Urticária colinérgica: o que é, sintomas e tratamento

A urticária colinérgica, popularmente conhecida como alergia ao calor, é um tipo de alergia na pele que surge após aumento da temperatura do corpo, que pode acontecer em períodos de calor ou realização de uma atividade física, por exemplo, resultando no aparecimento de pequenos caroços vermelhos e muita coceira no local, sendo esses sintomas mais frequentemente observados nas costas e no pescoço.

É importante que o dermatologista ou imunoalergologista seja consultado para que seja feita uma avaliação dos sintomas e, assim, ser possível indicar o melhor tratamento. Para tratar esta alteração é necessário diminuir a temperatura corporal com um banho frio, por exemplo, além do uso de medicamentos ou pomadas antialérgicas,que devem ser usados de acordo com a orientação do médico.

Urticária colinérgica: o que é, sintomas e tratamento

Sintomas de urticária colinérgica

A urticária colinérgica geralmente surge em adolescentes e adultos, mas pode acontecer em pessoas de todas as idades e é caracterizada pelo surgimento de pequenos caroços, placas ou manchas avermelhadas pelo corpo e que coçam bastante. Além desses sintomas, podem surgir outros sintomas associados, sendo eles:

  • Inchaço na pele ou nos lábios, olhos ou garganta, também conhecido como angioedema;
  • Tosse ou falta de ar;
  • Dor no estômago, enjoo ou diarreia;
  • Diminuição da pressão arterial.

Quando são identificados esses sintomas, é recomendado ir ao pronto-socorro devido ao risco de haver dificuldade respiratória pelo inchaço da garganta e pulmões.

Em bebês e em algumas pessoas predispostas, também existe um outro tipo de reação ao calor, mas que acontece quando o suor provocado pelo calor entope e inflama os poros e causa uma reação com caroços e coceira na pele, conhecida como brotoeja. Veja como identificar e tratar a brotoeja.

Para diagnosticar este tipo de alergia, o dermatologista deve observar as características da reação na pele, mas pode ser necessária a realização de um teste com aquecimento local, como o contato com água quente por alguns minutos, por exemplo, ou observar a reação da pele quando a pessoa realiza alguns minutos de atividade física.

Principais causas

Na urticária colinérgica, o aparecimento dos sintomas está relacionado com situações que promovem o aumento da temperatura corporal, como exercícios físicos intensos, banhos quentes, calor excessivo, estresse, consumo de bebidas e alimentos quentes e apimentados e contato com substâncias quentes, como compressas, por exemplo.

Este tipo de alergia faz parte do grupo de urticárias que são desencadeadas por estímulos físicos, como calor, sol, frio, contato com produtos e suor, sendo que é comum a pessoa ter mais de um tipo. Veja como identificar outros tipos de urticária e como tratar.

Como é feito o tratamento

A urticária colinérgica não tem cura, mas os seus sintomas podem ser aliviados, sendo necessário seguir as orientações do dermatologista, que, geralmente, incluem o uso de alguns remédios antialérgicos, como Hidroxizina e Cetirizina, podendo ser associadas pomadas para potencializar o efeito, como Betametasona.

Além disso, é fundamental fazer o resfriamento do corpo, com um banho frio ou ir para um local ventilado, por exemplo. Em algumas pessoas, o estresse, o consumo de bebidas alcoólicas ou uso de outros remédios também podem desencadear ou piorar as crises, devendo ser evitados.

Geralmente, as reações duram cerca de poucos minutos a 24 horas, mas, em algumas pessoas, podem ser crônicas e persistir por mais tempo. Assim, em pessoas com urticárias muito intensas e repetitivas, pode ser necessária a realização de um tratamento mais prolongado, com medicamentos antialérgicos ou corticoides por mais tempo, para estabilizar a imunidade.

Tratamento caseiro para urticária colinérgica

O tratamento natural para urticária colinérgica pode ser realizado em casos de reações leves ou como complemento do tratamento nos casos mais intensos, podendo ser feito com compressas frias de camomila, planta amor-perfeito ou papa de linhaça, 2 vezes ao dia. Confira algumas opções de remédios caseiros para alergia na pele.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • FUKUNAGA, Atsushi et al. Cholinergic urticaria: epidemiology, physiopathology, new categorization, and management. Clin Auton Res. Vol 28. 103-113, 2018
  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA. Urticária. Disponível em: <https://www.sbd.org.br/dermatologia/pele/doencas-e-problemas/urticaria/73/>. Acesso em 25 Fev 2020
Mais sobre este assunto: