Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que causa a celulite orbital e principais sintomas

A celulite da órbita é a inflamação ou infecção que se localiza na órbita, que é a cavidade da face onde ficam inseridos o olho e seus anexos, como músculos, nervos, vasos sanguíneos e aparelho lacrimal, podendo atingir a sua parte orbital, mais interna, ou periorbital, na região das pálpebras.

Apesar de não ser contagiosa, esta doença é causada devido a uma infecção bacteriana, por bactérias que colonizam a pele após uma pancada ou pela extensão de uma infecção próxima, como por uma sinusite, conjuntivite ou abscesso dentário, por exemplo, e causa sintomas como dor, inchaço, deslocamento e dificuldade para movimentar o olho.

É mais comum em bebês e crianças por volta dos 4 a 5 anos de idade, devido à maior delicadeza das estruturas que envolvem a órbita, como uma parede óssea mais fina e porosa. O tratamento deve ser feito o mais rápido possível, com antibióticos na veia e, se necessário, com cirurgia para remoção da secreção e tecidos, evitando-se que a infecção se propague para regiões mais profundas, podendo, até, atingir o cérebro. 

O que causa a celulite orbital e principais sintomas

Principais causas

Esta infecção acontece quando um microorganismo atinge a região da órbita, principalmente pela ampliação de uma infecção vizinha, como:

  • Ferimento na região ocular;
  • Picada de inseto;
  • Conjuntivite;
  • Sinusite;
  • Abscesso dentário;
  • Outras infecções das vias aéreas superiores, pele ou canais lacrimais.

Os microorganismos responsáveis pela infecção dependem da idade, do estado de saúde da pessoa e da infecção prévia, sendo que os principais são o Haemophilus influenzae, Streptoccus pneumoniae, o Staphylococcus aureus, o Streptococcus pyogenes e a Moraxella catarrhalis.

Como confirmar

Para diagnosticar a celulite orbitária, o oftalmologista irá observar os principais sinais e sintomas, mas também poderá pedir exames como hemograma e hemocultura, para identificar o grau da infecção e o microorganismo, além de tomografia computadorizada ou ressonância magnética da região das órbitas e da face, para identificar a extensão da lesão e excluir outras possíveis causas.

Confira, também, quais são as principais causas de inchaço nos olhos.

Sintomas mais comuns

Os sintomas de celulite orbitária incluem:

  • Inchaço e vermelhidão ocular;
  • Febre;
  • Dor e dificuldade para movimentar o olho;
  • Deslocamento ou protusão ocular; 
  • Dor de cabeça;
  • Alteração da visão.

À medida que a infecção piora, se não for tratada rapidamente, pode se tornar grave e atingir regiões vizinhas e causar complicações como abscesso da órbita, meningite, perda da visão pelo comprometimento do nervo óptico, e, até, infecção generalizada e morte.

Como é feito o tratamento 

Para tratar a celulite orbitária, é necessário receber antibióticos na veia, como Ceftriaxona, Vancomicina ou Amixicilina/Clavulonato, por exemplo, por cerca de 3 dias, e continuar o tratamento com antibiótico por via oral em casa, complementando um total de 8 a 20 dias de tratamento, o que varia de acordo com a gravidade da infecção e se há outras infecções associadas, como a sinusite. 

Também é necessário o uso de medicamentos analgésicos e antipiréticos, para alívio da dor e febre. Além disso, a cirurgia para drenagem pode ser indicada em casos de abcesso orbitário, compressão do nervo óptico ou quando não há melhora do quadro após o tratamento inicial.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...