Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Entenda a diferença entre Leucemia mieloide e Leucemia linfoide

A leucemia é um tipo de câncer que afeta as células brancas do sangue, também conhecidas como as células de defesa do organismo. Existem dois principais tipo de leucemia, que variam de acordo com as células afetadas:

  • Leucemia mieloide: surge nas células mieloides da medula óssea que dão origem a células de defesa como neutrófilos, basófilos, eosinófilos e mastócitos. Saiba mais sobre este tipo;
  • Leucemia linfoide: surge nas células linfoides da medula óssea que dão origem a células de defesa como linfócitos T ou linfócitos B, por exemplo. Entenda mais sobre o tipo.

Cada um destes tipos pode ainda ser dividido em leucemia crônica, que se desenvolve ao longo de muito tempo apresentando sintomas mais tardios, ou leucemia aguda, que surge rapidamente e apresenta vários sintomas ao mesmo tempo.

Embora o nome do câncer seja diferente, estes dois tipos de leucemia são muito parecidos e, por isso, apresentam sintomas e tratamentos semelhantes. 

Entenda a diferença entre Leucemia mieloide e Leucemia linfoide

Quadro resumo dos principais tipos de leucemia

TipoCaracterísticasTratamento

Leucemia mieloide aguda

Desenvolve-se rapidamente e pode afetar igualmente adultos ou crianças.Pode ser feito através de quimioterapia e/ou transplante de medula óssea e tem 80% de chance de cura.

Leucemia mieloide crônica

Desenvolve-se lentamente sendo mais frequente nos adultos.Pode ser feito com o uso de medicamentos específicos por toda vida.

Leucemia linfoide aguda

Avança rapidamente e pode ocorrer em crianças ou adultos.Pode ser feito com radioterapia e quimioterapia, mas o transplante de medula óssea também é uma opção quando os tratamentos anteriores não conseguem curar a doença.

Leucemia linfoide crônica

Desenvolve-se lentamente e afeta mais frequentemente os idosos.Nem sempre o tratamento é necessário.

Quando suspeitar de leucemia

Os primeiros sintomas da leucemia são a febre alta seguida de calafrios, suor noturno e emagrecimento sem causa aparente, depois podem surgir outros sintomas como:

  • Ínguas inflamadas no pescoço, axilas e logo atrás do osso do cotovelo, tecnicamente chamado fossa do cotovelo, que é uma das características da doença;
  • Aumento do baço que causa dor na região superior esquerda do abdômen;
  • Anemia que gera sintomas como cansaço, palidez e sonolência;
  • Baixa concentração de plaquetas no sangue;
  • Infecções;
  • Suor noturno;
  • Manchas roxas na pele;
  • Dor nos ossos e nas articulações;
  • Sangramento fácil do nariz, gengiva ou menstruação abundante sem causa aparente.

Estes sintomas são mais comuns na leucemia aguda, pois como a leucemia crônica evolui lentamente, ela pode ser assintomática sendo descoberta num exame de rotina como um hemograma completo, por exemplo.

Leucemia tem cura?

Em alguns casos a leucemia tem cura, especialmente quando ela é precocemente diagnosticada e o tratamento é instituído rapidamente, entretanto existem casos onde o organismo do indivíduo já se encontra tão debilitado que a cura da doença dificilmente é alcançada. O transplante de medula óssea pode representar a cura da leucemia para alguns, mas ela possui complicações e por isso nem sempre é uma opção indicada pelos médicos.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...