Dor na canela ao correr: causas, o que fazer (e como evitar)

Atualizado em fevereiro 2024

A dor na canela ao correr é um sintoma que pode surgir devido a inflamação na tíbia, que é o osso da canela, ou dos músculos e tendões que o rodeiam, causando dor intensa na parte da frente do osso da canela, sentida especialmente durante ou após a corrida.

Esse tipo de dor na corrida, também chamada de canelite ou síndrome do estresse tibial medial, pode surgir por aumentar o número de treinos por semana, mudar o ritmo da corrida, correr longas distâncias ou até por pisar incorretamente durante a corrida. Veja outras causas de dor na corrida.

O tratamento da dor na canela ao correr é feito pelo ortopedista, que pode indicar repouso para favorecer a recuperação e o alívio dos sintomas, usar remédios analgésicos e anti-inflamatórios, ou fazer fisioterapia, por exemplo.

Imagem ilustrativa número 1

Principais sintomas

A dor na canela ao correr pode estar acompanhada de outros sintomas como:

  • Inchaço ou vermelhidão na canela afetada;
  • Piora da dor durante ou após atividade física;
  • Melhora da dor com o repouso;
  • Aumento da sensibilidade ao toque na canela;
  • Dificuldade de apoiar o pé no chão.

Essa dor pode ser bastante desconfortável, podendo afetar as atividades diárias, como andar, subir ou descer escadas, por exemplo.

Na presença de dor na canela ao correr, é importante consultar o ortopedista para que seja avaliado e iniciado o tratamento mais adequado.

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico da causa da dor na canela ao correr é feito pelo ortopedista através da avaliação dos sintomas, histórico de saúde, da quantidade treinos e tempo de corrida por semana, e do exame físico da canela.

Marque uma consulta com o ortopedista mais próximo para investigar a causa da dor na canela ao correr:

Cuidar da sua saúde nunca foi tão fácil!

Marque uma consulta com nossos Ortopedistas e receba o cuidado personalizado que você merece.

Marcar consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.

Foto de uma doutora e um doutor de braços cruzados esperando você para atender

Geralmente, não são necessários exames adicionais, no entanto, o médico pode solicitar um raio X ou ressonância magnética, para descartar outras condições que podem ter sintomas semelhantes, como a fratura por estresse na tíbia ou síndrome compartimental crônica do exercício (SCCE), por exemplo.

Leia também: Fratura por estresse: o que é, sintomas, causas e tratamento tuasaude.com/fratura-por-estresse

Possíveis causas

A dor na canela ao correr pode acontecer devido a vários fatores, sendo os principais:

  • Treinos longos e intensos em piso duro, como asfalto e concreto, ou irregulares;
  • Falta de descanso entre os dias de treino;
  • Uso de tênis inadequado para a atividade;
  • Alterações na pisada;
  • Excesso de peso;
  • Falta de realização de exercícios que fortaleçam a região;
  • Falta de alongamento e/ou aquecimento.

Dessa forma, como consequência desses fatores, pode haver inflamação da membrana que reveste o osso da canela, ou dos músculos e tendões que estão inseridos nesse osso, resultando em dor ao correr, caminhar, ou subir ou descer escadas. Conheça outras causas de dor na canela.

O que fazer para aliviar a dor

Algumas formas para aliviar a dor na canela ao correr incluem:

  • Diminuir aos poucos a intensidade do treino de corrida;
  • Fazer repouso para evitar piora dos sintomas e reduzir o tempo de recuperação;
  • Aplicar compressas de gelo na canela, durante 15 minutos, para diminuir a inflamação.

No entanto, caso a dor não passe após 72 horas ou caso fique pior, é importante consultar o ortopedista que pode indicar o uso de remédios anti-inflamatórios ou analgésicos como o ibuprofeno, naproxeno ou paracetamol, para diminuir a dor e reduzir a inflamação da tíbia.

Além disso, o médico pode indicar fazer fisioterapia, com exercícios de alongamento e fortalecimento dos músculos da perna, além da correção do movimento da perna e da pisada, ajudando a aliviar a dor e evitar nova inflamação. Veja mais sobre o tratamento para dor na canela ao correr.

Como evitar

Para evitar a dor na canela ao correr é importante alongar para preparar o músculo para a corrida, e seguir o treino de acordo com a orientação de um profissional, conhecendo os limites do corpo e respeitando o tempo de descanso entre os treinos.

Além disso, é recomendado que o treino não seja logo iniciado pela corrida, sendo aconselhado que primeiro seja realizada uma caminhada e depois evolua gradualmente para corrida, pois assim é possível diminuir o risco de canelite e de lesões.

É importante também ter atenção ao tipo de tênis utilizado, de forma que o tênis seja adequado ao tipo de pisada, além de também ser recomendado alternar o tipo de solo em que se faz a atividade, pois assim é possível evitar que o impacto na região seja sempre elevado.

Não se deve ignorar a dor, sendo recomendado diminuir progressivamente o treino que esteja realizando e iniciar o repouso assim que surgir a dor na canela. Isso porque caso a atividade física continue a ser realizada, a inflamação pode se tornar mais grave e o tempo de recuperação maior.