9 chás para dor de garganta e garganta inflamada

Revisão clínica: Manuel Reis
Enfermeiro

Alguns chás, como o chá de limão, alho e gengibre ou o chá de cravo da índia, são ricos em substâncias anti-inflamatórias, analgésicas e antimicrobianas, que ajudam eliminar os vírus ou bactérias que podem causar inflamação na garganta.

Estes chás ajudam aliviar os sintomas de garganta inflamada como dor, dificuldade para engolir, coceira ou irritação na garganta. Além de tomar chá, é ainda importante manter a garganta sempre bem hidratada e, por isso, deve-se beber pequenos golinhos de água ao longo do dia, pois isto também auxilia na recuperação do corpo e ajuda a combater a sensação de garganta irritada

Embora não sirvam para substituir o tratamento médico, os chás são uma boa opção para ajudar a aliviar os sintomas da inflamação na garganta, podendo ser usados para complementar o tratamento indicado pelo médico.

Os melhores chás para aliviar a dor de garganta são:

1. Chá de limão com alho e gengibre

O chá de limão, alho e gengibre tem propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias devido à alicina, presente no alho, compostos fenólicos como o gingerol, chogaol e zingerona, do gengibre, e a vitamina C do limão, que ajudam a combater a inflamação na garganta causada por gripes ou resfriados.

Além disso, esse chá ajuda a fortalecer o sistema imunológico e diminuir a duração do resfriado.

Ingredientes

  • 3 dentes de alho descascados e cortados ao meio;
  • 1/2 xícara de suco de limão;
  • 1 cm de raiz de gengibre ou ½ colher de chá de gengibre em pó;
  • 3 xícaras de água;
  • Mel para adoçar (opcional).

Modo de preparo

Ferver a água com o alho. Retirar do fogo e acrescentar o suco de limão, o gengibre e o mel. Coar e servir a seguir. Veja como preparar outras receitas de chá de gengibre.

O gengibre não deve ser consumido por pessoas que usam remédios anticoagulantes ou que tenham úlcera de estômago, pois possui propriedades anticoagulantes que podem aumentar o sangramento ou hemorragia, e por isso deve ser retirado do chá nesses casos. 

2. Chá de anis estrelado

O chá de anis estrelado ajuda a fortalecer o sistema imunológico, diminuindo os sintomas da garganta inflamada causado por gripes ou resfriados, pois é rico em compostos fenólicos com ação antioxidante que ajudam a neutralizar os radicais livres que atrapalham o correto funcionamento do sistema imune.

Além disso, o anis estrelado possui atividade antiviral devido ao ácido xiquímico, uma substância natural que é utilizada para combater o vírus da gripe.

Ingredientes

  • 1 colher (sopa) de anis estrelado; 
  • 500 mL de água fervente;
  • Mel para adoçar (opcional).

Modo de preparo

Colocar a água fervente numa xícara e adicionar o anis estrelado. Tampar, deixar esfriar, coar, adoçar com o mel e beber a seguir. Tomar este chá 3 vezes por dia, enquanto os sintomas do resfriado permanecerem.

3. Chá de romã

O chá de romã é rico em polifenóis, flavonóides, alcalóides e triterpenos, que são substâncias com ação antioxidante e anti-inflamatória, que ajudam a combater a garganta inflamada e aliviar a dor e o desconforto.

Ingredientes

  • 10 gramas da casca de romã;
  • 1 xícara de água.

Modo de preparo

Adicionar as cascas de romã em uma panela com a água. Quando começar a ferver, deixar por mais 5 minutos e desligar. Após esse tempo, tampar a panela deixando o chá repousar por mais 5 minutos. Esperar amornar e beber a seguir de 2 a 3 vezes por dia. 

O chá de romã não deve ser usado por crianças com menos de 2 anos, mulheres grávidas ou em amamentação ou por pessoas que tenham gastrite ou úlceras no estômago, pois pode causar irritação no estômago.

4. Chá de abacaxi com mel

O abacaxi é uma fruta rica em vitamina C que fortalece o sistema imune, combatendo diversas doenças, especialmente as doenças virais, sendo ótimo para tratar a garganta inflamada que é causada por gripes, resfriados ou por ter forçado a voz em uma apresentação, show ou aula, por exemplo.

Ingredientes

  • 2 fatias de abacaxi (com casca);
  • ½ litro de água;
  • Mel à gosto (opcional).

Modo de preparo

Colocar a água numa panela e acrescentar as fatias de abacaxi com casca deixando ferver por 5 minutos. Em seguida, tirar o chá do fogo, tampar a panela, deixar amornar e coar. Este chá pode ser bebido várias vezes ao dia, ainda morno.

Para tornar o chá mais viscoso e ajudar a lubrificar a garganta, pode-se adoçar com um pouco de  mel. No entanto, o mel não deve ser usado por pessoas que tenham alergia ao mel, própolis ou pólen.

5. Chá de sálvia com sal

​Uma outra excelente solução caseira para dor de garganta é o gargarejo com o chá morno de sálvia com sal marinho, pois a sálvia possui propriedades adstringentes que aliviam temporariamente a dor e o sal marinho possui propriedades anti-sépticas que ajudam na recuperação do tecido inflamado.

Ingredientes

  • 2 colheres (chá) de sálvia seca;
  • ½ colher (chá) de sal marinho;
  • 250 ml de água.

Modo de preparo

Adicionar a água fervente sobre a sálvia e tampar o recipiente, e deixar repousar por 10 minutos. Em seguida, coar e adicionar o sal marinho. Gargarejar o chá morno, pelo menos 2 vezes por dia. Cuspir o chá em seguida.

6. Chá de tanchagem com própolis

A tanchagem possui ação antibiótica e anti-inflamatória sendo útil para ajudar a combater os sintomas de inflamação na garganta e quando tomado morno seus efeitos são ainda melhores porque acalmam a irritação da garganta.

Ingredientes

  • 30 g de folhas de tanchagem;
  • 1 litro de água;
  • 10 gotas de própolis.

Modo de preparo

Ferver a água, adicionar as folhas de tanchagem e deixar repousar por 10 minutos. Esperar amornar, coar e acrescentar as 10 gotas de própolis. Esse chá deve ser usado para fazer gargarejos de 3 a 5 vezes ao dia. Cuspir o chá em seguida. Conheça outros benefícios do chá de tanchagem.  

O própolis não deve ser usado por pessoas que têm alergia ao própolis, mel ou pólen, e, por isso, nesses casos, não deve ser adicionado nesse chá.

7. Chá de eucalipto

O eucalipto é um antisséptico natural e auxilia o corpo a combater os microrganismos que podem estar causando a inflamação na garganta.

Ingredientes

Modo de preparo

Ferver a água e depois adicionar as folhas do eucalipto. Deixar esfriar um pouco e inalar o vapor que sai deste chá no mínimo 2 vezes ao dia por 15 minutos.

8. Chá de salgueiro branco

O salgueiro branco, conhecido cientificamente como Salix alba, tem fortes propriedades analgésicas e anti-inflamatórias devido a presença de salicina, que é uma substância semelhante ao ingrediente principal da aspirina. Por isso, o chá da casca desta planta pode ser uma boa opção para aliviar os sintomas da inflamação na garganta como dor, irritação ou desconforto ao engolir.

Ingredientes

  • 2 colher (de chá) de cascas de salgueiro branco;
  • 2 xícaras de água.

Modo de preparo

Colocar a água para ferver e adicionar a casca de salgueiro. Deixar ferver por 10 minutos, coar e beber até 2 xícaras por dia.

Este chá não deve ser consumido por crianças, por mulheres grávidas ou que estejam amamentando, por pessoas com alergia à aspirina ou que estejam usando anticoagulantes. Além disso, o uso do chá de casca de salgueiro branco não é indicado para pessoas com problemas gastrointestinais, como úlceras, gastrite, refluxo gastroesofágico, colite ou diverticulite.

9. Chá de barbatimão

O chá de barbatimão é rico em alcalóides, flavonóides e esteróis, que tem propriedades antibacterianas, anti-inflamatórias, antissépticas e analgésicas, que ajudam a combater a inflamação e aliviar a dor de garganta.

Ingredientes

  • 1 colher de sopa de casca de barbatimão;
  • 1 litro de água.

Modo de preparo

Adicionar as cascas de barbatimão e a água em um recipiente e ferver em fogo baixo por cerca de 10 minutos. Em seguida, desligar o fogo e deixar repousar durante 5 a 10 minutos. Coar e beber este chá, 3 a 4 vezes por dia. 

O chá de barbatimão não deve ser usado por mulheres grávidas, lactantes ou por pessoas  com problemas graves no estômago, como úlceras ou câncer no estômago.

Outras dicas para combater garganta inflamada

Outra opção para melhorar a garganta inflamada é comer um quadradinho de chocolate meio amargo ao mesmo tempo que 1 folhinha de hortelã, pois esta mistura ajuda a lubrificar a garganta, eliminando o desconforto. 

O chocolate deve ter mais de 70% de cacau porque esse contém maior quantidade de flavonoides que contribuem para combater a garganta inflamada. Também pode-se preparar uma vitamina de fruta, batendo 1 quadradinho do mesmo chocolate a 70%, com 1/4 de copo de leite e 1 banana, porque essa vitamina alivia a dor de garganta. Veja outras opções que ajudam a combater a garganta inflamada.  

Assista no vídeo a seguir outras estratégias naturais para quando estiver com dor de garganta:

Esta informação foi útil?

Atualizado e revisto clinicamente por Manuel Reis - Enfermeiro, em abril de 2022.

Bibliografia

  • SOUZA-MOREIRA, T. M.; et al. Stryphnodendron Species Known as “Barbatimão”: A Comprehensive Report. Molecules. 23. 910; 1-25, 2018
  • ZARFESHANY, A.; et al. Potent health effects of pomegranate. Adv Biomed Res. 3. 100, 2014
Mostrar bibliografia completa
  • EGHBALI, S.; et al. Therapeutic Effects of Punica granatum (Pomegranate): An Updated Review of Clinical Trials. J Nutr Metab. 2021. 5297162, 2021
  • SHARA, Mohd; STOHS, Sidney J. Efficacy and Safety of White Willow Bark (Salix alba) Extracts . Phytother Res. 29. 8; 1112-1116, 2015
  • QUAN QUAN, Mao; XIAO-YU, Xu; et al. Bioactive Compounds and Bioactivities of Ginger (Zingiber officinale Roscoe). Foods. 8. 1-21, 2019
  • DI LORENZO, Chiara; et al. Plant food supplements with anti-inflammatory properties: a systematic review (II). Crit Rev Food Sci Nutr. 53. 5; 507-16, 2013
  • JOURNAL OF IMMUNOLOGY RESEARCH. Immunomodulation and Anti-Inflammatory Effects of Garlic Compounds. 2015. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4417560/>. Acesso em 23 mar 2021
  • YOUNG, Haw-Yaw; et al. Analgesic and anti-inflammatory activities of [6]-gingerol. J Ethnopharmacol. 96. 1-2; 207-10, 2005
  • WIJESUNDARA, Niluni M.; RUPASINGHE, H. P. Vasantha. Herbal Tea for the Management of Pharyngitis: Inhibition of Streptococcus pyogenes Growth and Biofilm Formation by Herbal Infusions. Biomedicines. 7. 3; 1-19, 2019
  • SEMWAL, Ruchi B.; et al. Gingerols and shogaols: Important nutraceutical principles from ginger. Phytochemistry Journal. 554-568, 2015
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. Monografia da espécie Plantago major L. (TANCHAGEM). 2014. Disponível em: <https://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2014/novembro/25/Vers--o-cp-Plantago-major.pdf>. Acesso em 15 jan 2020
  • MEO, Sultan A. et al. Role of honey in modern medicine. Saudi Journal of Biological Sciences. Vol.24, n.5. 975-978, 2017
  • CHANG, Jung S. et al. Fresh ginger (Zingiber officinale) has anti-viral activity against human respiratory syncytial virus in human respiratory tract cell lines. Journal of Ethnopharmacology. Vol.145, n.1. 146-151, 2013
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. Monografia da espécie Eucalyptus globulus Labill (EUCALIPTO). 2015. Disponível em: <http://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2016/fevereiro/05/Monografia-Eucalyptus.pdf>. Acesso em 20 jan 2020
Revisão clínica:
Manuel Reis
Enfermeiro
Pós-graduado em fitoterapia clínica e formado pela Escola Superior de Enfermagem do Porto, em 2013. Membro nº 79026 da Ordem dos Enfermeiros.

Tuasaude no Youtube

  • O melhor REMÉDIO NATURAL para GRIPE

    12:17 | 487442 visualizações
  • Os poderosos benefícios do CHÁ DE GENGIBRE

    14:54 | 242319 visualizações
  • Como aliviar a dor com ANALGÉSICOS NATURAIS

    04:26 | 1166130 visualizações
  • CURAR A DOR DE GARGANTA com remédios naturais incríveis

    05:41 | 1167768 visualizações
  • Remédio Caseiro para Gripe

    01:08 | 1170394 visualizações