Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

10 Diuréticos naturais para combater o Inchaço e a Retenção de Líquidos

Os diuréticos naturais podem ser encontrados em cápsulas e são ótimos para combater a retenção de líquidos ajudando a desinchar e por isso também são popularmente conhecidos por emagrecer.

No entanto, os diuréticos apesar de favorecer a eliminação de urina, combatendo o inchaço, não queimam gordura, mas como a água também pesa, é normal haver uma redução do peso na balança e as roupas podem ficar mais folgadas porque o volume corporal diminui.

10 Diuréticos naturais para combater o Inchaço e a Retenção de Líquidos

Exemplos de diuréticos naturais e como tomar

Alguns exemplos de remédios diuréticos naturais que podem ser encontrados em farmácias e drogarias são:

  1. Centelha asiática: É uma planta que atua como anti-inflamatório e estimulante da circulação sanguínea. É aconselhado tomar 1 ou 2 cáspulas até 3 vezes por dia, nas principais refeições.
  2. T_Sek: Contém abacaxi, hibisco, chá mate, chá branco, chá verde, colágeno e capim-limão. Para tomar basta diluir 1 saqueta em 400 ml de água e tomar em qualquer hora do dia.
  3. X-pel: Contém extrato de chá verde e de semente de guaraná. Pode tomar 4 cápsulas por dia.
  4. Drenative: Possui extrato de café verde e abacaxi e também tem ação termogênica que queima gordura. Tomar 1 cápsula por dia.
  5. Carqueja: Pode ser encontrado isolada ou em combinação com outras plantas com ação drenante, purifica o organismo e diminui as toxinas no sangue. Basta tomar 2 cápsulas por dia.
  6. Cavalinha: É um excelente diurético e anti-inflamatório natural que auxilia no processo de emagrecimento. Tomar no máximo 3 vezes ao dia. 
  7. Hibisco: Ajuda na eliminação de substâncias tóxicas e de líquidos acumulados no organismo. Tomar 500 mg de 1 a 2 vezes por dia. 
  8. Dente-de-leão: Aumenta a produção de urina sendo ótimo contra infecção urinária também. Tomar de 1 a 3 cápsulas por dia.
  9. Cáscara sagrada: Além da ação diurética, é estimulante e laxante. Tomar 1 ou 2 cápsulas por dia.
  10. Chá verde: Possui substâncias antioxidantes, flavonóides e catequinas, e além da ação diurética também ajuda na queima de gordura. Tomar 1 cápsula nas principais refeições.

Os diuréticos quando usados em excesso podem promover a desidratação e por isso sempre que tomar algum diurético deve-se aumentar a ingestão de água porque assim o corpo elimina uma maior quantidade de líquidos e de toxinas.

Quando tomar diuréticos

Os remédios diuréticos, mesmo que naturais, só devem ser usados sob orientação do médico ou do nutricionista, e podem ser usados para:

  • Eliminar o excesso de líquidos do corpo, durante a TPM, após um dia de excessos alimentares como num dia depois de ir a um churrasco, por exemplo;
  • Regular a pressão sanguínea porque diminui o excesso de água, facilitando a passagem do sangue pelas artérias;
  • Combater a celulite porque um dos fatores da sua permanência é a retenção hídrica;
  • Para prevenção e tratamento da infecção urinária porque quanto urina fizer, mais bactérias da uretra serão eliminadas;
  • Combater o inchaço das pernas e a sensação de pernas cansadas ou pesadas, devido as varizes;
  • Combater o linfedema, que é o inchaço que surge depois fazer alguma cirurgia.

Os diuréticos atuam diretamente sobre os rins impedindo que a água seja reabsorvida pelo corpo e assim ela é eliminada através da urina. Uma excelente forma de potencializar um diurético é logo depois da sua toma fazer, pelo menos, 40 minutos de atividade física porque a contração muscular estimula a circulação sanguínea, levando mais água para os rins.

Quando não tomar diuréticos

Os remédios diuréticos, ainda que naturais não são aconselhados para pessoas que possuem hipertensão e que já tomam remédios para controlar a pressão arterial, e para pessoas que possuem alguma alteração cardíaca porque nestes caso pode ser prejudicial à saúde. Os diuréticos também são contraindicados na gravidez e durante amamentação. 

Efeitos colaterais que podem surgir

Ao tomar diuréticos, mesmo que sejam naturais, podem surgir sintomas como falta de potássio no sangue, baixa concentração de sódio, dor de cabeça, sede, tontura, cãibras, diarreia e aumento do colesterol. 

Mais sobre este assunto:
Carregando
...