Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Catapora no Adulto: sintomas, possíveis complicações e tratamento

Quando um adulto está com a catapora, tende a desenvolver a forma mais grave da doença, apresentando uma maior quantidade de bolhas do que o normal, além de sintomas como febre alta, dor de ouvido e dor de garganta.

Geralmente, os sintomas são mais intensos nos adultos do que em crianças, podendo deixar a pessoa incapaz de estudar ou trabalhar, tendo que ficar em casa para se recuperar mais rápido.

A transmissão deve ser evitada, prevenindo o contacto com outras pessoas, especialmente com aquelas que ainda não tiveram a doença ou que não foram vacinadas. Veja como evitar a transmissão da catapora.

Catapora no Adulto: sintomas, possíveis complicações e tratamento

Quais os sintomas no adulto

Os sintomas de catapora são os mesmos que no adulto, mas com maior intensidade, como febre, cansaço, dor de cabeça, perda do apetite, aparecimento de bolinhas por todo o corpo e intensa coceira.

Possíveis complicações

As complicações da catapora podem surgir quando o tratamento é feito de forma inadequada ou quando o organismo do indivíduo não consegue vencer o vírus por si só, por estar muito debilitado. Em alguns casos, pode ocorrer:

  • Infecções em outras partes do corpo, com risco de sepse;
  • Desidratação;
  • Encefalite;
  • Ataxia cerebelar;
  • Miocardite;
  • Pneumonia;
  • Artrite transitória.

Há suspeita destas complicações, se o indivíduo começar a apresentar sintomas como intensa dor de cabeça, a febre não baixar e se surgirem outros sintomas. Na presença destes sintomas, a pessoa deve ir imediatamente ao hospital.

Como é o tratamento da catapora no adulto

O tratamento consiste no uso de medicamentos antialérgicos, para aliviar os sintomas de coceira nas bolhas da pele e remédios para baixar a febre, como o paracetamol ou dipirona.

Também é importante tomar alguns cuidados como evitar coçar as bolhas na pele com as unhas, para não causar feridas na pele, nem causar uma infecção, beber bastante líquidos durante o dia e fazer banho com permanganato de potássio para secar as bolhas mais rapidamente.

Além disso, em pessoas com sistema imune enfraquecido, como no caso de HIV ou que esteja realizando um tratamento com quimioterapia, o médico pode indicar o uso de um antiviral, como o aciclovir nas primeiras 24 horas após o início dos sintomas.

É possível pegar catapora 2 vezes?

É possível pegar catapora duas vezes, no entanto, é uma situação rara que acontece, principalmente, quando existe enfraquecimento do sistema imune ou quando a catapora foi mal diagnosticada da primeira vez.

Normalmente, o paciente com catapora desenvolve anticorpos contra o vírus da catapora após a infecção e, por isso, é raro pegar catapora mais que uma vez. Porém, o vírus da catapora fica adormecido no organismo e pode ser reativado, provocando sintomas de herpes zóster, que é a reativação do vírus da catapora, mas de outra forma. 

Posso pegar catapora mesmo vacinado?

A catapora pode contagiar um indivíduo vacinado, uma vez que a vacina não protege completamente contra o vírus, no entanto, estas situações são raras e os sintomas são mais leves, desaparecendo em menos tempo. Normalmente, quem toma a vacina contra catapora tem menos feridas espalhadas pelo corpo, e a recuperação acontece em menos de 1 semana.

Saiba mais sobre a Vacina contra catapora.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem