Cuidados para recuperar da cirurgia na coluna

Revisão clínica: Marcelle Pinheiro
Fisioterapeuta
junho 2022

Após cirurgia de coluna, seja cervical, lombar ou torácica, é importante ter alguns cuidados para evitar complicações, mesmo que não haja mais dor, como não levantar pesos, dirigir e nem realizar movimentos bruscos. 

Os cuidados pós operatórios melhoram a recuperação, diminuem a dor pós cirurgia e diminuem as chances de complicações, como má cicatrização ou movimentação dos parafusos colocados na coluna. Além desses cuidados, é indicada a realização de fisioterapia para que a recuperação seja mais rápida e eficaz e, assim, melhore a qualidade de vida, além do uso de medicamentos para controlar a dor de acordo com a orientação médica. Veja quais são os cuidados gerais após qualquer cirurgia.

Atualmente há alguns procedimentos cirúrgicos que podem ser realizados na coluna que são pouco invasivos, podendo a pessoa sair do hospital andando em 24 horas, no entanto, isso não significa que não devem ser tomados cuidados. Normalmente a recuperação completa dura em média 3 meses e nesse período deve-se seguir as recomendações médicas.

Principais cuidados após a cirurgia 

Os cuidados após a cirurgia podem variar de acordo com o local da coluna que foi realizada, sendo os principais:

1. Coluna cervical

Os cuidados após a cirurgia da coluna cervical durante 6 semanas após cirurgia para evitar complicações e incluem:

  • Não fazer movimentos rápidos ou repetitivos com o pescoço;
  • Subir escadas lentamente, um degrau de cada vez, segurando no corrimão;
  • Evitar levantar objetos mais pesados que um caixa de leite nos primeiros 60 dias;
  • Não dirigir nas primeiras 2 semanas.

Em alguns casos, o médico pode recomendar o uso constante de colar cervical por 30 dias, mesmo para dormir. No entanto, ele pode ser removido para tomar banho e trocar de roupa.

2. Coluna torácica

Os cuidados após cirurgia na coluna torácica podem ser necessários durante 2 meses e podem incluir:

  • Iniciar pequenas caminhadas de 5 a 15 minutos por dia, 4 dias após a cirurgia e evitando rampas, escadas ou piso irregular;
  • Evitar ficar mais de 1 hora sentado;
  • Evitar levantar objetos mais pesados que uma caixa de leite nos primeiros 2 meses;
  • Evitar contato íntimo durante cerca de 15 dias;
  • Não dirigir durante 1 mês.

A pessoa pode voltar para o trabalho cerca de 45 a 90 dias após a cirurgia, além disso o ortopedista realiza exames de imagens periódicas, como raio-X ou ressonância magnética, com o objetivo de avaliar a recuperação da coluna, orientando os tipos de atividades que podem ser iniciadas.

3. Coluna lombar

O cuidado mais importante após uma cirurgia da coluna lombar é evitar torcer ou dobrar as costas, no entanto, outros cuidados incluem:

  • Fazer pequenas caminhadas só depois de 4 dias da cirurgia, evitando rampas, escadas ou piso irregular, aumentando o tempo de caminhada para 30 minutos 2 vezes por dia;
  • Colocar uma almofada atrás das costas quando sentar, para apoiar a coluna, mesmo no carro;
  • Evitar ficar mais de 1 hora seguida na mesma posição, seja sentado, deitado ou em pé;
  • Evitar contato íntimo durante os primeiros 30 dias;
  • Não dirigir durante 1 mês.

A cirurgia não impede o surgimento do mesmo problema em outro local da coluna e, por isso, os cuidados ao agachar ou pegar objetos pesados devem ser mantidos mesmo depois da recuperação total da cirurgia. A cirurgia da coluna lombar é mais comum nos casos escoliose ou hérnia de disco, por exemplo. Saiba quais são os tipos de cirurgia para hérnia de disco e possíveis riscos.

Além disso, para prevenir infecções respiratórias e evitar o acúmulo de secreções nos pulmões deve-se realizar exercícios respiratórios. Veja quais são os 5 exercícios para respirar melhor depois da cirurgia.

Quando a cirurgia de coluna é indicada

A cirurgia na coluna pode ser indicada em algumas situações, como:

  • Hérnia de disco;
  • Escoliose;
  • Cifose;
  • Fraturas;
  • Desgaste dos discos intervertebrais;
  • Compressão dos nervos na coluna;
  • Estreitamento (estenose) do canal vertebral;
  • Tumor na coluna;
  • Infecção na coluna.

A cirurgia da coluna deve ser indicada pelo ortopedista de acordo com as características da coluna e gravidade da alteração identificada, o que é observado por meio da realização de exames de imagem como raio-X da coluna, ressonância magnética ou tomografia computadorizada, além de ser também levado em consideração a intensidade dos sintomas e hábitos de vida da pessoa.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Equipe Editorial do Tua Saúde, em junho de 2022. Revisão clínica por Marcelle Pinheiro - Fisioterapeuta, em junho de 2022.
Revisão clínica:
Marcelle Pinheiro
Fisioterapeuta
Formada em Fisioterapia pela UNESA em 2006 com registro profissional no CREFITO- 2 nº. 170751 - F e especialista em dermatofuncional.

Tuasaude no Youtube

  • O que fazer para aliviar a dor nas costas

    02:58 | 766700 visualizações