Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Chá vermelho: o que é, para que serve e como fazer

Agosto 2020

O chá vermelho, também chamado de Pu-erh, é extraído da Camellia sinensis, mesma planta que também produz o chá verde, branco e o chá preto. No entanto o que faz a diferenciação deste chás para o vermelho, é o processo de fermentação. 

O chá vermelho é fermentado por microorganismo como a bactéria Streptomyces cinereus cepa Y11 pelo período de 6 a 12 meses, sendo que em casos de chás de altíssima qualidade este período pode ser de até 10 anos. Esta fermentação a responsável pelo aumento das substâncias capazes de trazer benefícios ao corpo como, flavonóides, que têm propriedades antioxidantes, antinflamatórias e que ajudam na formação de hormônios essenciais para a saúde.

Chá vermelho: o que é, para que serve e como fazer

Para que serve 

O chá vermelho é rico em antioxidantes e anti-inflamatórios naturais que diminuem a formação de radicais livres no corpo, ajuda a manter uma boa memoria e reduz os riscos de doenças cardíacas como, a aterosclerose e a isquemia.

Além de possuir GABA, que é um tipo de neurotransmissor responsável por regular o sistema nervoso central, e que também participa na formação de melatonina, o hormônio do sono, gerando a sensação relaxante e antiansiedade, e facilitando o processo de adormecer. O GABA ainda tem ação, analgésica, antipirética e antialérgica.

Benefícios do chá vermelho

1. Melhora  a saúde da pele  

O chá vermelho, por ser rico em flavonóides, que são antioxidantes e anti inflamatórios naturais, ajuda a reduzir as chances de cancer de pele por proteger a pele dos raios UV. Além disso, melhora o aspecto e retarda o aparecimento de rugas e flacidez, por possuir vitaminas C, B2 e E, responsáveis pela síntese de colágeno, que mantém a elasticidade da pele. 

2. Fortalece o sistema imune 

A propriedade antioxidante dos flavonóides pode auxiliar na formação dos principais componentes do sistema imune, as células T, que são as responsáveis por reconhecer e combater agente causadores de doença ao corpo.

3. Ajuda na redução do peso 

Por conter cafeína e catequinas, o chá vermelho pode ajudar a acelerar o metabolismo devido a seu efeito termogênico, o que aumenta a sensação de disposição para atividades físicas e ajuda a queimar a gordura durante os exercícios, pois o corpo irá gastar mais calorias do que o de costume. 

4. Calmante natural

Os polifenóis encontrados no chá vermelho, têm a capacidade de baixar os níveis de cortisol no sangue, conhecido como hormônio do estresse, trazendo a sensação de calma e bem estar para quem o consome. Confira outros chás que também são calmantes naturais.

5. Ação antibacteriana e antiviral

O chá vermelho possui ação contras as bactérias que causam cáries dentárias por inibir as toxinas das bactérias Escherichia coli, Streptococcus salivarius e Streptococcus mutans por possuírem uma substância chamada de galato de galocatequina (GCG).

Já a ação antiviral do chá vem dos flavonoides que estimulam a atividade as das células NK, que são células do sistema imune que protegem o corpo da ação dos vírus. 

Como fazer

O chá vermelho é feito por infusão, ou seja, as folhas são colocadas na aguá após a fervura e deixadas para descansar.

Ingredientes:

  • 1 colher de sopa de chá vermelho;
  • 240 mL de água.

Modo de preparo:

Ferver a água, logo após deixa-lá mornar por de 1 a 2 minutos. Em seguida adicionar o chá e deixar descansar por 10 minutos. Pode ser servido quente ou frio, mas sempre consumido no mesmo dia.

Cuidados e contraindicações 

O chá vermelho é contraindicado para pessoas que fazem uso de anticoagulantes, vasoconstritores, hipertensos, gestantes e lactantes. Além disso pessoas com dificuldade de adormecer, devem evitar o consumo de chá vermelho, devido à presença de cafeína, especialmente nas 8 horas antes de dormir. Veja 10 dicas para ajudar a melhorar o sono.

Bibliografia >

  • NEUROCHEMISTRY INTERNATIONAL . Supplementation with different teas from Camellia sinensis prevents memory deficits and hippocampus oxidative stress in ischemia-reperfusion. 2017. Disponível em: <https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0197018617300268?via%3Dihub>. Acesso em 19 Ago 2020
  • NIH. A Comprehensive Insight on the Health Benefits and Phytoconstituents of Camellia sinensis and Recent Approaches for Its Quality Control. 2019. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC6826564/>. Acesso em 19 Ago 2020
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem