Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Hemangioma

​O hemangioma é um tumor benigno formado pelo acúmulo anormal de vasos sanguíneos na pele ou nos órgãos, como, no fígado ou rins, por exemplo. Na pele, o hemangioma pode aparecer como uma mancha avermelhada ou arroxeada ou um tumor compacto, sólido e saliente.

Geralmente, o hemangioma aparece nas 2 primeiras semanas de vida e pode crescer até ao primeiro ano de idade, reduzindo depois até aos 10 anos. No entanto, em alguns casos é comum que o hemangioma se mantenha após os 10 anos, especialmente no caso de hemangioma em órgãos internos.

O hemangioma tem cura através de cirurgia, porém o tratamento só é feito em casos de crescimento excessivo do tumor, uma vez que, na maioria dos casos, não provoca complicações nem vira câncer.

Fotos de hemangioma

Hemangioma
Hemangioma

Principais tipos de hemangioma

Os principais tipos de hemangioma incluem:

  • Hemangioma no fígado: é um tipo de tumor benigno que surge no fígado e que não provoca sintomas, sendo detectado em exames de rotina. Veja mais sobre este problema em: Hemangioma no fígado;
  • Hemangioma cavernoso: é uma malformação dos vasos sanguíneos que está presente na pele do bebê, mas também podem afetar músculos ou ossos. Evolui com o crescimento da criança e aumenta repentinamente quando ocorre alteração hormonal, pressão local ou traumatismo;
  • Hemangioma capilar: está situado na camada superior da pele e, normalmente, desaparece após os 10 anos de idade;
  • Hemangioma na coluna: é uma lesão benigna dos vasos sanguíneos que se localiza na coluna vertebral, e que não apresenta sintomas. Quando provoca dores nas costas pode ser recomendada cirurgia.
  • Hemangioma plano: é observado na pele como manchas planas cor de vinho que, a partir dos 20 anos de idade, podem aumentar, formando nódulos que podem sangrar.

Normalmente, os diferentes tipos de hemangioma não provocam qualquer sintoma, sendo frequente que o hemangioma seja detectado por acaso, na realização de exames de rotina, como ultra-sonografia, tomografia computadorizada ou ressonância magnética.

Assim, o diagnóstico do hemangioma na pele, normalmente, é feito no consultório do clínico geral através da observação da lesão. Já nos casos de suspeita de hemangioma no fígado ou outros órgãos, é recomendado fazer uma ressonância magnética para observar o problemas e fazer o diagnóstico.

Como tratar o hemangioma

O tratamento para hemangioma é feito apenas com a vigilância do problema pelo clínico geral, pois é comum que o hemangioma desapareça sozinho.

Em alguns casos o médico pode recomendar consultar um dermatologista para o hemangioma na pele ou hepatologista para o hemangioma no fígado, por exemplo.

A cirurgia para hemangioma só é aconselhada quando o tumor tapa as vias respiratórias, os olhos, os ouvidos ou dificulta o trabalho do coração, para retirar o excesso de vasos e aliviar os sintomas do paciente.

Quando ir no médico

É recomendado ir ao clínico geral quando surgem manchas na pele anormais ou que não existiam, pois pode ser sinal de hemangioma ou problemas mais graves, como câncer de pele.

Conheça outras causas de manchas na pele em:

Mais sobre este assunto:
Carregando
...