Camu camu: 9 benefícios, para que serve (e como consumir)

Atualizado em dezembro 2023

O camu camu é uma fruta típica da região amazônica que proporciona diversos benefícios à saúde, como fortalecimento do sistema imunológico, prevenção do envelhecimento precoce, controle do açúcar no sangue e regulação da pressão arterial.

Esses benefícios se devem ao fato de o camu camu possuir alto teor de vitamina C, além de conter minerais, como potássio, magnésio, zinco, e compostos fenólicos como antocianinas e taninos, que têm propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias.

O camu camu, cujo nome científico é Myrciaria dubia, possui um sabor muito ácido e normalmente é usado no preparo de sorvetes, iogurtes, geleias, refrigerantes e doces. Além disso, o camu camu também é encontrado na forma de comprimidos ou em pó, em lojas de produtos naturais ou farmácias.

Imagem ilustrativa número 1

Benefícios e para que serve

O consumo de camu camu proporciona os seguintes benefícios para a saúde:

1. Fortalecer o sistema imunológico

Devido ao seu alto teor de antioxidantes como a vitamina C e flavonoides, como as antocianinas e o ácido elágico, o camu camu fortalece o sistema imunológico, ajudando a prevenir o desenvolvimento de doenças causadas por vírus, fungos e bactérias.

2. Atuar como anti-inflamatório

Devido ao seu conteúdo antioxidante, o camu camu atua como um anti-inflamatório, podendo ajudar a melhorar os sintomas de diversas doenças inflamatórias como artrite, psoríase, doença de Crohn ou lúpus. Confira outros alimentos anti-inflamatórios.

3. Combater gripes e resfriados

Por ser rico em nutrientes antioxidantes, como vitamina C e zinco, o camu camu ajuda a fortalecer o sistema imunológico, sendo útil para ajudar a combater gripes e resfriados de forma mais rápida. Veja outros alimentos ricos em vitamina C.

4. Diminuir o risco de doenças crônicas

O camu camu é rico em carotenoides, vitaminas e compostos fenólicos, que combatem os radicais livres que danificam as células saudáveis do corpo, diminuindo o risco de desenvolvimento de doenças crônicas, como aterosclerose, insuficiência cardíaca, diabetes e câncer.
 

5. Prevenir o envelhecimento precoce

Por ser rico em vitamina C, o camu camu atua na manutenção do colágeno no organismo, uma proteína importante para manter a pele saudável e evitar ou retardar o surgimento de rugas, a flacidez e as marcas de expressão, prevenindo, assim, o envelhecimento precoce.

6. Ajudar no controle da pressão arterial

O camu camu contém compostos bioativos e minerais como o magnésio, que melhoram a saúde das artérias, melhorando a dilatação e o relaxamento dos vasos sanguíneos, ajudando assim no controle da pressão arterial.

7. Equilibrar o açúcar no sangue

O camu camu é rico em compostos fenólicos, substâncias que regulam a absorção da glicose a nível intestinal e melhoram o funcionamento da insulina, o hormônio que é necessário para a captação da glicose pelas células, ajudando, assim, a equilibrar os níveis de açúcar no sangue.

8. Favorecer o emagrecimento

O consumo de camu camu poderia favorecer o emagrecimento, pois altera a microbiota intestinal, regula a glicose e a insulina, evitando o acúmulo de gordura a nível abdominal e no fígado. No entanto, ainda são necessários mais estudos para se comprovar os benefícios do camu camu no emagrecimento.

Além disso, o camu camu é uma fruta pobre em calorias, sendo, por isso, uma opção para ser incluída em dietas para emagrecer.

9. Fortalecer os ossos e músculos

O alto teor de vitamina C do camu camu ajuda a fortalecer os ossos e músculos, porque favorece a formação de colágeno, uma proteína que sustenta diversas estruturas do corpo e é responsável pela formação dos ossos, músculos, tendões, ligamentos e tecidos conjuntivos.

Tabela de informação nutricional

A tabela a seguir traz a informação nutricional para 100 g de camu camu fresco e em pó:

Componentes Quantidade em 100 g de fruta 1 colher de chá (3g) da fruta em pó
Energia 24 calorias 9,9 calorias
Carboidratos 5,9 g 3 g
Proteína 0,50 g 0 g
Gorduras 0,10 g 0 g
Fibras 0,40 g 0,99 g
Vitamina C 2780 mg 144 mg
Ferro 0,50 mg 0 mg

Para aproveitar os benefícios do camu camu, essa fruta deve ser acompanhada de uma alimentação balanceada e saudável, associada à prática de atividade física regular.

Se deseja saber como incluir o camu camu numa dieta saudável, marque uma consulta com o nutricionista mais perto de você:

Cuidar da sua saúde nunca foi tão fácil!

Marque uma consulta com nossos Nutricionistas e receba o cuidado personalizado que você merece.

Marcar consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.

Foto de uma doutora e um doutor de braços cruzados esperando você para atender

Como consumir

O camu camu pode ser consumido in natura em forma de suco, diluindo 50 g da fruta em 1 litro de água.

Além disso, essa fruta também pode ser encontrada em pó, que deve ser consumida diluindo 1 colher de sopa rasa em 1 copo de água, tomando a mistura 2 vezes ao dia.

Quando consumido na forma de comprimido, deve-se tomar 1 cápsula de 500 mg duas vezes ao dia, uma vez pela manhã e outra à tarde.

Receita de suco de camu camu

Este suco ajuda a melhorar o funcionamento do intestino, prevenir rugas e fortalecer o sistema imune, podendo ser consumido em qualquer refeição do dia, como café da manhã, almoço, jantar ou nos lanches.

Ingredientes:

  • 1 banana;
  • 3 morangos;
  • 1 maçã com casca;
  • 1 beterraba pequena;
  • 1 punhado de espinafres;
  • 1 colher (de chá) de camu camu em pó;
  • 1/2 copo de água filtrada ou fervida.

Modo de preparo:

Lavar bem as folhas de espinafre e escorrer. Bater todos os ingredientes no liquidificador até ficar uma mistura homogênea. Transferir o suco para um copo e beber sem coar ou adicionar açúcar. Para o suco ficar mais cremoso, pode-se usar a banana congelada.

Possíveis efeitos colaterais

Devido ao seu alto teor de vitamina C, o consumo em excesso do camu camu, seja em pó, em cápsulas ou na própria fruta, pode causar o excesso dessa vitamina no organismo. Como a vitamina C promove a absorção do ferro, o excesso de essa fruta pode causar excesso desse mineral no organismo, porém essa situação não é comum.

Ambas as situações podem causar transtornos gastrointestinais como diarreia, náuseas, dor abdominal e vômitos.