Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.

Furúnculo: o que é, sintomas, causas e tratamento

O furúnculo corresponde a um caroço amarelado que se forma devido à infecção na raiz do pelo e, por isso, é mais comum aparecer no pescoço, axilas, couro cabeludo, peito, nádegas, rosto e barriga. 

Normalmente desaparece ao fim de alguns dias apenas com a aplicação de compressas de água morna na região para ajudar a retirar o pus. No entanto se o furúnculo não curar em duas semanas, é recomendado consultar o dermatologista para receitar pomadas ou até retirar o pus cirurgicamente, se necessário.

Porém, para saber se é realmente um furúnculo e, não apenas uma espinha, além do caroço amarelado com vermelhidão em volta, é importante perceber, se:

  1. 1. Aumenta de tamanho ao longo do tempo
  2. 2. Além da dor, existe calor e coceira no local
  3. 3. Não melhora em 1 semana
  4. 4. É acompanhado de febre baixa (37,5º C a 38ºC)
  5. 5. Existe mal-estar
Imagem que indica que o site está carregando

Furúnculo: o que é, sintomas, causas e tratamento

Por que acontece

O furúnculo acontece devido à infecção e inflamação da raiz do pelo que é causada principalmente pela bactéria Staphylococcus aureus, que pode ser encontrada naturalmente em mucosas, principalmente na do nariz ou da boca, além de também ser identificada na pele.

No entanto, apesar de estar presente naturalmente no corpo sem causar sintomas, quando há alterações na imunidade, feridas ou higienização inadequada, é possível favorecer o crescimento dessa bactéria, podendo resultar na inflamação da raiz do pelo e aparecimento do furúnculo e de seus sintomas.

Furúnculo é contagioso?

Apesar da maioria dos casos de furúnculo serem devido a alterações relacionadas com a própria pessoa, a bactéria relacionada com o furúnculo pode ser transmitido de uma pessoa para outra através do contato com o pus. Assim, é importante que as pessoas que convivem com outra pessoa que possui o furúnculo tomem medidas que ajudem a evitar a infecção, como aplicação de um creme antibiótico que deve ser prescrito pelo dermatologista.

Além disso, a pessoa com furúnculo deve adotar alguns cuidados de higiene, como lavar as mãos depois de mexer no furúnculo ou não compartilhar lenços, lençóis, roupa ou toalhas, por exemplo.

No entanto, o furúnculo também pode aparecer sozinho, sem ser necessário estar em contato com alguém que tenha esse problema.

Furúnculo: o que é, sintomas, causas e tratamento

Tratamento para tirar o furúnculo

O tratamento para o furúnculo consiste em lavar a região todos os dias com água e sabão ou com um sabão antisséptico, de preferência indicado pelo dermatologista, e em aplicar compressas de água morna na região, que ajudam a retirar o pus, esperando que ele desapareça sozinho. Não é recomendado tentar espremer ou estourar o furúnculo, pois pode agravar a infecção e espalhá-la para outros locais da pele.

No entanto, quando não existe melhora deve-se consultar o dermatologista para iniciar o uso de pomadas antibióticas como por exemplo, Ictiol, Furacin, Nebacetin ou Trok G. Nos casos em que o furúnculo surge repetidamente, o médico pode indicar o uso de outra pomada, conhecida como Mupirocina, que previne o surgimento deste tipo de infecção. Saiba mais sobre o tratamento para furúnculo.

Como é feito o tratamento caseiro

O tratamento caseiro para o furúnculo tem como objetivo aliviar os sintomas, sendo normalmente feito com substâncias que possuam propriedades antissépticas, sendo, portanto, capazes de auxiliar no combate à infecção. Uma ótima opção de tratamento caseiro para furúnculo é a compressa de limão, pois o limão, além de ser rico em vitamina C e fortalecer o sistema imune, é antisséptico, ajudando no combate à bactéria causadora da infecção.

Além disso, é importante ter uma alimentação natural e evitar o consumo de alimentos gordurosos. Conheça 4 opções de remédios caseiros para furúnculo.

Como evitar que volte a surgir

A prevenção de um outro furúnculo pode ser feita através da adoção de cuidados de higiene, como:

  • Lavar as mãos depois de mexer no furúnculo;
  • Não compartilhar roupa, lenços, lençóis ou toalhas;
  • Lavar com água fervente a roupa, toalhas, lençóis e todos os materiais que entrarem em contato com a região da pele com o furúnculo;
  • Lavar com água e sabão o furúnculo depois de ele estourar sozinho;
  • Trocar as compressas e colocá-las num lixo próprio.

Além disso, as pessoas que viverem com o paciente devem colocar no nariz várias vezes por dia um creme antibiótico indicado pelo dermatologista, pois a bactéria causadora do furúnculo é transmitida pelo ar e pode se fixar nas narinas. Veja como evitar o aparecimento do furúnculo.

Esta informação foi útil?

Sua opinião é importante! Escreva aqui como podemos melhorar o nosso texto:

Ficou alguma dúvida? Clique aqui para ser respondido.
Verifique o email de confirmação que lhe enviamos.

Bibliografia

  • SOCIEDADE PORTUGUESA DE PEDIATRIA. Infecções da Pele e Tecidos Moles. Disponível em: <https://www.spp.pt/UserFiles/file/Protocolos_SPP/Infeccoes_da_Pele_e_Tecidos_Moles.pdf>. Acesso em 29 Out 2020
  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA DE FAMÍLIA E COMUNIDADE . Infecções bacterianas da pele - Resumo de diretriz NHG M68. 2007. Disponível em: <http://www.sbmfc.org.br/wp-content/uploads/media/NHG%2040%20Infec%C3%A7%C3%B5es%20bacterianas%20da%20pele(1).pdf>. Acesso em 29 Out 2020
  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA. Furúnculo. Disponível em: <https://www.sbd.org.br/dermatologia/pele/doencas-e-problemas/furunculo/40/>. Acesso em 29 Out 2020
Mais sobre este assunto:

Carregando
...
Enviar Mensagem