Exame VHS: o que é, para que serve e valores de referência

setembro 2022
  1. Para que serve
  2. Como é feito
  3. Valores de referência
  4. VHS alto
  5. VHS baixo

O exame VHS é um exame de sangue muito utilizado para detectar alguma inflamação ou infecção no organismo, podendo indicar desde um simples resfriado, infecções por bactérias, até doenças inflamatórias como uma artrite ou uma pancreatite aguda, por exemplo.

O exame VHS, também chamado de exame de Velocidade de Hemossedimentação ou Velocidade de Sedimentação das Hemácias, é feito a partir da coleta de uma amostra de sangue, que é processada e avaliada após 1 hora pelo laboratório com o objetivo de avaliar a velocidade com que as hemácias se separam da parte líquida do sangue.

O valor normal do VHS no homem é até 15 mm e na mulher até 20 mm. Valores acima do valor de referência são considerados indicativos de infecção ou inflamação, sendo então necessário que outros exames como hemograma e dosagem da proteína C reativa (PCR) sejam realizados para que seja possível identificar com mais precisão a causa da alteração.

Para que serve

O exame VHS é utilizado para identificar ou avaliar qualquer tipo de inflamação ou infecção do corpo, já que mede a velocidade da separação entre os glóbulos vermelhos e o plasma, que é a parte líquida do sangue, pela ação da gravidade. Assim, quando há um processo inflamatório na corrente sanguínea, são formadas proteínas que diminuem a viscosidade do sangue e aceleram a velocidade de hemossedimentação, provocando como resultado um VHS alto.

Desta forma, o VHS é um exame muito sensível, pois consegue detectar facilmente uma inflamação, porém é pouco específico, ou seja, não é capaz de indicar qual o tipo, o local ou a gravidade da inflamação ou infecção que ocorre no corpo. Por isso, os níveis de VHS devem ser avaliados pelo médico, que irá identificar a causa de acordo com a avaliação clínica e a realização de outros exames, como o PCR, que também indica inflamação ou hemograma, por exemplo. 

Como é feito

Para realizar o exame VHS, o laboratório irá coletar uma amostra de sangue, que é colocada em um recipiente fechado e, em seguida, será avaliado quanto tempo leva para os glóbulos vermelhos se separarem do plasma e se depositarem no fundo do recipiente. 

Assim, após 1 hora ou 2 horas, esta deposição será medida, em milímetro, por isso o resultado é dado em mm/h. Para realizar o exame VHS, não é necessário nenhum preparo, e o jejum não é obrigatório.

Valores de referência

Os valores de referência do exame VHS são diferentes para o homem, mulher ou criança:

 em 1 horaem 2 horas
Homensaté 15 mmaté 20 mm
Mulheresaté 20 mmaté 25 mm
Criançasentre 3 e 13 mmentre 3 e 13 mm

Atualmente, os valores do exame VHS na primeira hora são os de maior importância, por isso são os mais utilizados.

Quando mais intensa a inflamação, mais o VHS pode se elevar, sendo que as doenças reumatológicas e câncer podem causar inflamações tão graves que são capazes de aumentar o VHS acima de 100 mm/h.

O que significa o resultado

O resultado do VHS pode ser indicativo das seguintes situações:

1. VHS alto

As situações que normalmente aumentam o VHS são infecções virais ou bacterianas, como gripe, sinusite, amigdalite, pneumonia, infecção urinária ou diarreia, por exemplo. No entanto, ele é muito utilizado para avaliar e controlar a evolução de algumas doenças que alteram o seu resultado de forma mais significativa, como:

  • Polimialgia reumática que é uma doença inflamatória dos músculos;
  • Arterite temporal que é uma doença inflamatória dos vasos sanguíneos;
  • Artrite reumatoide que é uma doença inflamatória das articulações;
  • Vasculites, que são inflamações da parede dos vasos sanguíneos;
  • Osteomielite que é uma infecção dos ossos;
  • Tuberculose que é uma doença infecciosa;
  • Câncer.

Além disso, é importante lembrar que qualquer situação que altere a diluição ou a composição do sangue pode alterar o resultado do exame. Alguns exemplos são gravidez, diabetes, obesidade, insuficiência cardíaca, insuficiência renal, alcoolismo, alterações da tireoide ou anemias.

2. VHS baixo

O exame VHS baixo, geralmente, não indica alterações. No entanto, é importante lembrar que existem situações que podem manter o VHS anormalmente baixo, e confundir a detecção de inflamações ou infecções. Algumas destas situações são:

  • Policitemia, que é o aumento das células do sangue;
  • Leucocitose severa, que é o aumento de glóbulos brancos no sangue;
  • Uso de corticosteroides;
  • Hipofibrinogenia, que é um distúrbio da coagulação do sangue;
  • Esferocitose hereditária que é um tipo de anemia que se passa de pais para filhos.

Desta forma, o médico sempre deve ver o valor do exame VHS e analisá-lo de acordo com a história clínica da pessoa, pois nem sempre o seu resultado é compatível com a situação da saúde da pessoa avaliada. O médico também poderá utilizar exames mais novos e mais específicos, como o PCR, que costuma indicar de forma mais específica situações como infecção. Saiba o que é e como é feito o exame PCR

Esta informação foi útil?

Atualizado e revisto clinicamente por Marcela Lemos - Biomédica, em setembro de 2022.

Bibliografia

  • HACHEN, Rabih H et al. Velocidade de hemossedimentação (VHS) sem diluição: metodologia confiável?. Visão Acadêmica. Vol 11. 2 ed; 2010
  • COLLARES, Guilherme B.; VIDIGAL, Pedro G. Recomendações para o uso da velocidade de hemossedimentação. Rev Med Minas Gerais. Vol 14. 1 ed; 52-57, 2004
Revisão clínica:
Marcela Lemos
Biomédica
Mestre em Microbiologia Aplicada, com habilitação em Análises Clínicas e formada pela UFPE em 2017 com registro profissional no CRBM/ PE 08598.