Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Distimia - Entenda quando o mau humor pode ser Doença

A distimia, também chamada de doença do mau humor, é um tipo de depressão crônica onde o indivíduo apresenta sintomas de depressão leve na maior parte dos dias por pelo menos 2 anos, sendo que dificilmente o indivíduo sabe dizer o que o levou a este estado depressivo.

Esta doença pode ser diagnosticada por um psiquiatra, psicólogo ou psicanalista, porém existem alguns indícios que ajudam no seu diagnóstico. O teste para distimia é uma forma simples e prática que pode ajudar no diagnóstico desta doença, faça esse teste aqui.

Distimia - Entenda quando o mau humor pode ser Doença

A doença do mau humor tem cura?

A distimia tem cura e esta pode ser alcançada com o uso de medicamentos antidepressivos receitados pelo psiquiatra e com o acompanhamento de um psicólogo ou psicanalista. O tempo de tratamento da distimia pode variar de 1 a 4 anos, mas é possível que o indivíduo apresente novos quadros de distimia durante a vida, necessitando novamente de tratamento clínico e psicológico.

Tratamento para melhorar o humor

O tratamento para distimia pode ser feito através das sessões de psicoterapia ou psicanálise e com o uso de remédios antidepressivos, como a fluoxetina (Prozac), sertralina (Zoloft), venlafaxina (Effexor) ou imipramina (Tofranil), sob orientação do médico psiquiatra.

As sessões de psicanálise podem ser de grande ajuda em caso de distimia, especialmente a terapia cognitiva comportamental, pois o psicanalista poderá ajudar o indivíduo a encontrar as circunstancias que levam à depressão e assim estruturar uma resposta emocional adequada para cada situação.

Veja o que comer para melhorar o humor neste vídeo:

HUMOR | SUPER TATI CONTRA O BAIXO ASTRAL

82 mil visualizações

Sintomas de distimia

São sinais e sintomas de distimia:

  • Mau humor frequente;
  • Excesso de críticas;
  • Angústia;
  • Ansiedade;
  • Inquietação;
  • Insatisfação;
  • Irritabilidade;
  • Falta de apetite ou apetite em excesso;
  • Falta de energia ou fadiga;
  • Sentimento de falta de esperança;
  • Isolamento social.

Pode haver ainda má digestão, dor muscular, dor de cabeça e má circulação, e o indivíduo muitas vezes queixa-se de não estar feliz, mas também não está triste. A frase " oh dia, oh céu, oh vida, oh azar" parece expressar exatamente como o indivíduo com distimia se sente na maior parte dos dias. O diagnóstico da distimia pode ser feito pelo médico psiquiatra, psicólogo ou psicanalista através de uma simples conversa com o indivíduo, não sendo necessário realizar nenhum tipo de exame específico.

Se acha que pode apresentar essa alteração responda as seguintes questões:

Imagem ilustrativa da questão
Você fica triste mais de 4 vezes por semana ou não se sente nem feliz, nem triste quase todos os dias?
  • Não, nunca.
  • Sim, mas isso não é muito frequente.
  • Sim, quase todas as semanas.
Imagem ilustrativa da questão
Você fica mau humorado mesmo em situações em que todos parecem felizes?
  • Não, quando os outros estão felizes, eu também estou.
  • Sim, muitas vezes fico mau humorado.
  • Sim, não sei o que é ter bom humor.
Imagem ilustrativa da questão
Você é crítico ou muito crítico com frequencia?
  • Não, nunca critico ninguém.
  • Sim, mas minhas críticas são construtivas e indispensáveis.
  • Sim, sou muito crítico, não perco uma oportunidade de criticar e tenho muito orgulho disso.
Imagem ilustrativa da questão
Você está sempre reclamando de tudo e de todos de forma constante?
  • Não, nunca reclamo de nada e minha vida é um mar de rosas.
  • Sim, reclamo quando acho que é necessário ou estou muito cansada.
  • Sim, eu costumo reclamar de tudo e de todos, quase que diariamente.
Imagem ilustrativa da questão
Você acha tudo chato e sem graça?
  • Não, nunca.
  • Sim, muitas vezes queria estar em outro lugar.
  • Sim, raramente estou satisfeita com as coisas e queria estar fazendo qualquer outra coisa mais interessante.
Imagem ilustrativa da questão
Você se sente cansado diariamente?
  • Não, só quando realmente estou trabalhando muito.
  • Sim, muitas vezes me sinto cansada, mesmo que não tenha feito nada o dia todo.
  • Sim, sinto-me cansada todos os dias, até mesmo quando estou de férias.
Imagem ilustrativa da questão
Você se considera uma pessoa pessimista?
  • Não, sou bastante otimista e consigo ver o lado bom das coisas.
  • Sim, tenho alguma dificuldade em encontrar o lado bom de alguma coisa ruim.
  • Sim, sou pessimista e sempre acho que tudo vai dar errado, mesmo que haja muito esforço envolvido.
Imagem ilustrativa da questão
Você dorme muito ou tem dificuldade para dormir?
  • Durmo bem e considero que tenho um sono reparador.
  • Gosto de dormir, mas às vezes tenho alguma dificuldade para pegar no sono.
  • Acho que não descanso o suficiente, ora durmo muitas horas, ora tenho dificuldade para dormir bem.
Imagem ilustrativa da questão
Você acha que está sendo injustiçado?
  • Não, nunca me preocupo com isso.
  • Sim, muitas vezes acho que sou injustiçado.
  • Sim, quase sempre estou pensado: Isso não é justo.
Imagem ilustrativa da questão
Você tem dificuldade para tomar decisões?
  • Não, nunca.
  • Sim, muitas vezes sinto-me perdido e não sei o que decidir.
  • Sim, quase sempre tenho dificuldade para me decidir e preciso da ajuda dos outros.
Imagem ilustrativa da questão
Você tem tendência para se isolar?
  • Não, nunca porque aprecio estar com a família ou amigos.
  • Sim, mas só quando fico chateado.
  • Sim, quase sempre porque é muito difícl para mim estar com outras pessoas.
Imagem ilustrativa da questão
Você fica irritado com facilidade?
  • Não, nunca.
  • Sim, muitas vezes.
  • Sim, quase sempre fico irritado e chateado com tudo e com todos.
Imagem ilustrativa da questão
Você é muito crítico com você mesmo?
  • Não, nunca.
  • Sim, por vezes.
  • Sim, quase sempre.
Imagem ilustrativa da questão
Você está sempre insatisfeito com alguma coisa?
  • Não, nunca.
  • Sim, muitas vezes.
  • Sim, quase sempre.
Imagem ilustrativa da questão
Você é muito rígido ou inflexível?
  • Não, nunca.
  • Sim, muitas vezes.
  • Sim, quase sempre.
Imagem ilustrativa da questão
Você tem baixa autoestima?
  • Não, nunca.
  • Sim, muitas vezes.
  • Sim, quase sempre.
Imagem ilustrativa da questão
Você só vê o lado negativo das coisas?
  • Não, nunca.
  • Sim, muitas vezes.
  • Sim, quase sempre.
Imagem ilustrativa da questão
Você leva tudo para o lado pessoal?
  • Não, nunca.
  • Sim, muitas vezes.
  • Sim, quase sempre.
Imagem ilustrativa da questão
Você tem dificuldade para se sentir feliz e satisfeito?
  • Não, nunca.
  • Sim, muitas vezes.
  • Sim, quase sempre.

O que causa a doença do mau humor

As causas da distimia não são totalmente conhecidas, mas sabe-se que ela pode estar relacionada a situações emocionais mal resolvidas que ocorreram na infância ou na adolescência. Além disso, o temperamento do indivíduo e as situações estressantes do dia a dia podem influenciar e agravar o quadro da distimia levando o indivíduo à depressão.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem