Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Exercícios para melhorar a artrite

​Os exercícios para artrite reumatóide têm como objetivo fortalecer os músculos que rodeiam as articulações afetadas e aumentar a flexibilidade dos tendões e ligamentos, conferindo mais estabilidade durante os movimentos, aliviando a dor e o risco de luxações e entorses.

Estes exercícios devem ser orientados por um fisioterapeuta, de acordo com a idade e o grau da artrite, e consistem em técnicas de fortalecimento e alongamento. Também é orientado colocar uma compressa quente durante 15 a 20 minutos na articulação afetada para relaxar e aumentar a amplitude dos movimentos, ajudando na realização dos exercícios.

Além disso, exercícios físicos de baixo impacto como hidroginástica, natação, caminhadas e, até, musculação, quando feitos sob orientação de um profissional habilitado, são recomendados para quem sofre desta doença, já que fortalecem os músculos, lubrificam as articulações e melhoram a flexibilidade.

Exercícios para artrite nas mãos e dedos

Alguns exercícios para artrite nas mãos podem ser:

Exercício 1Exercício 1
Exercício 2Exercício 2
Exercício 3Exercício 3
  • Exercício 1: Esticar um braço e com a ajuda da outra mão, levantar a palma da mão para cima. A seguir, empurrar a palma da mão para baixo. Repetir 30 vezes e, no final, ficar um 1 minuto em cada posição;
  • Exercício 2: Abrir os dedos e a seguir fechar a mão. Repetir 30 vezes;
  • Exercício 3: Abrir os dedos e a seguir fechá-los. Repetir 30 vezes.

Estes exercícios podem ser feitos 3 vezes por semana, no entanto, deve-se parar de fazê-los em caso de dor e consultar o fisioterapeuta ou o médico.

Exercícios para artrite no ombro

Alguns exercícios para artrite no ombro podem ser:

Exercício 1Exercício 1
Exercício 2Exercício 2
  • Exercício 1: Levantar os braços para a frente até à altura dos ombros. Repetir 30 vezes;
  • Exercício 2: Levantar os braços para o lado até à altura dos ombros. Repetir 30 vezes.

Estes exercícios podem ser feitos 3 vezes por semana, porém, em caso de dor, deve-se parar de fazê-los e consultar o fisioterapeuta ou o médico.

Exercícios para artrite no joelho

Alguns exercícios para artrite no joelho podem ser:

Exercício 1Exercício 1
Exercício 2Exercício 2
Exercício 3Exercício 3
  • Exercício 1: Na posição de deitado com a barriga para cima, com as pernas esticadas, dobrar um joelho em direção ao peito 8 vezes. A seguir, repetir para o outro joelho também 8 vezes;
  • Exercício 2: Na posição de deitado com a barriga para cima, com as pernas esticadas, levantar uma perna, mantendo-a esticada 8 vezes. A seguir, repetir para a outra perna também 8 vezes;
  • Exercício 3: Na posição de deitado com a barriga para baixo, dobrar uma perna 15 vezes. A seguir, repetir para a outra perna também 15 vezes.

Pode-se fazer estes exercícios até 3 vezes por semana, no entanto, em caso de dor deve-se parar de fazê-los e consultar o fisioterapeuta ou médico.

Além destes exercícios, o paciente deve ter sessões de fisioterapia para ajudar a aliviar os sintomas da artrite como dor, inchaço e vermelhidão das articulações afetadas. Saiba mais exemplos nesse vídeo:

Outros exercícios para artrite

Outros exercícios para artrite, que devem ser feitos no mínimo 3 vezes por semana e sob orientação do fisioterapeuta, podem ser:

  • Natação e hidroginástica porque ativam e fortalecem os músculos sem desgastá-los;
  • Andar de bicicleta e caminhada porque também são exercícios que ajudam a lubrificar as articulações, e são de baixo impacto;
  • Tai Chi e Pilates porque aumentam a flexibilidade dos músculos e tendões, sem prejudicar as articulações;
  • Musculação deve ser feita cerca 2 vezes por semana, para fortalecer os músculos e diminuir a sobrecarga nas articulações.

Quem sofre com artrite não deve realizar alguns exercícios como correr, pular corda, tênis, basquete e jump, por exemplo, porque eles podem agravar a inflamação nas articulações, piorando os sintomas. Também deve se ter muita cautela com a musculação por causa dos pesos utilizados nos exercícios.

Um outro fator importante para melhorar a convivência com a artrite é a manutenção do peso ideal porque o excesso de peso também prejudica as articulações, especialmente dos joelhos e tornozelos. Tomar os remédios receitados pelo reumatologista também é importante porque os exercícios não curam a artrite.

Saiba mais sobre o Tratamento para artrite.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...