Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Tratamento para Derrame articular

O derrame articular consiste no acúmulo de líquido em uma articulação do corpo, provocado por pancadas, quedas, infecções ou doenças articulares crônicas, como artrite reumatoide ou gota. Popularmente é chamado de 'água no joelho'.

Geralmente, o derrame articular é mais frequente no joelho, devido ao uso excessivo desta articulação para correr ou caminhar, por exemplo, causando inchaço do joelho. Porém, o derrame pode surgir em qualquer articulação do corpo como tornozelo, ombro ou quadril.

O derrame articular tem cura e, normalmente, o tratamento é feito com fisioterapia para facilitar a absorção do líquido, reduzindo seus sintomas. Em casa, a pessoa pode colocar uma compressa fria por 15 minutos para diminuir o inchaço local. Veja: Quando usar compressa quente ou fria.

Tratamento para Derrame articular

7 passos para tratar o derrame articular

O tratamento do derrame articular deve ser orientado por um ortopedista ou fisioterapeuta e pode ser feito com:

1. Proteção e repouso: Enquanto a dor persistir deve-se proteger a articulação dolorida. Por exemplo: quando o joelho é afetado deve-se usar muletas ou joelheiras até que possa andar sem sentir dor;

2. Aplicar gelo: As compressas de gelo picado são úteis para desinchar e aliviar a dor. Deixe atuar durante 15 minutos, colocando um pano fino em volta do saco de gelo para não queimar a pele;

3. Enfaixar: Enfaixar a articulação dolorida com uma gaze fazendo uma ligeira pressão ajuda a controlar o inchaço;

4. Elevar o membro afetado: Se os joelhos estiverem inchados você deve deitar na cama ou no sofá e colocar uma almofada por baixo do joelho para que a perna fique inclinada para cima;

5. Massagem: A massagem realizada no sentido dos pés para o quadril é eficiente para aliviar a dor e o inchaço;

6. Remédios anti-inflamatórios: O médico pode receitar Ibuprofeno ou Diclofenaco, ajudam a reduzir a inflamação da articulação, diminuindo a dor. Estes remédios podem ser tomados na forma de comprimidos ou através de injeção (inflitração) na articulação afetada. Também pode ajudar tomar o chá de sucupira porque ele contém propriedade anti-inflamatórias, anti-reumática e analgésicas. Veja mais em: Chá de sucupira para artrose e reumatismo.

7. Aspiração do líquido: Pode ser utilizado nos casos mais graves para retirar o excesso de líquido com uma agulha no consultório do médico ou no hospital.

Fisioterapia para derrame articular

A fisioterapia consiste no prática de exercícios que ajudam a fortalecer a articulação e a melhorar a circulação sanguínea, drenando o excesso de líquido. Este exercícios devem estar adequados à articulação afetada e, por isso, é importante receber orientação de um fisioterapeuta.

Inicialmente os exercícios devem ser feitos de forma lenta e progressiva e também é importante usar a técnica de mobilização articular, que consiste em pequenos movimentos articulares que aumentam a lubrificação intra-articular e diminuem os estalidos.

Exercícios 

Exercício 1Exercício 1
Exercício 2Exercício 2
Exercício 3Exercício 3

Alguns exercícios para derrame articular no joelho, que podem ser indicados pelo fisioterapeuta, incluem:

  1. Ficar de pé e depois dobrar lentamente o joelho afetado, como mostra a imagem 1, e repetir 8 a 10 vezes, por 3 séries;
  2. Sentar numa cadeira com os dois pés no chão e esticar, lentamente, a perna com o joelho afetado 10 vezes, repetindo por 3 séries;
  3. Deitar numa cama e colocar uma toalha enrolada por baixo do joelho afetado, depois empurrar a perna para baixo sem dobrar o joelho e repetir 8 a 10 vezes, repetindo por 3 séries.

É recomendado fazer intervalos de 30 segundos entre cada série de exercícios para evitar desgaste excessivo da articulação e piora dos sintomas.

Veja o que pode fazer em casa para tratar o joelho.

Sintomas do derrame articular

Os sintomas do derrame articular podem incluir:

  • Inchaço da articulação afetada;
  • Dor na articulação afetada;
  • Dificuldade em movimentar a articulação afetada.

Os sintomas podem variar de intensidade dependendo do tipo de ocupação do indivíduo. O diagnóstico do derrame articular é feito pelo ortopedista através da observação dos sintomas e de exames como o raio-X ou ressonância magnética.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...