Lecitina de soja: para que serve e como tomar

A lecitina de soja é um suplemento obtido através da extração do óleo dos grãos da soja, que é rico em vitamina B8 (colina), fósforo e outros compostos que promovem a saúde e o bem estar.

Entre outros benefícios, a lecitina de soja melhora a saúde da mulher, combatendo os sintomas da TPM e aliviando os sintomas da menopausa. Além disso, o suplemento auxilia no tratamento de doenças como Alzheimer, estresse e também ajuda a reduzir os níveis sanguíneos de colesterol e triglicerídeos, prevenindo doenças cardiovasculares.

A lecitina de soja pode ser encontrada na forma de cápsulas e deve ser tomada ao longo do dia, durante as refeições. Apesar de ser um suplemento natural, é importante que seja consumido somente com a indicação de um clínico geral.

Lecitina de soja: para que serve e como tomar

Para que serve

Os principais benefícios da lecitina de soja para a saúde são:

1. Aliviar os sintomas da menopausa

Por ser rica em colina, a lecitina de soja é um suplemento que pode auxiliar nas mudanças hormonais que são comuns na menopausa. Conheça outras formas naturais de aliviar os sintomas da menopausa.

Um estudo [1] mostrou que a suplementação com 1200mg de lecitina de soja durante 8 semanas melhorou não só a disposição física e mental, mas também ajudou a regular a pressão arterial das mulheres durante a menopausa.

2. Diminuir os níveis de colesterol

A suplementação com a lecitina de soja ajuda a reduzir a absorção de gordura pelo organismo e aumentar a eliminação da gordura pelas fezes, contribuindo diretamente para diminuir os níveis de colesterol “ruim”, o LDL, e aumentar os de colesterol “bom”, o HDL no sangue. Com isso, a suplementação com a lecitina pode ser uma boa ferramenta para auxiliar no tratamento de colesterol alto.

A ingestão de um suplemento com 500 mg de lecitina de soja por 2 meses mostrou redução significativa nos níveis de colesterol entre os participantes de um estudo [2].

3. Melhora os sintomas da TPM

O ácido fosfatídico e a fosfatidilserina, uns dos componentes da lecitina de soja, têm demonstrado potente ação para reduzir os níveis de cortisol no organismo, contribuindo para amenizar os sintomas de estresse e depressão e promovendo o bem estar das mulheres durante a TPM. Veja alguns remédios caseiros para melhorar os sintomas da TPM.

Em um estudo [3], a ingestão de suplemento de lecitina com 400mg de ácido fosfatídico juntamente com 400mg de fosfatidilserina por 2 meses, mostrou uma redução nos sintomas de depressão e cansaço em mulheres jovens durante a TPM. Além disso, a suplementação ainda diminuiu os níveis de cortisol no sangue, diminuindo o estresse que pode acontecer neste período.

4. Previne doenças cardiovasculares

A lecitina de soja promove a redução dos níveis de colesterol LDL no sangue, além de aumentar os níveis do colesterol HDL, ajudando a reduzir o risco de desenvolver doenças cardiovasculares, como pressão alta, infarto e derrame.

5. Melhora da memória em caso de Alzheimer e demência

O ácido fosfatídico e a fosfatidilserina, um dos componentes da lecitina de soja, são também compostos das células do sistema nervoso e têm a função de diminuir os danos que podem ser causados no cérebro e melhorar as funções cerebrais.

Um estudo [4] mostrou que a suplementação com lecitina de soja por 2 meses melhorou a memória, o raciocínio e ainda manteve o bom humor em idosos com Alzheimer, sendo importante também para evitar a depressão.

Informação nutricional

A tabela a seguir traz a informação equivalente a 1 cápsula de 500 mg de lecitina de soja:

Nutrientes

1 cápsula de 500 mg

Valor energético

3,8 Kcal

Proteína

0

Carboidratos

Gordura total

0,5 g

Gordura saturada

0,07 g

Gordura monoinsaturada

0,05 g

Gordura poli-insaturada

0,22 g

A tabela acima é apenas um exemplo, pois a quantidade de lecitina de soja por cápsula varia de acordo com a marca do suplemento.

Além da lecitina em cápsula, o consumo diário dos grãos de soja também ajuda a prevenir doenças cardíacas e câncer. Entenda melhor os benefícios da soja e como consumir esse grão.

Como tomar a lecitina de soja

Geralmente é recomendada a ingestão de 2 cápsulas de lecitina, 3 vezes ao dia, junto com um pouco de água e durante as refeições. 

A dose pode variar entre 0,5g a 1g ao dia, podendo chegar até 2g ao dia, de acordo com os objetivos do tratamento recomendado pelo clínico geral.

Possíveis efeitos colaterais 

O consumo de lecitina da soja é bem tolerado, não apresentando qualquer efeito colateral após a sua ingestão. No entanto, existem algumas pessoas que podem ser alérgicas à lecitina de soja. Nesses casos podem surgir sintomas como dificuldade em respirar, inchaço na garganta e nos lábios, assim como manchas vermelhas na pele e coceira, sendo necessário suspender a suplementação e buscar atendimento médico com urgência.

Quem não deve tomar

Este suplemento não é indicado durante os tratamentos de reposição hormonal e por quem tem alergia ao suplemento. A lecitina de soja não deve ser consumida sem orientação médica por crianças menores de 10 anos, gestantes e mulheres que amamentam.

A lecitina, que é a parte gordurosa do grão da soja, não tem influência sobre o funcionamento da glândula tireóide, podendo ser consumida com segurança por quem tem problemas como hipotireoidismo.

Esta informação foi útil?
Atualizado por Karla S. Leal, Nutricionista em Julho de 2021. Revisão clínica por Tatiana Zanin, Nutricionista em Julho de 2021.

Bibliografia

  • RAMDATH, D, Dan et al. Beyond the Cholesterol-Lowering Effect of Soy Protein: A Review of the Effects of Dietary Soy and Its Constituents on Risk Factors for Cardiovascular Disease. Nutrients. Vol.9. 324.ed; 1-24, 2017
  • DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA EM SAÚDE - ESCOLA PAULISTA DE MEDICINA. Oleo, vegetal, lecitina de soja. Disponível em: <http://tabnut.dis.epm.br/alimento/04531/oleo-vegetal-lecitina-de-soja>. Acesso em 26 Jul 2021
  • NOVA SCOTIA HEALTH AUTHORITY. Reading Food Labels for a Low Iodine Diet. 2019. Disponível em: <http://www.nshealth.ca/sites/nshealth.ca/files/patientinformation/1955.pdf>. Acesso em 26 Jul 2021
  • MORE, I, Margret et al. Positive Effects of Soy Lecithin-Derived Phosphatidylserine plus Phosphatidic Acid on Memory, Cognition, Daily Functioning, and Mood in Elderly Patients with Alzheimer’s Disease and Dementia. Advances in Therapy. Vol.31. 1247–1262, 2014
  • SCHMIDT K et al. A lecithin phosphatidylserine and phosphatidic acid complex (PAS) reduces symptoms of the premenstrual syndrome (PMS): Results of a randomized, placebo-controlled, double-blind clinical trial.. Clinical Nutrition ESPEN. 24. 22-30, 2018
  • HIROSE Asuka et al. Effect of soy lecithin on fatigue and menopausal symptoms in middle-aged women: a randomized, double-blind, placebo-controlled study. Nutrition Journal. 17. 4; 1-8, 2018
  • MOHAMED Amouni et al. Influence of Soy Lecithin Administration on Hypercholesterolemia. Cholesterol. 1. 1-4, 2010
  • EXAMINE.COM. Soy Lecithin. Disponível em: <https://examine.com/supplements/soy-lecithin/>. Acesso em 15 Out 2019
Mais sobre este assunto: