Tratamento para urticária: 6 principais opções

O tratamento para a urticária pode ser feito com o uso de remédios na forma de pomadas, comprimidos ou injeção, prescritos pelo médico de acordo com o tipo de urticária, que pode ser aguda ou crônica, e da avaliação dos sintomas apresentados como coceira, vermelhidão inchaço ou sensação de queimação na pele, por exemplo.

A urticária pode surgir devido a alergia a alimentos, tecido das roupas, pêlos de animais, poeira ou uso de remédios, por exemplo, sendo que uma das formas mais simples e eficaz de tratamento da urticária é identificar o agente causador dos sintomas e, assim, evitar o contato. Veja outras causas da urticária

O tratamento da urticária deve ser feito com indicação do clínico geral ou alergologista, que podem receitar o melhor remédio de forma individualizada. Em casos graves de urticária, com sintomas como inchaço na boca, língua ou garganta, dificuldade para respirar, deve-se procurar atendimento médico o mais rápido possível ou o pronto socorro mais próximo, pois pode colocar a vida em risco.

Tratamento para urticária: 6 principais opções

Os principais tratamentos para urticária indicados pelo médico são:

1. Pomada de calamina

A pomada de calamina é constituída por óxido de zinco e outros componentes, com ação antialérgica, analgésica e protetora da pele, que ajudam a aliviar a coceira na pele causada pela urticária devido a queimaduras solares.

No entanto, a pomada de calamina deve ser usada com indicação médica pois apenas ajuda a aliviar a coceira superficial da pele e não trata a causa da urticária, que deve ser feita com o uso de remédios orais. 

Alguns exemplos de produtos com calamina são o Ducilamina da TheraSkin, que pode ser usada em adultos e crianças, e a Calamyn, Solardril e Caladryl, que podem ser usadas em adultos e crianças com mais de 2 anos, porque possuem cânfora na composição, que é contra-indicada em crianças menores de 2 anos de idade. Veja uma pomada de calêndula que pode ser usada no bebê.  

2. Comprimidos antialérgicos

Os comprimidos antialérgicos para urticária, como os antihistamínicos e os corticóides, podem ser indicados pelo médico pois possuem ação antialérgica que ajudam a reduzir os sintomas de coceira, vermelhidão, inchaço ou sensação de queimação na pele.

Geralmente, os antihistamínicos são indicados para o tratamento da urticária aguda ou crônica. Já os corticóides podem ser indicados pelo médico para a urticária de pressão, urticária vasculítica ou urticária crônica quando os sintomas são muito intensos ou não melhoram com o uso dos anti-histamínicos. Confira os principais antihistaminicos e corticoides para urticária.  

Em alguns casos, o médico pode indicar o uso em conjunto dos medicamentos anti-histamínicos e corticoides para urticária crônica, que é quando os sintomas duram mais de 6 semanas, são intensos, surgem frequentemente ou nunca desaparecem.

3. Injeção de omalizumabe

A injeção de omalizumabe é indicada para urticária crônica, quando o uso de antialérgicos não foram suficientes para melhorar os sintomas. Esse remédio é um tipo de anticorpo monoclonal que diminui a ação do sistema imunológico, ajudando a aliviar a urticária crônica.

O omalizumabe deve ser usado através da aplicação subcutânea, ou seja, sobre a pele, conforme orientação médica, podendo ser indicado para adultos ou crianças com mais de 12 anos. Saiba como usar o omalizumabe.  

4. Caneta de adrenalina

Nos casos em que a urticária é acompanhada de sintomas graves, como inchaço da língua ou dos lábios ou dificuldade para respirar, por exemplo, o médico pode recomendar o uso de uma caneta de adrenalina (epinefrina) para que seja injetada imediatamente na pessoa assim que surgirem estes sintomas, pois podem colocar a vida em risco.

A caneta de adrenalina é indicada pelo médico para pessoas com alto risco de ter uma reação alérgica grave, devendo ter orientação do médico para os sinais de alarme e de gravidade que possam surgir, assim como a forma de usar esse remédio. Após uso da caneta de adrenalina é muito importante ir imediatamente ao hospital ou consultar o médico que receitou o seu uso. Saiba como aplicar a caneta de adrenalina.  

A adrenalina na forma de injeção também é usada em hospitais com indicação médica e aplicada pelo enfermeiro nas situações de emergência causadas pela urticária grave para o tratamento do inchaço na boca, língua ou garganta e dificuldade para respirar.

5. Injeção de corticóide

A injeção de corticóide é usada em hospitais para o tratamento de emergência da urticária grave com sintomas de angioedema, como inchaço na boca, garganta ou língua ou dificuldade para respirar, que podem colocar a vida em risco.

Esse tratamento para urticária deve ser feito somente com indicação médica e aplicação do corticóide diretamente na veia pelo enfermeiro, além de outros remédios, como a adrenalina, para controlar os sintomas da urticária grave.

6. Tratamento caseiro

Alguns tratamentos caseiros, como tomar um banho de imersão com aveia e alfazema, ou usar compressas de chá de camomila na região afetada da pele, podem ajudar a aliviar a coceira na pele e podem ser usados para complementar o tratamento da urticária leve indicado pelo médico.

No entanto, é importante ressaltar que o uso destes, ou de qualquer outro tratamento natural, não deve substituir os remédios indicados pelo médico, sendo apenas uma forma de ajudar a aliviar mais rapidamente os sintomas. Veja algumas opções de remédios caseiros para urticária.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • ANTIA, C.; et al. Urticaria: A comprehensive review: Epidemiology, diagnosis, and work-up. J Am Acad Dermatol. 79. 4; 599-614, 2018
  • SCHAEFER, P.; et al. Urticaria: Evaluation and Treatment. Am Fam Physician. 83. 9; 1078-1084, 2011
  • MELO, J. M. L.; et al. Guia prático do tratamento com omalizumabe para urticária crônica espontânea. Arquivos de Asma, Alergia e Imunologia. 4. 3; 289-299, 2020
  • GODSE, K. V. Chronic urticaria and treatment options. Indian J Dermatol. 54. 4; 310-2, 2009
  • ENSINA, L. F.; et al. Guia prático da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia para o diagnóstico e tratamento das urticárias baseado em diretrizes internacionais. Arquivos de Asma, Alergia e Imunologia. 3. 4; 382-392, 2019
  • SCHAEFER, P. Acute and Chronic Urticaria: Evaluation and Treatment. Am Fam Physician. 95. 11; 717-724, 2017
Mais sobre este assunto: