Artrose no ombro: sintomas, causas e tratamento

A artrose no ombro corresponde à degeneração da articulação do ombro o que leva a dor no ombro quando se realiza determinados movimentos e que aumenta com o passar dos anos ou se intensifica durante a realização de movimentos com os braços.

A artrose no ombro pode acontecer devido a fatores genéticos ou ser consequência da realização de movimentos repetitivos ou de alto impacto, sendo importante que o ortopedista seja consultado para que seja possível fazer o diagnóstico e iniciar o tratamento mais adequado.

O tratamento para a artrose é feito com o uso de medicamentos para aliviar a dor, que devem ser recomendados pelo ortopedista, e sessões de fisioterapia para melhorar a mobilidade do ombro. O tratamento normalmente é demorado e, dependendo do caso, pode ser necessário cirurgia.

Artrose no ombro: sintomas, causas e tratamento

Sintomas da artrose no ombro

Os sintomas da artrose no ombro podem ser constantes e mais intensos quando se movimenta o braço, sendo os principais:

  • Dor e inchaço no ombro;
  • Dificuldade em realizar qualquer movimento com o ombro;
  • Sensação de areia na articulação do ombro;
  • Estalos no ombro durante a realização dos movimentos.

É comum que a artrose no ombro aconteça ao mesmo tempo que outras alterações, como tendinite ou bursite, que corresponde à inflamação do tecido localizado no interior da articulação do ombro. Veja como identificar e tratar a bursite no ombro.

Como é feito o diagnóstico

O diagnóstico da artrose no ombro é feito pelo ortopedista a partir da avaliação dos sintomas apresentados pela pessoa e exame físico, em que são feitos movimentos que envolvem o ombro para verificar a mobilidade da pessoa, se há algum tipo de dor e a sua intensidade.

Além disso, podem ser solicitada a realização de raio-X para avaliar toda a estrutura do ombro e, assim, ser possível verificar o estágio da artrose, o que é importante para iniciar o tratamento mais adequado.

Principais causas

A artrose no ombro pode acontecer devido a fatores genéticos ou ser consequência de artrite reumatoide crônica, realização de movimentos repetitivos ou de grande impacto ou traumatismo direto o indireto como cair e apoiar-se com a mão no chão, por exemplo. Além disso, a artrose no ombro pode ser consequência da idade mais avançada ou do tipo de atividade que a pessoa exerce.

Como é feito o tratamento

O tratamento para artrose no ombro é feito com o uso de medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios, como Paracetamol ou Diclofenaco, para aliviar os sintomas. Além disso, o médico pode recomendar o uso de suplementos a base de esqueleto de crustáceos, já que podem auxiliar na recuperação da cartilagem, além de não possuir contra-indicação. Conheça também alguns remédios caseiros para artrose.

É indicado também a realização de fisioterapia com o objetivo de manter a articulação ativa, além de promover o seu fortalecimento e, assim, melhorar a qualidade de vida da pessoa. Para auxiliar o tratamento, também podem ser usados gelo, calor, aparelhos e até mesmo exercícios de musculação, mas sempre com orientação profissional.

Pode ser recomendado também a realização da artroscopia, que é um pequeno procedimento cirúrgico feita retirar calos ósseos, e se o caso for muito grave, a substituição da articulação danificada por uma prótese pode ser indicada. Entenda o que é a artroscopia do ombro e quais os riscos.

Esta informação foi útil?
Mais sobre este assunto: