é, quando é indicada e recuperação

Revisão médica: Dr. Emilio Valls
Cirurgião
agosto 2022
  1. Quando é indicada
  2. Mastopexia com prótese
  3. Preparo
  4. Como é feita
  5. Recuperação

A mastopexia é a cirurgia plástica nas mamas indicada para corrigir a flacidez dos seios e reposicionar os mamilos, deixando as mamas com um aspecto mais harmonioso, podendo ser feita com ou sem a colocação de prótese mamária.

Essa cirurgia, também conhecida como lifting de mamas, é feita por um cirurgião plástico, em clínicas de estética ou hospitais, e a recuperação geralmente é de cerca de 2 a 12 meses para os seios desincharem e alcançarem o formato final.

Além disso, nas primeiras semanas após a mastopexia, alguns cuidados são importantes para a recuperação e devem ser feitos com a orientação do médico, como evitar fazer esforços físicos, levantar ou carregar pesos, além de usar o sutiã modelador recomendado pelo médico. 

Quando é indicada

A mastopexia é indicada para corrigir a flacidez dos seios, que acontece principalmente devido ao envelhecimento do corpo, em que os seios podem perder a firmeza e a elasticidade, alterando sua forma, e ficando mais caídos.

Desta forma, a mastopexia pode ser feita quando os seios apresentam algumas características, como:

  • Mamas caídas e sem volume;
  • Mamas mais alongadas;
  • Mamilos caídos, posicionados abaixo das dobras da mama;
  • Mamilos apontando para baixo;
  • Aréolas desproporcionais ao tamanho do seio;
  • Um seio mais flácido que o outro.

Alguns fatores podem contribuir para a flacidez dos seios, como genética, mudanças de peso, como emagrecimento, gravidez, amamentação ou menopausa, por exemplo. 

Essa cirurgia tem como objetivo deixar os seios mais harmoniosos, retirando o excesso de pele, remodelando as mamas, e deixando-as com aspecto mais firme, arredondado e harmonioso.

Mastopexia com prótese

A mastopexia com prótese é indicada quando a mulher deseja aumentar o tamanho dos seios, criando uma silhueta mais preenchida. Porém, no caso de ser necessário colocar uma prótese de silicone muito grande, a cirurgia de aumento da mama deve ser feita até 3 meses antes da mastopexia, para garantir que o peso dos seios não prejudica o resultado final.

Como se preparar para a cirurgia

Alguns cuidados são importantes para se preparar para a cirurgia de mastopexia, como:

  • Esclarecer com o cirurgião todas as dúvidas sobre a cirurgia, a recuperação e expectativas;
  • Informar todos os medicamentos, vitaminas e suplementos nutricionais que toma com frequência, pois alguns podem afetar a recuperação;
  • Interromper o uso de anti-inflamatórios, principalmente com ácido acetil salicílico, anti-reumáticos, aceleradores do metabolismo, como anfetaminas, fórmulas para emagrecimento ou vitamina E até 2 semanas antes da cirurgia, conforme orientação médica;
  • Informar se tem existe alguma alergia ou outro problema de saúde;
  • Não fumar, pelo menos 4 semanas antes da cirurgia;
  • Evitar ingerir bebidas alcoólicas pelo menos no dia anterior à cirurgia;
  • Fazer jejum absoluto de pelo menos 8 horas antes da cirurgia, conforme orientação médica. 

Além disso, antes de fazer a cirurgia, também deve-se fazer todos os exames solicitados pelo médico, como mamografia e risco cirúrgico, para avaliar o estado de saúde geral e o risco de complicações. 

Para programar a mastopexia, o médico deve fazer um exame físico das mamas, avaliando o grau de flacidez, a posição dos mamilos e o aspecto da pele, por exemplo, podendo ser tiradas fotos das mamas, para manter documentado o antes e depois da cirurgia. 

Como é feita a mastopexia

A mastopexia é feita pelo cirurgião plástico no hospital ou em clínicas especializadas, com anestesia geral. Antes de iniciar a cirurgia, é administrado soro fisiológico na veia, pelo enfermeiro, para hidratar e administrar medicamentos e também para que o anestesista faça a anestesia geral.

Durante a mastopexia, o cirurgião plástico faz um corte em volta das aréolas, que se estende pela parte inferior da aréola até a parte inferior das mamas. Esse corte pode ser feito utilizando 3 técnicas diferentes: 

  • Peri aureolar: é feito apenas em alguns casos, especialmente quando não é necessário remover muita quantidade de pele;
  • Peri aureolar e vertical: é feito quando a aréola precisa subir, mas não é necessário retirar muita pele;
  • T-invertido: é usada muito frequentemente em casos em que é necessário retirar uma grande quantidade de pele.

Após fazer o corte, o médico retira o excesso de pele, remodela os seios, reposiciona as areolas e fecha os cortes com pontos, adesivos de pele ou fita cirúrgica. Dependendo do tipo de mastopexia, o cirurgião pode colocar a prótese mamária durante o procedimento.

Como é a recuperação

A recuperação após a mastopexia geralmente é rápida e tranquila. Contudo, é normal sentir um leve desconforto, sensação de peso ou alteração na sensibilidade dos seios devido à anestesia.

Depois da cirurgia, a mulher deve ter certos cuidados, como:

  • Tomar os remédios nos horários certos conforme indicado pelo médico;
  • Evitar esforços no dia da cirurgia, como caminhadas longas ou subir escadas;
  • Permanecer deitada com a cabeceira da cama elevada a 30º ou sentada nas 24 horas após a cirurgia;
  • Evitar deitar de barriga para baixo ou de lado com o seio operado apoiado nos primeiros 30 dias após a cirurgia;
  • Evitar exposição ao sol durante 3 meses após a cirurgia;
  • Utilizar sutiã modelador, sem costuras, durante 24 horas por 30 dias após a cirurgia e depois mais durante 30 dias, mas só durante a noite;
  • Evitar movimentos de grande amplitude dos braços, como levantar ou carregar pesos;
  • Fazer massagens com as mãos nos seios no mínimo 4 vezes por dia;
  • Fazer uma alimentação saudável, preferindo legumes, frutas e carnes brancas;
  • Evitar a ingestão de doces, frituras, refrigerantes e bebidas alcoólicas.

O primeiro resultado da cirurgia pode ser visto dentro de 1 mês, mas a mulher pode voltar ao trabalho dentro de aproximadamente 10 dias após a cirurgia, dependendo do tipo de trabalho. Porém, só 40 dias após a cirurgia é que se pode voltar a dirigir e a fazer exercícios físicos leves, como caminhada, por exemplo.

A recuperação da mastopexia pode durar cerca de 2 a 12 meses, pois é normal que a mama fique inchada após a cirurgia, desinchando e ganhando sua forma final após esse período, o que varia de mulher para mulher.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Marcela Lemos - Biomédica, em agosto de 2022. Revisão médica por Dr. Emilio Valls - Cirurgião , em abril de 2019.

Bibliografia

  • MARTINEZ, A. A.; CHUNG, S. IN: STATPEARLS [INTERNET]. TREASURE ISLAND (FL): STATPEARLS PUBLISHING. Breast ptosis. 2022. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK567792/>. Acesso em 25 jul 2022
  • RAMANADHAM, S. R.; ROSE JOHNSON, A. Breast Lift with and without Implant: A Synopsis and Primer for the Plastic Surgeon. Plast Reconstr Surg Glob Open. 8. 10; e3057, 2020
Mostrar bibliografia completa
  • HIDALGO, D. A.; SPECTOR, J. A. Mastopexy. Plast Reconstr Surg. 132. 4; 642e-656e, 2013
  • FUENTE-DEL-CAMPO, A.; et al. Three-Flap Mastopexy with Reduction or Augmentation. Aesthetic Plast Surg. 45. 6; 2691-2705, 2021
  • PFERDEHIRT, R.; NAHABEDIAN, M. Y. Finesse in Mastopexy and Augmentation Mastopexy. Plast Reconstr Surg. 48. 3; 451e-461e, 2021
  • QURESHI, A. A.; et al. Mastopexy and Mastopexy-Augmentation. Aesthet Surg J. 38. 4; 374-384, 2018
Revisão médica:
Dr. Emilio Valls
Cirurgião
Formado em Medicina e Cirurgia pela Universidade de Granada, Espanha. Cédula profissional em Portugal: 34036 da Ordem dos Médicos e Espanha: 04040300.