Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Tratamentos para Esporão do Calcâneo

O tratamento para esporão no calcanhar ajuda a aliviar os sintomas de dor e dificuldade para caminhar provocados pela fricção do esporão na fáscia plantar, sendo, por isso, recomendado utilizar sapatos macios com palmilha ortopédica para apoiar melhor o pé e evitar que o esporão provoque pressão excessiva, aliviando a dor.

O esporão é a formação de uma calosidade óssea que acontece devido a rigidez do pé e da fáscia, que também está relacionada com o excesso de peso, e ter que permanecer muito tempo de pé ou na mesma posição. O tratamento com exercícios, alongamentos e fisioterapia são indicados e alcançam ótimos resultados trazendo alívio da dor na maioria dos casos. 

Tratamentos para Esporão do Calcâneo

Opções de tratamento para esporão de calcâneo 

Confira tudo o que você pode fazer para aliviar a dor do esporão:

1. Alongamentos

Podem ser utilizados alguns exercícios de alongamento da fáscia plantar, como puxar os dedos do pé para cima durante 20 segundos ou rolar o pé em cima de uma bola de tênis, para melhorar a elasticidade da fáscia e evitar que ela cause muita pressão sobre o esporão, aliviando a dor. Também pode pisar na ponta do degrau da escada e forçar o calcanhar para baixo, mantendo o alongamento da sola do pé e da perna.

2. Remédios

Quando a dor demora para passar é recomendado consultar um ortopedista para prescrever remédios anti-inflamatórios, como Acetaminofeno ou Naproxeno, que reduzem a inflamação no local do esporão, facilitando o caminhar e o alívio mais rápido da dor. Não se deve tomar remédios sem prescrição médica e deve-se lembrar que os remédios apenas aliviam a dor e não eliminam a causa do esporão, e isso não cura o esporão, sendo portanto importante seguir outros tratamentos.

3. Fazer Massagem

Para massagem no pé podem ser utilizados um bom creme hidratante para os pés ou óleo de amêndoa doce. A própria pessoa pode massagear seu pé, mas é mais relaxante quando outra pessoa realiza a massagem. Um outro tipo de massagem que pode ser indicada é a massagem transversa realizada exatamente em cima do local da dor, friccionando o local. 

Também se pode usar pomadas como Cataflan, Reumon Gel, Calminex ou Voltaren para massagear a planta do pé diariamente após o banho ou deixar o pé de molho na água fria, por exemplo. Na farmácia de manipulação também é possível encomendar uma pomada anti-inflamatória que possa aquecer ao ser aplicada diariamente.

Pressionar enquanto desliza o polegar sobre a sola da pé também é uma ótima forma de tratamento para curar o esporão. Veja mais truques que pode fazer em casa, nesse vídeo:

ESPORÃO NO CALCANHAR: O que fazer

586 mil visualizações

4. Usar Palmilha

Usar uma palmilha de silicone é uma boa estratégia para diminuir a pressão do peso do corpo sobre a região dolorida. O ideal é que seja utilizada uma palmilha que tenha um 'buraco' exatamente no local onde se localiza o esporão porque assim toda a planta do pé fica bem apoiada e a região dolorida não fica em contato com a palmilha, nem o sapato. No entanto, essa palmilha não deve ser usada por toda a vida, sendo necessária apenas enquanto durar o tratamento.

Um outro tipo de palmilha que pode ser usada é aquela que força a curva do pé, que está presente em alguns tênis de caminhada ou corrida. 

Exercício de alongamento do pé
Exercício de alongamento do pé
Massagem na planta do pé
Massagem na planta do pé

5. Fazer Fisioterapia 

A fisioterapia para esporão do calcanhar inclui o uso de eletroterapia e aplicação de gelo, para reduzir a inflamação dos tecido em redor do esporão, aliviando a dor ao caminhar. Alguns exemplos do que se pode fazer na fisioterapia são:

  • Ultrassom com gel neutro ou com propriedade anti-inflamatória;
  • Laser para ajudar a desinflamar e cicatrizar os tecidos inflamados;
  • Técnica de crochetagem ou de massagem transversa profunda que podem causar algum desconforto, mas libera a fáscia;
  • Uso de uma tala noturna no pé, que imobiliza o tornozelo e alonga a fáscia plantar;
  • Exercícios para estimular a curvatura ideal do pé e a mobilização da fáscia.

A fisioterapia pode ser realizada de 3 a 4 vezes por semana, até a eliminação dos sintomas.

6. Acupuntura

As agulhas usadas na acupuntura também são uma boa forma de tratamento alternativo. Cada sessão pode ser feita 1 vez por semana e traz alívio e controle da dor.

7. Terapia com ondas de choque 

Este equipamento pode ser usado para combater o esporão, trazendo alívio da dor com riscos e efeitos secundários mínimos. O tratamento dura de 5-10 minutos, e são necessárias 2 a 4 tratamentos, realizados 1 vez por semana. Saiba mais sobre esse tratamento aqui

8. Cirurgia 

A cirurgia para esporão no calcanhar é utilizada nos casos mais graves para liberar a fáscia plantar e remover o esporão, aliviando definitivamente a dor. No entanto, sendo uma cirurgia, existem alguns efeitos colaterais que podem surgir, especialmente formigamento na região do calcanhar.

Após a cirurgia, para evitar complicações, é recomendado manter o repouso durante, pelo menos, 2 semanas e manter o pé elevado com almofadas para que esteja acima do nível do coração, evitando que fique inchado e atrase a cicatrização. Além disso, só se deve começar a colocar peso sobre o calcanhar após indicação do médico, devendo-se começar a caminhar com o auxilio de muletas. Veja como usar em: Como usar muletas corretamente.

Esporão tem cura?

Uma vez que se formou o esporão nenhum tratamento será capaz de o eliminar completamente e por isso é comum que a dor surja de tempos em tempos, sempre que a pessoa se descuida e usa sapatos muito duros ou fica muito descalço, passando muitas horas do dia de pé. A única forma de eliminar essa formação óssea é através de cirurgia, onde o osso pode ser raspado pelo cirurgião. No entanto, se os fatores que levaram ao desenvolvimento do esporão não forem solucionados, ele poderá voltar a aparecer.


Bibliografia

  • KISNER, Carolyn; COLBY Lynn Allen. Exercícios terapêuticos: Fundamentos e Técnicas. 6ª.ed. São Paulo: Manole, 2016. 868-870.
  • Mark Dutton. Fisioterapia ortopédica: exame, avaliação e intervenção. 2ª.ed. Porto Alegre: Artmed, 2010.
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem