Crise de asma: sintomas, o que fazer e como evitar que aconteça

Atualizado em julho 2023

A crise de asma é um episódio de sintomas intensos, com tosse, dificuldade para respirar e chiado, que pode surgir de repente ou ir se desenvolvendo ao longo de algumas horas.

Por norma, a crise de asma acontece quando a pessoa asmática entra em contato com alguma substância alergénica, como pelo de animais, poeira ou mofo, mas também pode acontecer devido a uma infecção pulmonar, mudanças do clima, uso de medicamentos ou exercício físico intenso.

Para aliviar a crise de asma é importante que a pessoa fique calma, numa posição confortável e faça uso da bombinha. Quando a bombinha não está por perto, é recomendado que seja chamada a ajuda médica. A crise de asma pode ser bastante grave, por isso, é aconselhado começar o tratamento assim que possível.

Imagem ilustrativa número 1

Principais sintomas

A crise de asma normalmente causa sintomas como:

  • Falta de ar;
  • Tosse;
  • Sensação de aperto no peito;
  • Chiado ao respirar;
  • Respiração acelerada;
  • Cansaço.

Outros sintomas que podem surgir e que são sugestivos de um agravamento da crise de asma são coloração azulada dos lábios, unhas ou da pele, confusão mental ou perda de consciência. Veja mais sobre os sintomas de asma.

Estes sintomas tendem a ser bastante intensos e a surgir rapidamente, em poucos minutos. Ainda assim, existem situações em que a crise pode ir se desenvolvendo em algumas horas ou dias, especialmente quando é causada por infecções ou uso de medicamentos.

É importante que sempre que existir suspeita de uma crise de asma, a pessoa vá imediatamente ao hospital e consulte um pneumologista para que seja feita uma avaliação e ajustado o tratamento, se necessário.

Marque uma consulta com o pneumologista mais próximo usando a ferramenta a seguir:

Cuidar da sua saúde nunca foi tão fácil!

Marque uma consulta com nossos Pneumologistas e receba o cuidado personalizado que você merece.

Marcar consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.

Foto de uma doutora e um doutor de braços cruzados esperando você para atender

O que fazer para crise de asma

O que se deve fazer durante uma crise de asma é:

  1. Acalmar a pessoa e ajudá-la a sentar-se numa posição confortável;
  2. Pedir para que a pessoa se incline ligeiramente para a frente, colocando os cotovelos repousados nas costas de uma cadeira, se possível, para facilitar a respiração;
  3. Verificar se a pessoa possui algum remédio para asma, ou bombinha, e dar o medicamento. Veja como aplicar uma bombinha de asma;
  4. Chamar uma ambulância, ligando para o 192, caso a pessoa deixe de respirar ou não possua uma bombinha por perto. 

No caso de a pessoa desmaiar e não estiver respirando, deve-se iniciar a massagem cardíaca para manter o coração funcionando e ajudar a salvar a vida. Veja como fazer corretamente a massagem cardíaca.

O que fazer quando a bombinha não está por perto

Nos casos em que não existe uma bombinha de asma por perto, é aconselhado ficar parado na mesma posição até à chegada da ajuda médica, para que o corpo não gaste rapidamente o pouco oxigênio que está entrando nos pulmões.

Além disso, é recomendado afrouxar as roupas que podem causar obstrução da respiração, manter a calma e tentar ajudar a pessoa a respirar lentamente, inspirando pelo nariz e soltando o ar pela boca, até que a ajuda médica chegue.

Como evitar uma crise de asma

Para evitar as crises de asma é importante identificar quais os fatores que pioram os sintomas e depois tentar evitá-los durante o dia-a-dia. Alguns dos fatores mais comuns incluem poluição, alergias, ar frio, poeira, cheiros fortes ou fumaça. Veja outros truques fundamentais para evitar as crises.

Além disso, situações de resfriado, gripe ou sinusite, por exemplo, também podem causar o surgimento de sintomas mais intensos de asma, facilitando as crises.

Assim, é fundamental manter o tratamento indicado pelo médico mesmo quando os sintomas já não aparecem há muito tempo, pois ajudam a evitar o surgimento de novas crises. Uma boa dica é manter sempre uma "bombinha" extra por perto, mesmo que já não seja necessária, de forma a que possa ser utilizada em momentos de crise ou emergência.

O que comer

As crises de asma também podem ser evitadas através da alimentação, por meio do consumo de alimentos anti-inflamatórios que ajudam a controlar a inflamação do pulmão e aliviar os sintomas de asma.

Confira no vídeo a seguir como deve ser a alimentação para a asma:

youtube image - O que comer para asma