Urticária nervosa: o que é, principais sintomas e tratamento

A urticária é uma doença que pode ser agravada pelo estresse emocional e, nesses casos, é muitas vezes chamada de "urticária nervosa". No entanto, a urticária corresponde a uma reação exagerada do sistema imune a algum tipo de substância, como medicamentos, alimentos, picadas de inseto ou exposição solar, por exemplo, não surgindo normalmente apenas devido a alterações emocionais.

Esta reação do sistema imune provoca sintomas como lesões na pele em forma de placas avermelhadas que são caracterizadas por coceira intensa, irritação e inchaço, que surgem de repente e, geralmente, desaparecem em menos de 24 horas. 

Quando a urticária é agravada por fatores emocionais, as causas geralmente incluem o excesso de trabalho, mudanças de rotina, conflitos familiares, perda de emprego, frustrações ou qualquer outro fator que possa gerar estresse. Dessa forma, o acompanhamento psicológico é muito importante para o controle das emoções, além de qualquer outro tipo de tratamento médico para a urticária.

Urticária nervosa: o que é, principais sintomas e tratamento

Principais sintomas

Os sintomas característicos da urticária incluem:

  • Coceira intensa em todo o corpo;
  • Irritação na pele por coçar a pele em excesso;
  • Lesões ou placas inflamadas;
  • Aspecto de vermelhidão;
  • Ardência na pele.

No caso da "urticária nervosa" estes sintomas tendem a aparecer especialmente quando a pessoa fica mais ansiosa ou estressada, no entanto, estas pessoas já têm predisposição para a urticária e ela apenas é agravada em situações de estresse.

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico para a urticária consiste num exame físico que é realizado pelo dermatologista ou alergologista, que pode também fazer algumas perguntas para perceber o que pode ter desencadeado os sintomas, como atividades que tenham sido realizadas, alimentos ou medicamentos ingeridos, regiões onde costumam aparecer as manchas ou frequência do aparecimento dos episódios, por exemplo.

Normalmente, não é necessário nenhum exame específico para confirmar a urticária nervosa, a menos que haja suspeita de outra causa, como alimentos ou medicamentos.

Como é feito o tratamento

O tratamento para urticária nervosa é feito com o objetivo de aliviar os sintomas, sendo na maioria das vezes recomendado pelo dermatologista o uso de anti-histamínicos, que permite o alívio da coceira e da irritação da pele. O tratamento deve ser seguido de acordo com a orientação médica, pois dosagens acima ou abaixo da recomendada pode atrapalhar o tratamento da urticária, agravar os sintomas ou causar outros problemas. Veja quais as principais opções de tratamento para urticária.

Além disso, como a "urticária nervosa" é desencadeada por alterações emocionais, é recomendado o acompanhamento por um psicólogo que ajude a pessoa a controlar suas emoções, diminuindo assim a frequência das crises de urticária.

Os sintomas da urticária também podem ser aliviados em casa, através de banho com farinha de aveia e alfazema, que diminui a coceira e a irritação da pele, ou por meio de um banho com sais de Epson e óleo de amêndoas, pois possui propriedades anti-inflamatórias, analgésicas e calmantes, promovendo o bem-estar e diminuindo a irritação da pele. Confira 4 remédios caseiros para urticária.

Esta informação foi útil?
Mais sobre este assunto: