Lecitina de soja: para que serve e como tomar

A lecitina de soja é um suplemento obtido através da extração do óleo dos grãos da soja, que é rico em vitamina B8 (colina), fósforo e outros compostos que promovem a saúde e o bem estar.

Entre outros benefícios, a lecitina de soja melhora a saúde da mulher, combatendo os sintomas da TPM e aliviando os sintomas da menopausa. Além disso, o suplemento auxilia no tratamento de doenças como Alzheimer, estresse e também ajuda a reduzir os níveis sanguíneos de colesterol e triglicerídeos, prevenindo doenças cardiovasculares.

A lecitina de soja pode ser encontrada na forma de cápsulas e deve ser tomada ao longo do dia, durante as refeições. Apesar de ser um suplemento natural, é importante que seja consumido somente com a indicação de um clínico geral.

Lecitina de soja: para que serve e como tomar

Para que serve

Os principais benefícios da lecitina de soja para a saúde são:

1. Aliviar os sintomas da menopausa

Por ser rica em colina, a lecitina de soja é um suplemento que pode auxiliar nas mudanças hormonais que são comuns na menopausa. Conheça outras formas naturais de aliviar os sintomas da menopausa.

Um estudo [1] mostrou que a suplementação com 1200mg de lecitina de soja durante 8 semanas melhorou não só a disposição física e mental, mas também ajudou a regular a pressão arterial das mulheres durante a menopausa.

2. Diminuir os níveis de colesterol

A suplementação com a lecitina de soja ajuda a reduzir a absorção de gordura pelo organismo e aumentar a eliminação da gordura pelas fezes, contribuindo diretamente para diminuir os níveis de colesterol “ruim”, o LDL, e aumentar os de colesterol “bom”, o HDL no sangue. Com isso, a suplementação com a lecitina pode ser uma boa ferramenta para auxiliar no tratamento de colesterol alto.

A ingestão de um suplemento com 500 mg de lecitina de soja por 2 meses mostrou redução significativa nos níveis de colesterol entre os participantes de um estudo [2].

3. Melhora os sintomas da TPM

O ácido fosfatídico e a fosfatidilserina, uns dos componentes da lecitina de soja, têm demonstrado potente ação para reduzir os níveis de cortisol no organismo, contribuindo para amenizar os sintomas de estresse e depressão e promovendo o bem estar das mulheres durante a TPM. Veja alguns remédios caseiros para melhorar os sintomas da TPM.

Em um estudo [3], a ingestão de suplemento de lecitina com 400mg de ácido fosfatídico juntamente com 400mg de fosfatidilserina por 2 meses, mostrou uma redução nos sintomas de depressão e cansaço em mulheres jovens durante a TPM. Além disso, a suplementação ainda diminuiu os níveis de cortisol no sangue, diminuindo o estresse que pode acontecer neste período.

4. Previne doenças cardiovasculares

A lecitina de soja promove a redução dos níveis de colesterol LDL no sangue, além de aumentar os níveis do colesterol HDL, ajudando a reduzir o risco de desenvolver doenças cardiovasculares, como pressão alta, infarto e derrame.

5. Melhora da memória em caso de Alzheimer e demência

O ácido fosfatídico e a fosfatidilserina, um dos componentes da lecitina de soja, são também compostos das células do sistema nervoso e têm a função de diminuir os danos que podem ser causados no cérebro e melhorar as funções cerebrais.

Um estudo [4] mostrou que a suplementação com lecitina de soja por 2 meses melhorou a memória, o raciocínio e ainda manteve o bom humor em idosos com Alzheimer, sendo importante também para evitar a depressão.

Informação nutricional

A tabela a seguir traz a informação equivalente a 1 cápsula de 500 mg de lecitina de soja:

Nutrientes

1 cápsula de 500 mg

Valor energético

3,8 Kcal

Proteína

0

Carboidratos

Gordura total

0,5 g

Gordura saturada

0,07 g

Gordura monoinsaturada

0,05 g

Gordura poli-insaturada

0,22 g

A tabela acima é apenas um exemplo, pois a quantidade de lecitina de soja por cápsula varia de acordo com a marca do suplemento.

Além da lecitina em cápsula, o consumo diário dos grãos de soja também ajuda a prevenir doenças cardíacas e câncer. Entenda melhor os benefícios da soja e como consumir esse grão.

Como tomar a lecitina de soja

Geralmente é recomendada a ingestão de 2 cápsulas de lecitina, 3 vezes ao dia, junto com um pouco de água e durante as refeições. 

A dose pode variar entre 0,5g a 1g ao dia, podendo chegar até 2g ao dia, de acordo com os objetivos do tratamento recomendado pelo clínico geral.

Possíveis efeitos colaterais 

O consumo de lecitina da soja é bem tolerado, não apresentando qualquer efeito colateral após a sua ingestão. No entanto, existem algumas pessoas que podem ser alérgicas à lecitina de soja. Nesses casos podem surgir sintomas como dificuldade em respirar, inchaço na garganta e nos lábios, assim como manchas vermelhas na pele e coceira, sendo necessário suspender a suplementação e buscar atendimento médico com urgência.

Quem não deve tomar

Este suplemento não é indicado durante os tratamentos de reposição hormonal e por quem tem alergia ao suplemento. A lecitina de soja não deve ser consumida sem orientação médica por crianças menores de 10 anos, gestantes e mulheres que amamentam.

A lecitina, que é a parte gordurosa do grão da soja, não tem influência sobre o funcionamento da glândula tireóide, podendo ser consumida com segurança por quem tem problemas como hipotireoidismo.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • MOHAMED Amouni et al. Influence of Soy Lecithin Administration on Hypercholesterolemia. Cholesterol. 1. 1-4, 2010
  • EXAMINE.COM. Soy Lecithin. Disponível em: <https://examine.com/supplements/soy-lecithin/>. Acesso em 15 Out 2019
  • SCHMIDT K et al. A lecithin phosphatidylserine and phosphatidic acid complex (PAS) reduces symptoms of the premenstrual syndrome (PMS): Results of a randomized, placebo-controlled, double-blind clinical trial.. Clinical Nutrition ESPEN. 24. 22-30, 2018
  • HIROSE Asuka et al. Effect of soy lecithin on fatigue and menopausal symptoms in middle-aged women: a randomized, double-blind, placebo-controlled study. Nutrition Journal. 17. 4; 1-8, 2018
  • MORE, I, Margret et al. Positive Effects of Soy Lecithin-Derived Phosphatidylserine plus Phosphatidic Acid on Memory, Cognition, Daily Functioning, and Mood in Elderly Patients with Alzheimer’s Disease and Dementia. Advances in Therapy. Vol.31. 1247–1262, 2014
  • NOVA SCOTIA HEALTH AUTHORITY. Reading Food Labels for a Low Iodine Diet. 2019. Disponível em: <http://www.nshealth.ca/sites/nshealth.ca/files/patientinformation/1955.pdf>. Acesso em 26 Jul 2021
  • RAMDATH, D, Dan et al. Beyond the Cholesterol-Lowering Effect of Soy Protein: A Review of the Effects of Dietary Soy and Its Constituents on Risk Factors for Cardiovascular Disease. Nutrients. Vol.9. 324.ed; 1-24, 2017
  • DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA EM SAÚDE - ESCOLA PAULISTA DE MEDICINA. Oleo, vegetal, lecitina de soja. Disponível em: <http://tabnut.dis.epm.br/alimento/04531/oleo-vegetal-lecitina-de-soja>. Acesso em 26 Jul 2021
Mais sobre este assunto: