Infecção intestinal: o que é, sintomas, causas e tratamento

A infecção intestinal normalmente surge após o consumo de alimentos ou água contaminados por bactérias, parasitas ou vírus, podendo haver febre, dor abdominal, vômitos e diarreia frequente, sendo mais comum de acontecer em pessoas que possuem o sistema imunológico mais fragilizado, como é o caso de crianças, idosos e pessoas portadoras de doenças crônicas.

Na maioria dos casos a infecção intestinal é combatida apenas com o repouso, ingestão de líquidos e alimentação leve e de fácil digestão, no entanto é importante consultar o médico caso os sintomas não desapareçam em 2 dias, no caso das crianças, ou 3 dias no caso dos adultos.

É possível evitar a infecção intestinal por meio da melhora dos hábitos de higiene, tanto pessoal quanto alimentar, sendo recomendado lavar as mãos após usar o banheiro e levar bem os alimentos antes de manuseá-los.

Infecção intestinal: o que é, sintomas, causas e tratamento

Sintomas de infecção intestinal

Os sintomas de infecção intestinal podem surgir logo após o consumo de alimentos contaminados ou até 3 dias e variam de acordo com o tipo de microrganismo, gravidade da infecção, idade e estado geral de saúde da pessoa, sendo os principais sintomas:

  • Cólicas e dores abdominais;
  • Prisão de ventre ou diarreia, podendo apresentar sangue nas fezes;
  • Vômitos;
  • Dor de cabeça;
  • Aumento dos gases,
  • Perda de apetite;
  • Náuseas;
  • Febre.

É importante lembrar que os sintomas de infecção intestinal são mais graves e preocupantes em crianças e idosos, pois possuem o sistema imunológico mas frágil, o que pode favorecer a proliferação mais rápida do microrganismo e, assim, tornar a infecção mais grave, bem como aumentar a perda de peso e o risco de desidratação.

Principais causas

A infecção intestinal pode acontecer devido à presença de microrganismos no alimento ou na água, sendo os principais:

  • Bactérias: Salmonella spp., Escherichia coli, Listeria spp., Bacillus cereus, Clostridium perfringens, Staphylococcus aureus;
  • Parasitas: Giardia lamblia, Entamoeba histolytica, Toxoplasma gondii;
  • Vírus: vírus da hepatite A, rotavírus, norovírus.

Pessoas com sistema imunológico fraco, como pacientes com AIDS ou em tratamento para câncer, crianças, grávidas e idosos têm uma maior chance de terem infecção intestinal, pois possuem o sistema imunológico mais enfraquecido, de forma que o agente infeccioso consegue proliferar mais facilmente.

Além disso, pessoas que têm gastrite ou azia ou que usam medicamentos para controlar a acidez do estômago, como Omeprazol, têm maior risco de terem infecção intestinal, pois a acidez do estômago é reduzida, dificultando o combate de vírus e bactérias.

Como é feito o tratamento

O tratamento para infecção intestinal tem como promover o alívio dos sintomas, sendo indicado que a pessoa permaneça em repouso, beba bastante líquidos e tenha uma alimentação leve e de fácil digestão, como arroz branco cozido, carnes brancas com pouco tempero e sucos coados, por exemplo. Veja mais detalhes do que comer em caso de infecção intestinal.

Além disso, não é indicado que a pessoa tome remédios para prender o intestino, pois isso faz com que o agente infeccioso não seja eliminado, o que pode prolongar os sintomas e trazer complicações.

Em alguns casos, o médico pode indicar o uso de medicamentos para aliviar o desconforto abdominal e o mal estar, além de antibióticos no caso da infecção ter sido por bactérias. Pode ser também indicado o uso de medicamentos probióticos para repor a flora bacteriana e, assim, regular o funcionamento do intestino e combater a infecção. Conheça mais sobre os remédios para infecção intestinal.

Como prevenir a infecção intestinal

Para prevenir infecções intestinais, é importante tomar cuidados de higiene pessoal e com os alimentos, como:

  • Lavar bem as mãos após usar o banheiro ou tocar em animais domésticos;
  • Lavar bem as mãos antes e depois de pegar em qualquer alimento;
  • Evitar o consumo de carnes e ovos mal passados;
  • Consumir água filtrada ou fervida.

Enquanto os sintomas de infecção alimentar estiverem presentes, é importante evitar preparar alimentos para outras pessoas, para prevenir que elas também fiquem doentes. Além disso, deve-se evitar consumir os alimentos que mais causam infecção intestinal, como alimentos crus e mal passados. Veja quais são os principais alimentos que causam dor de barriga.

Esta informação foi útil?
Atualizado por Equipe Tua Saúde - em Janeiro de 2022. Revisão clínica por Tatiana Zanin, Nutricionista - em Janeiro de 2022.
Mais sobre este assunto: