Anti-CCP: o que é, para que serve e como é feito

O anti-CCP, ou autoanticorpos contra peptídeo citrulinado cíclico, é um tipo de exame muito utilizado para auxiliar no diagnóstico da artrite reumatóide. Esse exame tem como objetivo detectar no sangue a presença de autoanticorpos CCP, que são anticorpos produzidos pelo sistema imunológico e que atacam as próprias células e tecidos saudáveis das articulações.

Geralmente, esse exame é feito junto ou após o teste do fator reumatóide, que é outro tipo de exame para detectar a artrite reumatóide. No entanto, o anti-CCP ajuda a dar um diagnóstico mais preciso, pois enquanto o fator reumatóide pode estar presente em outras doenças como lúpus ou Síndrome de Sjögren, por exemplo, ou até mesmo em pessoas saudáveis, o anti-CCP é mais específico e quando positivo indica a presença da artrite reumatóide. Saiba mais sobre o fator reumatóide.

Anti-CCP: o que é, para que serve e como é feito

Para que serve

O exame anti-CCP serve para medir a quantidade de autoanticorpos CCP produzidos pelo sistema imunológico e que atacam o revestimento das articulações, provocando inflamação e os sintomas da artrite reumatóide como dor de longa duração, inchaço, dificuldade em segurar objetos ou andar e até deformidade na articulação. Saiba como identificar a artrite reumatoide.

Como é feito o exame

O exame anti-CCP é muito simples, sendo apenas necessário que seja retirada uma pequena quantidade de sangue por um profissional capacitado, que é enviado para o laboratório para que seja realizada a análise.

No laboratório, o exame é feito utilizando o método imunoenzimático ELISA, em que após a amostra ser processada devidamente, são adicionados reagentes e enzimas, que, quando se ligam aos anticorpos CCP, produzem uma cor indicando uma reação positiva para a artrite reumatóide.

Para realizar o exame anti-CCP não é necessário nenhum preparo especial, sendo  recomendado informar o médico sobre possíveis problemas de saúde, além de todos os medicamentos, vitaminas ou suplementos dietéticos que se está utilizando.

O que significam os resultados

Em pessoas saudáveis, o exame anti-CCP normalmente é negativo, apresentando valores menores que 20,0 U/mL, o que significa que nenhum anticorpo CCP foi encontrado no corpo e a pessoa não tem artrite reumatóide. No entanto, valores acima de 20 U/mL podem indicar a artrite reumatóide.

Os resultados do exame anti-CCP, geralmente são analisados em conjunto com o fator reumatóide, pois esses exames podem ser feitos ao mesmo tempo ou o médico pode solicitar o fator reumatóide primeiro e se der positivo, indicar o anti-CCP para confirmar a artrite reumatóide. 

Desta forma, os valores dos exames ajudam a confirmar a artrite reumatóide e pode incluir:

  • Anti-CCP positivo e fator reumatóide positivo: indica que a pessoa tem artrite reumatóide;
  • Anti-CCP positivo e fator reumatóide negativo: pode significar que a pessoa está no estágio inicial da artrite reumatóide ou que pode desenvolver a doença no futuro;
  • Anti-CCP negativo e fator reumatóide negativo: indica que a pessoa não tem artrite reumatóide.

Estes resultados devem ser sempre interpretados e avaliados pelo reumatologista e, em quase todos os casos, é necessário fazer mais exames para ajudar a descobrir o que está causando seus sintomas

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • ALM, Linda Mathsson; et al. The performance of anti-cyclic citrullinated peptide assays in diagnosing rheumatoid arthritis: a systematic review and meta-analysis. Clin Exp Rheumatol. 36. 1; 144-152, 2018
  • NISHIMURA, Kunihiro; et al. Meta-analysis: diagnostic accuracy of anti-cyclic citrullinated peptide antibody and rheumatoid factor for rheumatoid arthritis. Ann Intern Med. 146. 11; 797-808, 2007
  • LUBAN, Stanislav; LI, Zhan-Guo. Citrullinated peptide and its relevance to rheumatoid arthritis: an update. Int J Rheum Dis. 13. 4; 284-7, 2010
  • LÓPEZ-LONGO, Francisco Javier; SÁNCHEZ-RAMÓN, Silvia; CARREÑO, Luis. The value of anti-cyclic citrullinated peptide antibodies in rheumatoid arthritis: do they imply new risk factors?. Drug News Perspect . 2009 Nov;22(9):. 22. 9; 543-8, 2009
Mais sobre este assunto: