Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Artrite infantil: causas, sintomas e tratamento

A artrite infantil, também conhecida por artrite reumatoide juvenil é uma doença rara que surge em crianças até os 16 anos e que provoca a inflamação de uma ou mais articulações, causando sintomas como dor, inchaço e vermelhidão nas articulações, podendo também afetar outros órgãos como pele, coração, pulmão, olhos e rins.

A artrite juvenil é rara, e apesar de suas causas ainda não estarem totalmente esclarecidas, sabe-se que está associada a alterações do sistema imune, genética e certas infecções por vírus ou bactérias. No entanto, a artrite idiopática não é contagiosa e nem transmitida de pais para filhos.

Ela pode ser dividida em diferentes tipos, de acordo com o número de articulações afetadas e pelos sinais e sintomas que provoca em outras partes do corpo:

  • Artrite Oligoarticular, em que são afetadas 4 ou menos articulações;
  • Artrite Poliarticular, em que são afetadas 5 ou mais articulações já nos primeiros 6 meses da doença;
  • Artrite Sistêmica, também chamada de doença de Still, acontece quando a artrite é acompanhada de febre e outros sinais e sintomas do comprometimento de diversos órgãos do corpo, como pele, fígado, baço, pulmões ou coração;
  • Artrite relacionada com Entesite, que é inflamação nos pontos de fixação dos tendões nos ossos, podendo haver ou não o comprometimento de articulações sacroilíacas ou coluna vertebral;
  • Artrite Psoriática Juvenil, caracterizada pela presença de artrite com sinais de psoríase;
  • Indiferenciada, não preenchendo critérios para nenhuma categoria acima.
Artrite infantil: causas, sintomas e tratamento

Quais os sinais e sintomas

Os principais sintomas da artrite infantil incluem:

  • Dor e inchaço em uma ou mais articulações;
  • Manchas no corpo;
  • Olhos irritados e alteração da capacidade visual, quando há inflamação ocular, chamada de uveíte;
  • Febre constante abaixo de 38ºC, especialmente à noite;
  • Dificuldade para movimentar um braço ou perna;
  • Aumento do tamanho do fígado ou do baço;
  • Cansaço excessivo e falta de apetite.

Algumas crianças podem não se queixar de dor nas articulações e, por isso, alguns sinais que podem indicar artrite são mancar, ficar muito quieta ou ter dificuldade para usar as mãos para fazer movimentos delicados, como escrever ou pintar, por exemplo.

O diagnóstico da artrite infantil nem sempre é fácil de fazer, porque não há um exame de sangue que ajude a identificar a doença, como no caso dos adultos. Assim, o médico pode fazer vários exames para eliminar algumas hipóteses até chegar no diagnóstico de artrite infantil.

Possíveis causas

A principal causa de artrite infantil é uma alteração no sistema imune da criança que leva o organismo a atacar a membrana da articulação, provocando lesão e inflamação provoca a destruição da membrana da articulação.

Porém, o problema não é hereditário e, por isso, não passa de pais para filhos, sendo comum a existência de apenas um caso na família.

Artrite infantil: causas, sintomas e tratamento

Como é feito o tratamento

O tratamento para artrite infantil deve ser orientado por um reumatologista pediátrico, mas normalmente, é iniciado com o uso de remédios anti-inflamatórios, como Ibuprofeno ou naproxeno, por exemplo, com doses adaptadas ao peso da criança.

No entanto, quando estes medicamentos não produzem efeito, o médico pode ainda receitar remédios especiais que atrasam o desenvolvimento da doença, atuando na imunidade, como metotrexato, hidroxicloroquina ou sulfassalazina, que ajudam a aliviar os sintomas e a evitar o surgimento de novas lesões nas articulações, imunossupressores, como Ciclosporina ou Ciclofosfamida ou as novas terapias biológicas injetáveis, como Infliximabe, Etanercepte e Adalimumabe.

Quando a artrite infantil afeta apenas uma articulação, o reumatologista pode ainda receitar injeções de corticoides, como prednisona, para complementar o tratamento feito com os outros remédios e aliviar os sintomas durante alguns meses.

Além disso, a criança com artrite idiopática juvenil também deve ter um acompanhamento psicológico e o apoio da família, pois ela pode apresentar dificuldades emocionais e sociais. O desenvolvimento intelectual da criança com artrite é normal, por isso, ela deve frequentar normalmente a escola, que deverá conhecer a situação da criança para facilitar a sua adaptação e integração social. 

Fisioterapia para artrite infantil

É também muito importante a realização de fisioterapia para reabilitação, com exercícios que ajudam a devolver a mobilidade à articulação, para que a criança consiga realizar sem dificuldades atividades como andar, escrever e comer. Também é importante exercitar a flexibilidade e a força dos músculos.

Veja outras formas de aliviar os sintomas de artrite infantil fazendo uma dieta especial para a artrite ou fazendo exercícios para melhorar os sintomas.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...