Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

10 dúvidas sobre o exame toxicológico

O exame toxicológico é um tipo de exame que detecta o consumo de drogas ilícitas, como maconha, cocaína e crack, por exemplo, nos últimos 6 meses, por exemplo, e pode ser feito a partir da análise do sangue, urina e cabelo.

Esse exame é obrigatório para quem deseja obter ou renovar a carteira de motorista das categorias C, D e E, podendo ser solicitado também em concursos públicos ou como um dos exames admissionais ou demissionais.

Confira a seguir as dúvidas mais comuns sobre o exame toxicológico:

10 dúvidas sobre o exame toxicológico

1. Como é feito o exame toxicológico?

Para fazer o exame toxicológico não é necessário qualquer tipo de preparo, sendo apenas necessário que a pessoa se dirija para o laboratório que realiza esse tipo de exame para que o material seja coletado e enviado para análise. As técnicas de detecção variam entre os laboratórios e material analisado, no entanto todos os métodos são seguros e não há chance de resultados falso positivos. Quando o exame detecta a presença de drogas, o teste é feito novamente para confirmar o resultado.

O exame toxicológico pode ser feito a partir da análise de sangue, urina, cabelo ou pelos, sendo esses dois últimos os mais utilizados. Saiba mais sobre o exame toxicológico.

2. O exame toxicológico só é feito com cabelo? E no caso de não se ter cabelo, como é feito?

Apesar do cabelo ser o material mais indicado para a realização do exame toxicológico, também pode ser realizado com pelo de outras partes do corpo. Isso porque depois que a droga é consumida, ela espalha-se rapidamente pela corrente sanguínea e acaba por nutrir os bulbos capilares, sendo possível detectar a droga tanto nos cabelos quanto nos pelos.

No entanto, caso não seja possível realizar o exame toxicológico a partir da análise do cabelo ou dos pelos, é possível que o exame seja realizado a partir da análise do sangue, urina ou suor. No caso do sangue, por exemplo, só é detectado o consumo de drogas nas últimas 24 horas, enquanto que a análise da urina fornece informação do consumo de substâncias tóxicas nos últimos 10 dias, e a de saliva detecta o consumo de drogas no último mês.

3. Quais as substâncias são detectadas?

O exame toxicológico detecta uma série de substâncias que podem interferir no sistema nervoso e que foram utilizadas nos últimos 90 ou 180 dias, sendo as principais detectadas:

  • Maconha e derivados, como o Haxixe;
  • Anfetamina (Rebite);
  • LSD;
  • Crack;
  • Morfina;
  • Cocaína;
  • Heroína;
  • Ecstasy.

Essas substâncias podem ser identificadas na urina, no sangue, no cabelo e no pelo, sendo mais comum que a análise seja feita em cabelos ou em pelos, pois é possível identificar a quantidade de droga consumida nos últimos 90 ou 180 dias respectivamente.

Conheça o efeito das drogas no organismo.

10 dúvidas sobre o exame toxicológico

4. Caso consuma bebidas alcoólicas 1 dia antes do exame é detectado?

No exame toxicológico não está incluído o teste para consumo de bebidas alcoólicas, não havendo problema de se realizar o exame 1 dia depois de beber uma cerveja, por exemplo. Além disso, de acordo com a Lei dos Caminhoneiros de 2015, a realização de testes para consumo de bebidas alcoólicas não é obrigatória.

Pelo fato de não estar incluído no exame toxicológico, algumas empresas podem optar por além de solicitarem o exame toxicológico, solicitar o exame para detectar a quantidade de álcool no sangue ou até mesmo no cabelo, sendo importante que haja esse indicação na requisição do exame.

5. O exame toxicológico está incluído entre os exames admissionais e demissionais dos caminhoneiros e motoristas?

No caso de caminhoneiros e motoristas de ônibus, por exemplo, o exame toxicológico está incluído nos exames admissionais para que seja comprovada a aptidão da pessoa e se a contratação do profissional não represente risco para ele e para as pessoas transportadas, por exemplo.

Além de ser usado no exame admissional, o exame toxicológico também pode ser usado no exame demissional para justificar a demissão por justa causa, por exemplo.

6. Quando esse exame é obrigatório?

O exame é obrigatório desde 2016 para as pessoas que irão renovar ou tirar a carteira de habilitação nas categorias C, D e E, que correspondem às categorias de transporte de cargas, transporte de passageiros e condução de veículos com duas unidades, respectivamente.

Além disso, esse exame pode ser solicitado em alguns concursos públicos, em casos judiciais e como exame admissional ou demissional em empresas de transporte, por exemplo. Conheça outros exames admissionais e demissionais.

O exame toxicológico também pode ser realizado no hospital quando há suspeita de envenenamento por substâncias tóxicas ou medicamentos, por exemplo, além de poder ser realizado em caso de overdose para que se saiba qual a substância responsável.

10 dúvidas sobre o exame toxicológico

7. Qual a validade do exame toxicológico?

O resultado do exame toxicológico tem validade de 60 dias após a realização da coleta, sendo necessário repetir o exame após esse período.

8. O resultado pode dar falso negativo ou falso positivo?

Os métodos laboratoriais usados no exame toxicológicos são bastante seguros, não havendo possibilidade do resultado ser falso negativo ou falso positivo. No caso do resultado positivo, o teste é repetido para que haja confirmação do resultado.

No entanto, o uso de alguns medicamentos podem interferir no resultado do exame. Por isso, é importante que seja informado no laboratório se está fazendo uso de algum medicamento, além de levar a receita médica e assinar o termo de uso do remédio, para que seja levado em consideração no momento da análise.

9. Quanto tempo demora para a droga sair do cabelo?

No cabelo, a droga pode permanecer detectável por até 60 dias, no entanto a concentração ao longo do tempo vai diminuindo, uma vez que o cabelo cresce ao longo dos dias. No caso dos pelos de outras partes do corpo, a droga pode ser identificada em até 6 meses.

10. Caso alguém esteja fumando maconha no mesmo ambiente, isso será detectado no exame?

Não, pois o exame detecta os metabólitos gerados pelo consumo em altas concentrações da droga. Ao respirar a fumaça da maconha que uma pessoa no mesmo ambiente esteja fumando, por exemplo, não há interferência no resultado do exame.

No entanto, caso a pessoa respire muito rápido ou permaneça muito tempo exposto à fumaça, é possível que seja detectada uma pequena quantidade no exame toxicológico.


Bibliografia

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem