Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Tratamento para Rinite Alérgica

O tratamento para rinite alérgica deve englobar aspectos relacionados à limpeza do local onde a pessoa vive ou passa a maior parte do seu tempo e através de remédios e toma de vacinas antialérgicas.

Inicialmente deve-se sempre prevenir a ocorrência das crises evitando o contato com os agentes que causam os  sintomas alérgicos. Se a pessoa ainda não sabe quais são os alérgenos, a partir dos 10 anos já pode realizar testes de alergia de pele para identificá-los.

As vezes é difícil evitar completamente todos os causadores das alergias, mas algumas medidas podem ser tomadas para diminuir a exposição, tais como:

  • Evitar passear pelo campo ou deixar as janelas muito tempo abertas nos meses de Primavera;
  • Manter a casa limpa, evitando objetos que acumulam pó;
  • Usar tecidos de algodão em vez de lã ou ou sintéticos;
  • Eliminar a umidade;
  • Evitar animal de estimação e fumaça de cigarro.

Tratamento medicamentoso para Rinite

O tratamento medicamentoso para Rinite deve ser prescrito pelo médico, sempre que a prevenção e o afastamento dos alérgenos não são eficazes. O tratamento vai depender do tipo e da gravidade dos sintomas, da idade e da existência de doenças associadas. Normalmente são utilizados os seguintes medicamentos:

  • Anti-histamínicos orais - bloqueiam os efeitos da histamina que causam a Rinite Alérgica.  Normalmente melhoram os sintomas como espirros, coceira e coriza, mas não são tão eficazes contra a congestão nasal. Normalmente são tomados em comprimidos e podem causar alguma sonolência, dificultando o aprendizado e concentração nas crianças, sendo fundamental o aconselhamento médico. Os mais comuns são: Loratadina, desloratadina, cetirizina, levocetirizina, difenidramina, clemastina e fexofenadina. Dentre esses, novas fórmulas que contêm loratadina e cetirizina, causam pouca ou nenhuma sonolência.
  • Descongestionantes nasais: ajudam a reduzir os sintomas da congestão nasal, reduzindo as secreções, mas não devem ser usados por mais de três dias consecutivos pois podem causar dependência.As substâncias mais usadas são pseudoefedrina, fenilefrina e oximetazolina.
  • Corticoides nasais: normalmente são o tratamento mais eficaz para a Rinite Alérgica e funcionam muito bem quando utilizados na sua prevenção, ou seja, podem ser usados fora das crises. As opções são: fluticasona, mometasona, budesonida, flunisolida, triancinolona e beclometasona.
  • Vacinas contra alergia: são recomendadas se os causadores da alergia não puderem ser evitados e os sintomas forem difíceis de controlar. Consiste na toma de injeções regulares do alérgeno, administrado em doses crescentes, ajudando o corpo a se adaptar ao antígeno. Atualmente só existe para os alérgenos mais comuns, como pólen, ácaros, pelo de animais, dentre outros. O tratamento dura alguns anos e não deve ser interrompido sob o risco da perda de eficácia.

Tratamento natural para rinite

O tratamento natural para rinite pode ser feito através de cuidados com a higiene das narinas várias vezes ao dia, com solução salina ou soro fisiológico, a fim de remover o muco do nariz. Pode-se também tomar suco de abacaxi com maçã e mel duas vezes ao dia, fazer banho de vapor com chá de eucalipto e sal toda noite antes de dormir e fazer inalações com própolis em spray.

Para diminuir os sintomas de rinite experimente este suco: Remédio natural para rinite.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...