Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como fazer Dieta sem Iodo para tratamento do câncer de tireoide

A dieta sem iodo é normalmente feita durante o tratamento de câncer de tireoide, devendo ser iniciada cerca de duas semanas antes da iodoterapia. Alguns alimentos que devem ser evitados até o fim do tratamento com iodo radioativo são peixes de água salgada, frutos do mar e gema de ovo.

A restrição do iodo na alimentação é necessária para que as células da tireoide, inclusive as células do tumor, que possam ter ficado ainda no organismo após a cirurgia, fiquem ávidas por iodo. Assim, quando iodo radioativo, ou o iodo 131, entrar no organismo, as células malignas absorvem bastante iodo e acabam morrendo, completando assim o tratamento da doença.

Alimentos Proibidos

Como fazer Dieta sem Iodo para tratamento do câncer de tireoide

Os alimentos proibidos durante o tratamento de iodoterapia são aqueles ricos em iodo, contendo mais de 20 microgramas de iodo por porção, como:

  • Sal iodado, sendo necessário olhar no rótulo para ter a certeza de que o sal não contém iodo adicionado;
  • Salgadinhos industrializados;
  • Peixes de água salgada e algas, inclusive as algas que vêm com o sushi;
  • Frutos do mar como camarão, lagosta, marisco, ostra, lula, polvo, caranguejo;
  • Aditivos alimentares de origem do mar, como carrageninas, agar-agar, algina, alginato de sódio, nori;
  • Carne processadas como presunto, peito de peru, mortadela, salsicha, linguiça, carne do sol, bacon;
  • Soja e derivados, como tofu, leite de soja, molhos de soja;
  • Gema de ovo, molhos a base de ovos, molhos prontos para salada, maionese;
  • Gordura hidrogenada e produtos industrializados com ela, como biscoitos e bolos pronto;
  • Óleos vegetais de soja, coco, dendê, amendoim;
  • Temperos em cubos, catchup, mostarda, molho inglês;
  • Leite e derivados, como iogurte, requeijão, queijos em geral, manteiga, creme de leite, whey protein, caseína e alimentos que contenham produtos do leite;
  • Doces que contenham leite ou gema de ovo;
  • Massas: pães, pão de queijo, produtos de padaria em geral que levem sal ou ovo, bolachas e torradas que contenham sal ou ovos, biscoitos recheados e cereais matinais;
  • Frutas enlatadas ou em caldas e suco em pó ou industrializados;
  • Vegetais: agrião, aipo, couve de bruxelas, repolho e enlatados, como azeitona, palmito, picles, milho e ervilha;
  • Bebidas: chá mate, chá verde, chá preto, café instantâneo ou solúvel e refrigerantes à base de cola;
  • Corantes: evitar alimentos industrializados, pílulas e cápsulas nas cores vermelha, laranja e marrom.

Esses alimentos não serão proibidos por toda a vida, apenas durante o tratamento da doença.

Alimentos de consumo moderado

Como fazer Dieta sem Iodo para tratamento do câncer de tireoide

Esses alimentos contêm um teor moderado de iodo, variando de 5 a 20 microgramas por porção.

  • Carnes frescas: até 170g por dia de carnes como frango, bovino, porco, ovelha e vitela;
  • Grãos e cereais: pão sem sal, torrada sem sal, bolacha de água e farinha, massas sem ovo, arroz, aveia, cevada, farinha, milho e trigo. Esses alimentos devem ser limitados a 4 porções por dia, sendo que cada porção equivale a cerca de 2 garfadas de macarrão ou 1 pão por dia;
  • Arroz: também são permitidas 4 porções de arroz por dia, sendo a melhor variação o arroz Basmati. Cada porção tem cerca de 4 colheres de sopa de arroz.

O teor e iodo nesses alimentos varias de acordo com o local de cultivo e a forma de preparo para o consumo, sendo sempre mais vantagem cozinhar e produzir as refeições em casa ao invés de comer fora ou comprar o alimento já pronto no supermercado.

Alimentos Permitidos

Como fazer Dieta sem Iodo para tratamento do câncer de tireoide

Para substituir os alimentos proibidos durante o tratamento de iodoterapia, deve-se preferir o consumo dos seguintes alimentos:

  • Sal não iodado;
  • Peixes de água doce;
  • Clara de ovo;
  • Leguminosas: feijão, ervilha, lentilha, grão-de-bico;
  • Gorduras: óleo de milho, óleo de canola, óleo de girassol, azeite, margarina sem sal;
  • Doces: açúcar, mel, geleia, gelatina, balas e sorvetes de frutas sem corante vermelho;
  • Temperos: alho, pimenta, cebola, salsa, cebolinha e ervas naturais frescas ou desidratadas;
  • Frutas frescas, secas ou sucos naturais, exceto cerejas ao marrasquino;
  • Bebidas: cafés e chás não instantâneos, refrigerantes sem corante vermelho #3;
  • Pipoca caseira sem sal.

Esses alimentos são os que podem ser consumidos nas duas semanas que antecedem o tratamento de iodoterapia, ou de acordo com o tempo recomendado pelo médico.

Cardápio da dieta sem iodo

A tabela a seguir traz um exemplo de cardápio de 3 dias da dieta de preparação para a iodoterapia:

RefeiçãoDia 1Dia 2Dia 3
Café da manhãcafé de filtro + 1 tapioca com frango1 xícara de café de filtro + cuscuz com carne moídamingau de aveia feito com leite de amêndoas
Lanche da manhã1 fruta amassada ou cozida + 1 col de sopa de aveia1 copo de suco verde1 fruta + 10 castanhas de caju
Almoço/Jantar4 col de arroz + 2 col de feijão + frango ao molho de tomate caseiro + salada de alface, tomate e cenouralegumes salteados - berinjela, espinafre, tomate, brócolis, pimentão, tomate, cebola - temperados com azeite, orégano e sal não iodadopeixe (de rio) ao forno com azeite e batatas assadas ou macarrão de abobrinha da Tati com tomate e orégano ou manjericão 
Lanche da Tarde1 copo de suco de manga + biscoito de polvilho doce (sem sal)Vitamina de mamão feita com leite de cocoAbacatada feita com leite de aveia e mel

Além dos cuidados com a alimentação, durante a preparação para o tratamento também é necessário evitar alguns medicamento que contêm iodo e produtos de cosmética como esmalte de unha, tintura de cabelo e bronzeadores. Veja mais sobre os outros cuidados e os efeitos do iodo radioativo no organismo.

Confira estas e outras dicas no vídeo seguinte:

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...