Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como tratar a Artrite Reumatoide na gravidez

Na maior parte das mulheres, a artrite reumatoide costuma melhorar durante a gravidez, apresentando alívio dos sintomas desde o primeiro trimestre de gestação, podendo durar até cerca de 6 semanas depois do parto.

No entanto, em alguns casos ainda é necessário o uso de medicamentos para controlar a doença, sendo necessário evitar remédios como aspirina e Leflunomida. Além disso, na maior parte das vezes, depois do nascimento do bebê a mulher também passa por uma piora da artrite, que dura cerca de 3 meses até estabilizar.

Como tratar a Artrite Reumatoide na gravidez

Riscos para a gravidez

Em geral, se a doença estiver bem controlada, as mulheres que sofrem de artrite reumatoide têm uma gravidez tranquila e com o mesmo risco de complicações que mulheres saudáveis.

No entanto, quando a doença piora no terceiro trimestre de gestação ou é necessário tomar medicamentos corticoides, existe um maior risco de o feto apresentar atraso do desenvolvimento, parto prematuro, hemorragias durante o parto e necessidade de parto cesariana.

Recomendações antes e durante a gravidez

Alguns cuidados devem ser tomados por mulheres com artrite reumatoide para ter uma gravidez tranquila e saudável, com o máximo de controle da doença:

Antes de engravidar

Antes de engravidar a mulher deve conversar com o médico e avaliar a melhor forma de controlar a doença e ter uma gravidez saudável, sendo normalmente recomendado interromper o uso do medicamentos como Metotrexato, Leflunomida e de anti-inflamatórios.

Durante a gravidez

Durante a gravidez, o tratamento é feito de acordo com os sintomas apresentados, podendo ser necessário usar medicamentos corticoides como a predinisona, que em baixas doses consegue controlar a artrite e quase não é transmitida para o bebê.

No entanto, o uso prolongado desse medicamento costuma aumentar o risco de infecções durante o parto, podendo ser necessário o uso de antibióticos ainda durante o trabalho de parto ou logo depois.

Cuidados pós-parto

Após o nascimento do bebê é comum haver uma piora da artrite reumatoide, sendo importante conversar com o médico para decidir a melhor forma de tratamento.

Se existe o desejo de amamentar, remédios como Metotrexato, Leflunomida, Ciclosporina e Aspirina devem ser evitados, pois passam para o bebê através do leite materno.

Além disso, é importante que a mulher receba apoio da família e do companheiro para ajudar nas tarefas com o bebê e superar a fase de grise da artrite de forma mais rápida e tranquila.

Veja todas as opções de tratamento para artrite reumatoide.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...