Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Sintomas de angústia

A angústia é um sentimento que está relacionado com problemas que trazem muitas preocupações, como saber o diagnóstico de uma doença ou ter um desgosto amoroso, por exemplo e, é uma manifestação emocional que perturba e incomoda e, normalmente deriva de sentimentos de frustração, culpa, insegurança ou ingratidão, por exemplo.

Alguns dos sintomas de angústia incluem:

  • Dor no peito e na garganta, com sensação de aperto;
  • Batimentos do coração rápidos e descontrolados;
  • Sensação de sufocamento, com dificuldade em respirar;
  • Inquietação e desassossego constante;
  • Dor de cabeça permanente;
  • Pensamentos negativos;
  • Ataques de ansiedade. Saiba mais em: Crise de ansiedade.

Além destes sintomas comuns de angústia, o paciente pode sentir outros, que podem ser confundidos com depressão, e que perturbam o dia-a-dia, como, apatia, falta de apetite, insônia, dificuldades de concentração, ter contraturas musculares e dores no corpo e cansaço constante.

Como tratar a angústia

Para tratar a angústia é necessário curar sua causa para eliminar todos os sintomas, no entanto, nos momentos em que os sintomas se manifestam, existem formas que podem ajudar, como:

  • Aprender a controlar a respiração: deve-se respiração de forma profunda e lenta pelo nariz, levando o ar até ao abdômen e deitando o ar fora, suavemente através de sua boca.
  • Substituir pensamentos negativos por positivos, registando ambos num papel.
  • Fazer exercícios de relaxamento, como meditar ou alongar;
  • Tomar um banho quente ou pedir para um familiar fazer uma massagem nas costas, também pode ajudar;
  • Descansar em um quarto escuro e sem ruído;
  • Beber um chá calmante como de camomila ou valeriana ou um suco de maracujá. Saiba como fazer em: Tratamento caseiro para ansiedade.

Em alguns casos, principalmente quando a angustia profunda e constante, pode ser necessário ir no médico ou psicólogo para avaliar a situação e adequar o tratamento, que geralmente inclui sessões de psicoterapia ou mesmo o uso de remédios para diminuir a ansiedade, como Xanax ou Klonopin, por exemplo.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...