5 principais causas de infecção urinária

Revisão médica: Dr.ª Clarisse Bezerra
Médica de Saúde Familiar
julho 2021

As infecções urinárias são normalmente causadas por alterações no equilíbrio da microbiota da região genital, favorecendo o desenvolvimento de microrganismos e levando ao aparecimento de sinais e sintomas de infecção urinária, como dor e ardor ao urinar, vontade frequente de urinar, mas em pouca quantidade e urina turva.

A microbiota corresponde ao conjunto de microrganismos naturalmente presentes no organismo e o seu equilíbrio pode sofrer interferência de alguns fatores simples, como higiene íntima incorreta, segurar xixi por muito tempo e beber pouca água durante o dia, por exemplo.

Muitas vezes esta infecção passa despercebida e o corpo consegue combatê-la naturalmente, mas quando surgem sintomas de dor ou ardor ao urinar, por exemplo, é necessário procurar um clínico geral ou urologista e iniciar o tratamento adequado, que pode ser feito com antibióticos ou antifúngicos. 

Assista o vídeo a seguir e saiba identificar os sintomas de infecção urinária:

As principais causas da infecção urinária incluem:

1. Segurar o xixi por muito tempo

Além de permitir eliminar o excesso de líquidos e toxinas do corpo, a urina ajuda a limpar as paredes da uretra, eliminando bactérias que podem estar subindo até a bexiga. Por isso, segurar o xixi impede que esse processo de limpeza natural aconteça, facilitando o desenvolvimento de bactérias.

Além disso, quando se acumula muita urina, a bexiga fica mais dilatada e não consegue contrair completamente quando finalmente se utiliza o banheiro. Quando isso acontece, um pouco de urina pode ficar ainda dentro da bexiga, aumentando o risco de crescimento dos microrganismos e desenvolvimento da infecção.

2. Fazer a higiene íntima incorretamente

Um dos locais que possui mais bactérias capazes de causar uma infecção urinária é o intestino, por isso, para limpar a região íntima deve-se sempre passar o papel higiênico da frente para trás, evitando trazer bactérias que estejam na região do bumbum, especialmente após utilizar o banheiro. Veja outras 5 regras para fazer a higiene íntima e evitar doenças.

Embora esta seja uma das maiores causas da infecção urinária nas mulheres, também pode acontecer no homem, especialmente durante o banho, quando se lava primeiro a região dos glúteos antes do pênis, por exemplo.

3. Beber pouca água durante o dia

Da mesma forma que segurar o xixi por muito tempo pode facilitar o desenvolvimento de fungos e bactérias na uretra e bexiga, beber pouca água, durante o dia, também pode ter o mesmo efeito. Isso acontece porque o corpo deixa de produzir urina suficiente para se utilizar o banheiro várias vezes durante o dia, permitindo que os microrganismos que seriam eliminadas pela urina continuem subindo até à bexiga.

Assim, é aconselhado que se beba, pelo menos, cerca de 2 litros de água por dia para manter o sistema urinário saudável.

4. Utilizar absorventes por muito tempo

Os absorventes internos, assim como os protetores de calcinha, são uma ótima forma de manter a higiene durante o período menstrual. No entanto, quando ficam sujos facilitam o desenvolvimento de bactérias que podem chegar até ao sistema urinário, provocando a infecção urinária.

Para evitar este problema, deve-se substituir o absorvente ou o protetor frequentemente, preferencialmente a cada 4 horas ou quando já estão sujos, fazendo-se lavagem da região antes de trocar.

5. Ter pedras nos rins

Pessoas com pedras nos rins, normalmente, apresentam crises de infecção urinária frequentes, pois a presença das pedras pode fazer com que as vias urinárias fiquem mais entupidas e, por isso, a urina não pode ser completamente eliminada. Quando isso acontece, as bactérias que podem estar crescendo na urina, dentro da bexiga, têm mais tempo para se desenvolver e causar uma infecção.

Nestes casos, o passo mais importante é tentar evitar o surgimento de novas pedras e tentar eliminar as que já existem. Conheça algumas alternativas naturais para pedra nos rins.

Quem tem maior risco de infecção urinária

Além das principais causas, existem ainda alguns fatores que aumentam o risco de ter uma infecção urinária, que incluem:

  • Problemas na bexiga que impedem o seu esvaziamento adequado;
  • Utilização de cateter para urinar;
  • Infecção na corrente sanguínea;
  • Sistema imunológico enfraquecido, como durante o tratamento de câncer ou por doenças como AIDS;
  • Alteração anatômica do trato urinário.

Além disso, mulheres têm mais chances de desenvolver infecções urinárias porque a uretra, canal por onde sai a urina, é mais próxima do ânus do que nos homens, o que facilita a colonização por bactérias de um lugar para o outro, principalmente devido a higiene íntima incorreta.

Além disso, as mulheres também correm maior risco quando estão grávidas ou quando usam diafragma como método contraceptivo, camisinhas com espermicida e durante as relações íntimas em geral, por facilitarem a contaminação a partir de microrganismos vindos do parceiro.

No casos dos homens, a infecção urinária é mais frequente quando existem problemas de crescimento da próstata, pois ela pressiona a bexiga e impede a completa eliminação da urina.

Infecção urinária é contagiosa?

A infecção urinária não é contagiosa e por isso não tem como uma pessoa passar para outra, seja pelo uso de banheiros públicos ou durante a relação sexual. No entanto, a relação sexual pode facilitar o seu desenvolvimento, especialmente quando existe contato com o látex da camisinha, espermicidas ou brinquedos sexuais que podem alterar a flora vaginal, fazendo com que as bactérias que causam a infecção urinária possam se multiplicar mai facilmente.

O que pode causar infecção urinária frequente

Certas mulheres tem uma pré-disposição para ter episódios frequentes de infecção urinária. Ainda que tomem todos os cuidados, evitando ficar mais de 3 horas sem ingerir líquidos, limpando-se corretamente e mantendo a região genital sempre limpa e seca, podem ter mais de 6 infecções urinárias no mesmo ano.

A principal explicação para este fato é a questão anatômica, porque quanto mais próxima for sua uretra do ânus, maiores são as chances das bactérias da região perianal chegarem à uretra e causarem infecção nas vias urinárias.

Além disso, mulheres diabéticas e na menopausa também tem mais riscos de ter uma infecção urinária, por isso adotar uma alimentação pobre em carboidratos também é uma excelente estratégia para evitar o crescimento de bactérias nocivas no trato urinário, prevenindo assim a recorrência da infecção urinária. Veja algumas dicas de como se alimentar no dia a dia para evitar infecções:

Esta informação foi útil?

Atualizado por Flávia Costa - Farmacêutica, em julho de 2021. Revisão médica por Dr.ª Clarisse Bezerra - Médica de Saúde Familiar, em novembro de 2019.
Revisão médica:
Dr.ª Clarisse Bezerra
Médica de Saúde Familiar
Formada em Medicina pelo Centro Universitário Christus e especialista em Saúde da Família pela Universidade Estácio de Sá. Registro CRM-CE nº 16976.

Tuasaude no Youtube

  • Como identificar os sintomas e curar a INFECÇÃO URINÁRIA rapidamente

    07:47 | 354029 visualizações
  • Infecção Urinária e Cistite | O que comer para Curar e Evitar

    04:49 | 3660020 visualizações