Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

5 dicas de como melhorar o humor

Para melhorar o humor de maneira eficaz podem ser feitas pequenas mudanças de hábitos como, técnicas de relaxamento, alimentação e até atividades física. Pois desta forma, o cérebro será estimulado a aumentar a concentração de seus hormônios reguladores de humor como a serotonina, dopamina, norepinefrina e ácido gama aminobutírico (GABA). 

Vale lembrar que o bom humor é um estado dependente do bem estar do corpo e da mente, mas devido as tarefas do dia a dia pode ser afetado por maus hábitos, como estresse diário no trabalho ou em casa, dormir pouco, não ter um tempo para fazer o que gosta ou não reservar um tempo para se exercitar, podem levar ao desequilíbrio hormonal, que desencadeia o mau humor. 

5 dicas de como melhorar o humor

Confira 5 dicas de ações que podem ser feitas para ajudar a melhorar o humor:

1. Dormir bem

Dormir pelo menos 8 horas por dia é essencial para que o cérebro possa descansar dos afazeres diários e conseguir realizar suas funções químicas, que incluem a produção de hormônios que aumentam a sensação de bem estar e descanso, e consequentemente melhoram o humor. 

Durante o sono, o corpo diminui a produção de cortisol e adrenalina, ajudando a diminuir o estresse.

2. Atenção a alimentação 

Certos alimentos como o feijão, amêndoas, banana, salmão, nozes e ovos, podem auxiliar na produção de dopamina e a serotonina, que são os hormônios da felicidade e bem estar, além de ajudarem a regular o sistema nervoso, melhorando o humor e reduzindo o estresse e ansiedade. Confira outros alimentos que ajudam na produção de serotonina.

No vídeo a seguir, a nutricionista Tatiana Zanin fala sobre os alimentos ricos em triptofano, que aumentam a produção dos hormônios responsáveis pela sensação de bem estar e felicidade:

3. Fazer uma atividade que goste

Reservar um tempo para fazer uma atividade que goste como ler, ouvir música, desenhar ou andar de bicicleta, também é uma forma de aumentar os níveis de endorfina, que é liberado pela hipófise e hipotálamo e atua como neurotransmissor, promovendo a sensação de prazer e melhorando o humor.

4. Atividades de relaxamento

As atividades de relaxamento como a meditação e ioga, reduzem os níveis de cortisol, o hormônio do estresse, além de ajudar a entrar em contato consigo mesmo, muitas vezes deixando claro sentimentos que não se percebe ao longo do dia a dia. Isto torna mais fácil o processo de se aproximar do que faz bem, e abandonar costumes que podem causar tristeza e angústia. Saiba como praticar a meditação e quais seus benefícios

5. Terapias alternativas

Terapias holísticas como a acupuntura, auriculoterapia, reiki e musicoterapia, são práticas que ao longo do tempo, podem melhorar o humor. Por proporcionar relaxamento e autoconhecimento, ajudando a lidar melhor com situações que anteriormente poderiam causar estresse e esgotar a energia da pessoa.

Além destas, a aromaterapia por poder ser feita em conjunto com outras atividades diárias, é uma ótima técnica para melhorar o humor. Veja como funciona e como fazer a aromaterapia para melhorar o humor

Este tipo de terapia costuma ser considerada como complemento de situações clínicas, como ansiedade e estresse, que podem afetar o humor e levar a estados de raiva, por exemplo. No entanto, essas terapias não devem substituir o tratamento indicado pelo médico. 

Quando o mau humor pode ser doença 

Em certos casos quando o mau humor está em conjunto com cansaço que não passa e irritação extrema, que não melhora com a mudança de hábitos e a prática de todos os recursos necessários para isso, recomenda-se que um médico seja procurado, para que se possa descartar alguma doença como hipertireoidismo, diabetes, Alzheimer e Acidente Vascular Cerebral, por exemplo, que pode afetar o humor e levar a episódios de ira que desaparecem ao controlar a doença de base.

Quando o mau humor é frequente, não está associado com doenças orgânicas e não melhora com mudança no estilo de vida ou tratamento indicado pelo médico, pode ser necessário que a pessoa seja encaminhada para tratamento com o profissional adequado, como psiquiatra ou psicólogo, isso porque pode ser indicativo de alterações mentais, como a distimia, por exemplo. Entenda o que é a distimia e como é feito o tratamento.

O teste a seguir pode dar um direcionamento caso surja a dúvida se é apenas mau humor transitório de rotina, ou se é possível que seja um transtorno. 

Imagem ilustrativa da questão
Você fica triste mais de 4 vezes por semana ou não se sente nem feliz, nem triste quase todos os dias?
  • Não, nunca.
  • Sim, mas isso não é muito frequente.
  • Sim, quase todas as semanas.
Imagem ilustrativa da questão
Você fica mau humorado mesmo em situações em que todos parecem felizes?
  • Não, quando os outros estão felizes, eu também estou.
  • Sim, muitas vezes fico mau humorado.
  • Sim, não sei o que é ter bom humor.
Imagem ilustrativa da questão
Você é crítico ou muito crítico com frequencia?
  • Não, nunca critico ninguém.
  • Sim, mas minhas críticas são construtivas e indispensáveis.
  • Sim, sou muito crítico, não perco uma oportunidade de criticar e tenho muito orgulho disso.
Imagem ilustrativa da questão
Você está sempre reclamando de tudo e de todos de forma constante?
  • Não, nunca reclamo de nada e minha vida é um mar de rosas.
  • Sim, reclamo quando acho que é necessário ou estou muito cansada.
  • Sim, eu costumo reclamar de tudo e de todos, quase que diariamente.
Imagem ilustrativa da questão
Você acha tudo chato e sem graça?
  • Não, nunca.
  • Sim, muitas vezes queria estar em outro lugar.
  • Sim, raramente estou satisfeita com as coisas e queria estar fazendo qualquer outra coisa mais interessante.
Imagem ilustrativa da questão
Você se sente cansado diariamente?
  • Não, só quando realmente estou trabalhando muito.
  • Sim, muitas vezes me sinto cansada, mesmo que não tenha feito nada o dia todo.
  • Sim, sinto-me cansada todos os dias, até mesmo quando estou de férias.
Imagem ilustrativa da questão
Você se considera uma pessoa pessimista?
  • Não, sou bastante otimista e consigo ver o lado bom das coisas.
  • Sim, tenho alguma dificuldade em encontrar o lado bom de alguma coisa ruim.
  • Sim, sou pessimista e sempre acho que tudo vai dar errado, mesmo que haja muito esforço envolvido.
Imagem ilustrativa da questão
Você dorme muito ou tem dificuldade para dormir?
  • Durmo bem e considero que tenho um sono reparador.
  • Gosto de dormir, mas às vezes tenho alguma dificuldade para pegar no sono.
  • Acho que não descanso o suficiente, ora durmo muitas horas, ora tenho dificuldade para dormir bem.
Imagem ilustrativa da questão
Você acha que está sendo injustiçado?
  • Não, nunca me preocupo com isso.
  • Sim, muitas vezes acho que sou injustiçado.
  • Sim, quase sempre estou pensado: Isso não é justo.
Imagem ilustrativa da questão
Você tem dificuldade para tomar decisões?
  • Não, nunca.
  • Sim, muitas vezes sinto-me perdido e não sei o que decidir.
  • Sim, quase sempre tenho dificuldade para me decidir e preciso da ajuda dos outros.
Imagem ilustrativa da questão
Você tem tendência para se isolar?
  • Não, nunca porque aprecio estar com a família ou amigos.
  • Sim, mas só quando fico chateado.
  • Sim, quase sempre porque é muito difícl para mim estar com outras pessoas.
Imagem ilustrativa da questão
Você fica irritado com facilidade?
  • Não, nunca.
  • Sim, muitas vezes.
  • Sim, quase sempre fico irritado e chateado com tudo e com todos.
Imagem ilustrativa da questão
Você é muito crítico com você mesmo?
  • Não, nunca.
  • Sim, por vezes.
  • Sim, quase sempre.
Imagem ilustrativa da questão
Você está sempre insatisfeito com alguma coisa?
  • Não, nunca.
  • Sim, muitas vezes.
  • Sim, quase sempre.
Imagem ilustrativa da questão
Você é muito rígido ou inflexível?
  • Não, nunca.
  • Sim, muitas vezes.
  • Sim, quase sempre.
Imagem ilustrativa da questão
Você tem baixa autoestima?
  • Não, nunca.
  • Sim, muitas vezes.
  • Sim, quase sempre.
Imagem ilustrativa da questão
Você só vê o lado negativo das coisas?
  • Não, nunca.
  • Sim, muitas vezes.
  • Sim, quase sempre.
Imagem ilustrativa da questão
Você leva tudo para o lado pessoal?
  • Não, nunca.
  • Sim, muitas vezes.
  • Sim, quase sempre.
Imagem ilustrativa da questão
Você tem dificuldade para se sentir feliz e satisfeito?
  • Não, nunca.
  • Sim, muitas vezes.
  • Sim, quase sempre.
Anterior Próxima

Bibliografia >

  • NHS. How to be happier. 2019. Disponível em: <https://www.nhs.uk/conditions/stress-anxiety-depression/feel-better-and-happy/>. Acesso em 21 Ago 2020
  • NHS. Feeling lonely. 2019. Disponível em: <https://www.nhs.uk/conditions/stress-anxiety-depression/feeling-lonely/>. Acesso em 21 Ago 2020
  • NHS. 5 steps to mental wellbeing. 2019. Disponível em: <https://www.nhs.uk/conditions/stress-anxiety-depression/improve-mental-wellbeing/>. Acesso em 21 Ago 2020
  • NHS. Raising low self-esteem. 2020. Disponível em: <https://www.nhs.uk/conditions/stress-anxiety-depression/raising-low-self-esteem/>. Acesso em 21 Ago 2020
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem