Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é abscesso e principais tipos

O abscesso é uma pequena elevação da pele caracterizada pela presença de pus, vermelhidão e aumento da temperatura local. Normalmente o abscesso é causado por infecção bacteriana e pode surgir em qualquer parte do corpo.

O abscesso pode estar visível na pele ou se desenvolver no interior do corpo, sendo chamado de abscesso interno, como o cerebral, por exemplo, que é mais difícil de identificar. 

O diagnóstico normalmente é feito a partir da observação do abscesso e dos sintomas da pessoa. Geralmente o abscesso é drenado naturalmente, porém, caso seja grande e cause dor e febre alta, a drenagem deve ser realizada pelo médico em seu consultório. Além disso, por se tratar de uma infecção bacteriana na maioria das vezes, o médico pode indicar o uso de antibiótico para eliminar a bactéria. Uma forma natural de tratar o abscesso é através do cataplasma de argila, que acelera o processo de cicatrização do abscesso. Veja como é feito o remédio natural para abscesso.

O que é abscesso e principais tipos

Principais tipos 

O abscesso pode aparecer em diversas partes do corpo e os principais tipos são:

  1. Abscesso anal: Esse tipo de abscesso é causado por infecção bacteriana que leva à formação de uma cavidade cheia de pus ao redor da região anal que causa dor ao sentar ou evacuar, por exemplo. O tratamento é feito pelo cirurgião através da drenagem do abscesso. Saiba como identificar o tratar o abscesso anal;
  2. Abscesso periodontal: O abscesso periodontal é caracterizada pela presença de uma bolsa de pus na gengiva perto da raiz do dente e normalmente é causada por infecções;
  3. Abscesso dentário: Esse abscesso pode acontecer devido a uma cárie não tratada, ferimento ou trabalho dentário mal executado, o que permite a entrada de bactérias, por exemplo. O tratamento normalmente é feito pelo dentista por meio da drenagem do abscesso e uso de antibióticos. Porém, em casos mais graves, pode ser recomendado pelo dentista a extração do dente que foi acometido. Entenda o que é abscesso dentário e o que fazer;
  4. Abscesso axilar: O abscesso axilar normalmente é resultado da foliculite, que é a inflamação da raiz do pêlo. O tratamento é feito com compressa de água morna e é indicado não coçar;
  5. Abscesso vaginal: O abscesso vaginal acontece pela inflamação da glândula de Bartholin, que é uma glândula localizada na região anterior da vagina que tem como função lubrificá-la. Saiba como tratar a inflamação da glândula de Bartholin.
  6. Abscesso cerebral: Esse abscesso é raro e acontece pela presença de bactérias em outras regiões da cabeça ou na corrente sanguínea que chegam ao cérebro, levando à formação do abscesso. O tratamento normalmente é feito com o uso de antibióticos e cirurgia para drenar o abscesso.
  7. Abscesso pulmonar: O abscesso pulmonar é identificado através de radiografia de tórax e pode ser causado pela presença de bactérias que vivem na boca e que chegam ao pulmão. Esse abscesso pode causar sintomas como cansaço, perda de apetite e febre.

Os abscessos aparecem com mais frequência em pessoas que têm a imunidade baixa devido a doenças como AIDS e câncer, quimioterapia, uso de drogas ou colite ulcerativa, por exemplo. 

Para evitar os abscessos é importante lavar bem as mãos, evitar compartilhar toalhas e ter uma dieta equilibrada, evitando, assim, as infecções.

Sintomas de abscesso

O abscesso apresenta sintomas bem característicos, como vermelhidão ao redor do abscesso, dor, inchaço, aumento da temperatura no local e presença de pus no abscesso. Além disso, a presença do abscesso pode levar a náuseas, calafrios e febre alta, sendo recomendado buscar ajuda médica caso surjam esses sintomas.

O abscesso é mais frequentemente resultado de infecções bacterianas, em que o sistema imune inicia a resposta inflamatória em função da presença de bactérias. No entanto, o abscesso também pode acontecer devido obstrução em glândulas ou pêlos encravados, que é o caso da foliculite, em que há uma inflamação na raiz dos pêlos, levando ao aparecimento de pequenas bolhas com pus que podem causar queimação e coceira. Saiba o que é e como tratar a foliculite.

Como é feito o tratamento

O tratamento para o abscesso é feito de acordo com a orientação do médico e normalmente é indicado o uso de antibióticos com o objetivo de eliminar ou evitar infecções bacterianas. Além disso, pode ser necessária a drenagem do abscesso, que deve ser feito pelo médico.

É contra-indicado realizar a drenagem em casa, pois há mais chances de exposição a microrganismos, podendo piorar o quadro. Também é indicado não apertar o abscesso, pois isso pode levar o pus, que contém bactérias, para dentro do tecido, agravando a infecção.

Uma das opções caseiras para tratar o abscesso é realizando compressa com água morna e limpar a região com sabão neutra. Também pode ser aplicada um cataplasma de ervas no abscesso que tem como objetivo acelerar o processo de cicatrização e diminuir o risco de infecções. Veja como preparar a solução caseira para abscesso.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...