Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.

8 formas naturais de tratar a dor de garganta na gravidez

A dor de garganta na gravidez pode ser tratada com medidas simples e caseiras, como gargarejos com água morna e sal, suco e chá de romã ou até mesmo ingestão de alimentos com vitamina C, como laranja, tangerina e limão, que ajudam a aumentar as defesas do organismo e, consequentemente, a combater a inflamação ou infecção mais rápido.

Normalmente, com as medidas caseiras, a inflamação da garganta melhora em cerca de 3 dias. No entanto, caso os sintomas persistam, é importante consultar o obstetra para que observe se há pus na garganta e indicar o tratamento mais adequado. 

8 formas naturais de tratar a dor de garganta na gravidez

A garganta inflamada na gravidez pode ser tratada com medidas caseiras que ajudam a aliviar a dor e a inflamação da garganta e que incluem:

1. Gargarejo com água morna e sal 

O gargarejo de água morna com sal tem ação anti-inflamatória e antibacteriana, ajudando a aliviar a dor de garganta e a remover bactérias que podem causar inflamação e infecção da garganta. 

Para fazer o gargarejo com água morna e sal, deve-se colocar uma colher de chá de sal em um copo de água morna e misturar. Fazer o gargarejo várias vezes ao dia.

O gargarejo com água morna e sal deve ser feito com precaução nos casos da grávida ter pressão alta ou uma dieta que limita o consumo de sal. Nestes casos, recomenda-se consultar o médico obstetra antes de fazer o gargarejo.

2. Chá de gengibre com limão

O chá de gengibre com limão possui propriedades analgésicas e anti-inflamatórias, reduzindo a dor e a produção de substâncias inflamatórias, como as prostaglandinas, além de aumentar as defesas naturais do organismo, aliviando a dor de garganta. O chá de gengibre pode ser usado na gravidez, desde que não ultrapasse 1 grama de raiz seca por dia por um período máximo de 4 dias.

Ingredientes

  • 1 casca de 4 cm de 1 limão galego ou normal;
  • 1 cm de gengibre;
  • 2 xícaras de água fervente.

Modo de preparo

Colocar a casca de 1 limão galego ou normal e o gengibre em 2 xícaras de água fervente, deixar amornar e beber as 2 xícaras do chá divididas em duas doses por dia. 

O chá de gengibre deve ser evitado se estiver próximo ao parto ou em mulheres com histórico de aborto, problemas de coagulação ou que tenham risco de hemorragias. Confira a lista de chás que não devem ser usados na gravidez

3. Mel com extrato de própolis

O mel misturado com o extrato aquoso de própolis são uma ótima opção para aliviar a dor de garganta na gravidez pois ajudam a desinfectar a garganta devido as suas propriedades antimicrobianas, além de tratar a dor e a inflamação e fortalecer o sistema imune.

Para usar o mel e o própolis, pode-se tomar 1 colher de sopa de mel com 4 a 5 gotas do extrato aquoso de própolis, até 2 vezes ao dia. 

8 formas naturais de tratar a dor de garganta na gravidez

4. Spray de própolis

Outra ótima opção para o uso do própolis é o uso do spray de própolis que tem propriedades antissépticas e analgésicas, que ajudam a desinfectar e diminuir a dor, sendo muito úteis para aliviar a dor de garganta na gravidez.

Uma forma de usar o própolis em spray é aplicar o spray de própolis com mel ou o spray de própolis, mel e romã de 3 a 4 vezes por dia. Estes sprays podem ser comprados em farmácias, drogarias ou lojas de produtos naturais. 

5. Suco de romã com mel

A romã tem ação anti-inflamatória e antisséptica, ajudando a desinfectar a garganta e a reduzir a inflamação e o mel lubrifica a garganta, diminuindo a dor. 

Ingredientes

  • Polpa de 1 romã;
  • 1 copo de água
  • 1 colher de chá de mel.

Modo de preparo

Bater no liquidificador a polpa da romã, a água e o mel. Colocar em um copo, mexer bem e beber em seguida. O suco de romã com mel pode ser bebido 2 vezes por dia. 

6. Chá de romã

Outra forma de usar a romã é fazer o chá para aliviar os sintomas de dor de garganta pois possui ação anti-inflamatória e ajuda a eliminar os microrganismos que possam estar causando a inflamação. 

Ingredientes

  • Sementes de romã;
  • 1 xícara de água fervente.

Modo de preparo

Triturar as sementes da romã, pegar 1 colher de chá das sementes trituradas e adicionar na xícara com água fervente e cobrir a xícara por 15 minutos. Beber até 3 xícaras do chá de romã por dia. 

8 formas naturais de tratar a dor de garganta na gravidez

7. Alimentos ricos em vitamina C

Os alimentos ricos em vitamina C como morango, laranja ou brócolis, por exemplo, possuem propriedades antioxidantes, ajudando a combater os radicais livre que podem causar danos nas células e levar à inflamação. Além disso, a vitamina C dos alimentos aumenta as defesas do organismo, ajudando a combater mais rapidamente a inflamação, melhorando a dor de garganta. Confira a lista completa de alimentos ricos em vitamina C

A dose diária de vitamina C para grávidas é de 85 gramas por dia e, para adicionar essa vitamina na dieta recomenda-se a orientação de um nutricionista ou do médico obstetra que faz o acompanhamento pré-natal. 

8. Quadradinho de chocolate amargo

O chocolate pode ajudar a aliviar a dor de garganta pois é rico em flavonóides anti-inflamatórios, além de ajudar a lubrificar a garganta reduzindo a dor. No entanto, deve-se utilizar o chocolate amargo pois tem menor quantidade de açúcar e gorduras.

Para utilizar as propriedades do chocolate para a dor de garganta, deve-se chupar um quadradinho de chocolate amargo e engolir aos poucos. Outra opção de chocolate é o chocolate amargo com hortelã.

O consumo do chocolate amargo na gravidez deve ser orientado por um nutricionista ou pelo obstetra, principalmente em mulheres que têm restrição do consumo de açúcar.

Assista o vídeo com mais dicas de como aliviar a dor de garganta. 

Esta informação foi útil?

Sua opinião é importante! Escreva aqui como podemos melhorar o nosso texto:

Ficou alguma dúvida? Clique aqui para ser respondido.
Verifique o email de confirmação que lhe enviamos.

Bibliografia

  • LINDBLAD, Adrienne J.; KOPPULA, Sudha. Ginger for nausea and vomiting of pregnancy. Can Fam Physician. 62. 2; 145, 2016
  • ALI, Badreldin H.; et al. Some phytochemical, pharmacological and toxicological properties of ginger (Zingiber officinale Roscoe): A review of recent research. Food and Chemical Toxicology. 46. 409–420, 2008
  • FIKRI, Al Mukhlas; et al. The effect of propolis administration on fetal development. Heliyon. 5. 10; e02672, 2019
  • SFORCIN, José M.. Biological Properties and Therapeutic Applications of Propolis. Phytotherapy Research. 30. 894–905, 2016
  • DANESI, Francesca; FERGUSON, Lynnette R.. Could Pomegranate Juice Help in the Control of Inflammatory Diseases?. Nutrients. 9. 9; 958-981, 2017
  • CARR Anitra, MAGGINI Silvia. Vitamin C and Immune Function. Nutrients. 9. 11; 2017
Mais sobre este assunto:

Carregando
...
Enviar Mensagem