12 dicas naturais para aliviar a tosse seca

Para aliviar a tosse seca naturalmente, é importante manter o corpo hidratado bebendo bastante líquido ou chás mornos, além de gargarejar com água morna e sal e manter o ambiente umidificado, pois ajudam a manter as vias aéreas hidratadas e diminuir a irritação da garganta.

A tosse seca pode ser causada por alergias respiratórias, como a rinite alérgica, gripes, sinusite, faringite, exposição à poluição ou fumaça do cigarro, ou até asma ou COVID-19. Veja outras causas da tosse seca e o que fazer.  

Essas dicas naturais podem ser feitas em casa para ajudar a aliviar a tosse seca e complementar o tratamento indicado pelo médico, após avaliação e diagnóstico da causa da tosse seca.

Imagem ilustrativa número 1

12 dicas naturais para aliviar a tosse seca

Algumas dicas que ajudam a aliviar a tosse seca são:

1. Beber bastante água

Beber água aumenta a hidratação e umidificação da garganta e das vias respiratórias, além de reduzir a viscosidade de mucos e diminuir a irritação da garganta, ajudando a aliviar a tosse seca. 

Por isso, é recomendado beber pelo menos 2 litros de água por dia em pequenos goles. Para pessoas com dificuldade em tomar água, uma boa opção é adicionar o suco de meio limão na água para dar sabor e facilitar a ingestão.

2. Tomar chás mornos

Tomar chás mornos ajuda a manter o corpo aquecido e hidratar as vias aéreas, diminuindo a irritação da garganta e, assim, aliviar a tosse seca.

Desta forma, pode-se fazer chás com plantas medicinais, como o chá de gengibre e alho, o chá de limão e mel ou o chá de anis estrelado, pois têm propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, além de aumentar as defesas naturais do organismo, ajudando a combater gripe, faringite ou sinusite, por exemplo, que podem causar tosse seca. Veja como preparar os chás para tosse.  

Além disso, pode-se também comer refeições mornas, como sopas ou caldos, pois ajudam a desobstruir o nariz e a diminuir a dor e a irritação da garganta.

3. Fazer gargarejo com água morna e sal

O gargarejo com água morna com sal tem ação anti-inflamatória e antibacteriana, ajudando a aliviar a tosse seca e a remover bactérias que podem causar inflamação e infecção da garganta. 

Para fazer o gargarejo com água morna e sal, deve-se colocar uma colher de chá de sal em um copo de água morna e misturar. Fazer o gargarejo várias vezes ao dia. 

4. Fazer repouso

Fazer repouso é importante para ajudar o sistema imunológico a combater inflamações ou infecções, como gripe, sinusite ou faringite, por exemplo, e aliviar os sintomas, inclusive a tosse seca.

No caso da COVID-19, além de repouso, deve-se fazer o isolamento para evitar a transmissão para outras pessoas. Nos casos em que há dificuldade para respirar, é importante ir para o hospital para que seja feito um raio X de tórax e avaliar a necessidade de internamento hospitalar. Confira mais detalhes do tratamento para COVID-19.

5. Evitar alimentos e bebidas muito geladas ou muito quentes 

Alimentos muito quentes ou muito gelados podem aumentar a irritação da garganta e piorar a tosse seca, por isso, deve-se evitar as temperaturas muito extremas, dando preferência a alimentos e bebidas mornos ou à temperatura ambiente.

6. Evitar substâncias irritantes

Algumas substâncias como álcool, cafeína e cigarro podem aumentar a irritação na garganta, levando à piora da tosse seca, e por isso, deve-se evitar fumar e consumir bebidas contendo cafeína, como café, chá preto ou chá verde, ou bebidas alcoólicas, como cerveja, vinho ou uísque, por exemplo.

Além disso, deve-se evitar contato com pólen, poeira ou pelos de animais domésticos ou produtos químicos como, perfumes, desinfetantes de limpeza e até cloro de piscina, no caso de pessoas que têm rinite alérgica, pois podem causar crises ou piorar a tosse seca e outros sintomas da doença. Confira os principais sintomas da rinite alérgica.

7. Usar um umidificador

O umidificador no ambiente é recomendado, especialmente quando o ar está muito seco, pois aumenta umidade do ar, reduzindo a irritação ou inflamação da garganta, além de abrir as vias respiratórias, ajudar a liberar o catarro e facilitar a respiração, ajudando a aliviar a tosse seca. Veja outras formas para umidificar o ar em casa.

8. Fazer inalação 

No caso de não se ter um umidificador em casa, pode-se fazer a inalação do vapor de água, pois ajuda a hidratar, umidificar e relaxar as vias respiratórias, aliviando a tosse seca.

Para fazer a inalação, deve-se colocar água fervente numa bacia e, em seguida, cobrir a cabeça com uma toalha aberta, de modo que cubra também a bacia contendo com água quente e inspirar o vapor da água por 5 a 10 minutos. Deve-se ter o cuidado de não aproximar muito o rosto da água quente, para evitar queimaduras.

Em crianças com mais de 7 anos, a inalação deve ser sempre feita com supervisão de um adulto, mesmo que a criança já tenha feito outras inalações anteriores, uma vez que existe um grave risco de queimadura.

Além disso, pode-se também adicionar o óleo essencial de eucalipto na água quente para fazer a inalação, pois tem propriedades expectorantes, mucolíticas e anti-inflamatórias, que ajudam a estimular a respiração, aliviar a tosse, aumentar a eliminação de catarro e relaxar os músculos respiratórios. Veja como fazer a inalação com eucalipto.  

Outra forma de fazer a inalação é tomar um banho quente, respirando o vapor da água.

9. Manter o ambiente limpo

Manter o ambiente limpo e arejado, ajuda a prevenir ou controlar a rinite alérgica, uma vez que é comumente causada por alergia à poeira, ácaros ou fungos, por exemplo, resultando em tosse seca, espirros constantes ou coriza. 

Desta forma, é recomendado remover a poeira dos móveis e chão com pano úmido, retirar os tapetes, cortinas, almofadas e outras decorações que acumulem poeira e lavar a roupa de cama pelo menos 1 vez por semana.

10. Fazer lavagem nasal com soro fisiológico

A lavagem nasal com soro fisiológico 0,9% é uma boa forma de aliviar a tosse seca causada pela sinusite ou pelo acúmulo de secreções no nariz ou seios nasais, pois ajuda a eliminar o excesso de catarro, deixando-o mais líquido e mais fácil de eliminar, o que ajuda a aliviar a tosse seca. Veja outras formas naturais de combater a sinusite.

Para fazer a lavagem nasal, deve-se encher uma seringa com cerca de 10 a 20 mL de soro fisiológico 0,9% estéril, inclinar o corpo para frente e a cabeça ligeiramente para o lado. Em seguida, posicionar a seringa na entrada de uma narina e pressionar até que o soro saia pela outra narina. 

É importante manter a boca aberta e também respirar pela boca durante a lavagem com o soro, além de não inspirar o soro, e assoar o nariz logo a seguir. 

Assista o vídeo com o enfermeiro Manuel Reis sobre como fazer a lavagem do nariz corretamente:

11. Comer alimentos ricos em vitamina C

Os alimentos ricos em vitamina C, como morango, laranja ou brócolis, por exemplo, possuem propriedades antioxidantes, ajudando a combater os radicais livres que podem causar danos nas células e levar à inflamação. 

Além disso, a vitamina C dos alimentos ajuda a fortalecer o sistema imunológico, ajudando a combater microrganismos como vírus, bactérias e fungos, que podem causar gripes, resfriados, dor de garganta e alergias, que podem causar a tosse seca. Confira a lista completa de alimentos ricos em vitamina C.

12. Comer um quadradinho de chocolate amargo

O chocolate amargo pode ajudar a aliviar a irritação e a dor de garganta, que podem causar tosse seca, pois é rico em flavonoides anti-inflamatórios, além de ajudar a lubrificar a garganta.

Para utilizar as propriedades do chocolate para a dor de garganta, deve-se chupar um quadradinho de chocolate amargo e engolir aos poucos. Outra opção de chocolate é o chocolate amargo com hortelã. Veja outros benefícios do chocolate para a saúde.

Quando ir ao médico

É importante consultar o otorrinolaringologista ou o pneumologista, nos seguintes casos:

  • Tosse seca persistente;
  • Tosse com sangue;
  • Febre;
  • Dor no peito;
  • Dificuldade para respirar;
  • Respiração curta;
  • Falta de ar;
  • Chiado ao respirar;
  • Dor de garganta;
  • Dificuldade para engolir;
  • Rouquidão;
  • Cansaço excessivo.

Além disso, no caso de asma, deve-se ir ao pronto socorro caso a pessoa tenha uma crise de asma, pois os sintomas tendem a ser bastante intensos e a surgir rapidamente, em poucos minutos, e assim, realizar o tratamento o mais rápido possível para evitar complicações. Veja como é feito o tratamento da crise de asma.

Cuidar da sua saúde nunca foi tão fácil!

Marque uma consulta com nossos Otorrinolaringologistas e receba o cuidado personalizado que você merece.

Marcar consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.

Foto de uma doutora e um doutor de braços cruzados esperando você para atender

Vídeos relacionados