Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como fazer a Dieta Cetogênica para emagrecer

Para fazer a dieta cetogênica, deve-se eliminar todos os alimentos ricos em carboidratos como pão e arroz, e aumentar principalmente o consumo de alimentos ricos em gorduras, mantendo também uma boa quantidade de proteínas na alimentação. Esta dieta funciona para emagrecer porque, desta forma, o organismo passa a utilizar a própria gordura como fonte de energia ao invés do carboidrato que vem da alimentação. 

Esse tipo de alimentação é indicado principalmente para controlar e prevenir convulsões e crises de epilepsia, no entanto, ela também vem sendo utilizada para acelerar a perda de peso e, em alguns casos, para o tratamento de câncer, pois as células cancerígenas se alimentam principalmente de carboidrato, que é o nutriente retirado na dieta cetogênica.

É importante que esta dieta seja feita com a supervisão e orientação de um nutricionista, já que é necessário fazer uma avaliação nutricional completa para saber se é possível ou não realizá-la.

Veja como fazer a dieta cetogênica para tratar a epilepsia ou durante o tratamento do câncer.

Como fazer a Dieta Cetogênica para emagrecer

Como funciona

A dieta cetogênica consiste em uma redução drástica de carboidratos na alimentação, para cerca de 10 a 15%, que participarão apenas de 10 a 15% das calorias diárias totais. No entanto, esta quantidade pode variar de acordo com o estado de saúde, tempo de duração da dieta, objetivos de cada pessoa e peso que se pretende alcançar.

Para compensar a redução de carboidratos, deve-se ter um grande aumento no consumo de gorduras, representada por alimentos como abacate, coco, sementes, creme de leite, azeite, amendoim, castanhas, nozes e amêndoas.  Além disso, quantidade de proteína também deve aumentar até constituir cerca de 20% da alimentação, sendo necessário comer carne, frango ou peixe no almoço e no jantar, e incluir ovo e queijos nos lanches.

Quando se inicia esta dieta, o organismo passa por um período de adaptação que pode durar desde alguns dias até algumas semanas, no qual o corpo se adapta para produzir energia através da gordura, em vez dos carboidratos. Assim, é possível que, nos primeiros dias, surjam sintomas como cansaço excessivo, letargia e dor de cabeça, que acabam por melhorar quando o corpo está adaptado.

Outra dieta muito semelhante à cetogênica é a dieta low carb, sendo que a principal diferença é que na dieta cetogênica se faz um uso muito maior de gorduras para compensar a falta de carboidratos.

Alimentos permitidos e proibidos

A tabela a seguir traz a lista de alimentos que pode e não se pode comer na dieta cetogênica.

PermitidosProibidos
Carnes, ovos e peixes gordos, como salmão, truta ou sardinhaArroz, macarrão, milho, cereais, aveia e maisena
Embutidos como presunto, linguiça e baconFeijão, soja, ervilha, lentilhas grão-de-bico
Azeite, óleos, manteiga, margarinaFarinha de trigo

Creme de leite, Iogurte natural e sem açúcar, leite de coco, leite de amêndoa, queijo cottage, queijo creme, catupiry, queijo brie, parmesão, queijo feta, cheddar, queijo suiço, mozzarella e queijo azul

Pão, torradas
Amendoim, noz, avelã, castanha do Pará, amêndoas, manteiga de amendoim, manteiga de amêndoaBatata
Frutas como morangos, amoras, framboesas, arando, cerejas, abacate ou cocoBolos, doces, biscoitos, chocolate, balas
Legumes e verduras, como espinafre, alface, brócolis, pepino, cebola, abobrinha, couve-flor, aspargos, chicória vermelha, repolho, pak choi, couve, aipo ou pimentãoAçúcar refinado, açúcar mascavo, gelados, batidos, adoçantes
Sementes como linhaça, chia, girassolAchocolatado em pó, leite, produtos dietéticos e processados
Molhos como maionese e mostardaPizza, lasanha
Stevia, azeitonasBebidas alcoólicas

Neste tipo de dieta, sempre que se consumir um alimento é muito importante observar a informação nutricional para verificar se contém carboidratos e qual a quantidade, de forma a não ultrapassar a quantidade de carboidratos que foi calculada para cada dia.

Cardápio exemplo da dieta Cetogênica

A tabela a seguir traz o exemplo de um cardápio completo de 3 dias da dieta cetogênica:

RefeiçãoDia 1Dia 2Dia 3
Café da manhãOvos fritos com manteiga + Queijo mozzarellaOmelete feito com 2 ovos e recheio de legumes + 1 copo de suco de morango coado, com sementes de linhaça1 copo de abacate batido com iogurte natural e chia
Lanche da manhãAmêndoas + fatias de abacateVitamina de morango com leite de coco + nozesFramboesas + 1 col de pasta de amendoim

Almoço/

Jantar

Salmão acompanhado de aspargos + abacate + azeiteSalada de legumes com alface, cebola e frango + amêndoas + azeite + parmesãoAlmôndegas com macarrão de abobrinha e queijo parmesão
Lanche da tardeAzeitonasOvos fritos na manteiga + queijo cheddarOvos mexidos com salsicha

É importante lembrar que a dieta cetogênica deve ser prescrita por um profissional nutricionista, já que, além de calcular a quantidade total de carboidratos também ajuda a entender a quantidade de carboidratos em cada alimento.

Da mesma forma, por ser uma dieta com várias restrições, pode ser necessário que o nutricionista indique uma suplementação em vitaminas ou minerais.

Assista o vídeo seguinte e saiba mais sobre dieta cetogênica:

Dieta cetogênica cíclica

A dieta cetogênica cíclica ajuda a manter um bom seguimento da dieta e uma boa perda de peso, ajudando a fornecer energia para a prática de exercícios físicos.

Neste tipo, deve-se seguir o cardápio da dieta cetogênica por 5 dias consecutivos, que são seguidos por 2 dias em que é permitido consumir alimentos com carboidratos, como pão, arroz e macarrão. No entanto, alimentos como doces, sorvetes, bolos e outras produtos ricos em açúcares devem continuar fora do cardápio.

Contraindicações

A dieta cetogênica é contraindicada para pessoas com mais de 65 anos, crianças e adolescentes, grávidas e mulheres a amamentar. Além de também precisar ser evitada por pessoas com risco aumentado de cetoacidose, como diabéticos tipo 1, diabéticos tipo 2 descontrolados, pessoas com baixo peso ou com histórico de doenças no fígado, rins ou alterações cardiovasculares, como AVC. Também não é indicado para pessaos com pedra na vesícula ou que estejam fazendo tratamento com medicamentos à base de cortisona.

Nestes casos, a dieta cetogênica deve ser autorizada pelo médico e seguida com acompanhamento de um nutricionista.


Bibliografia

  • SANYAI Kalra et al. The Ketogenic Diet. US Endocrinology. 2. 14; 62-64, 2018
Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem