7 principais sintomas de herpes genital

Atualizado em setembro 2023

Os sintomas de herpes genital podem surgir em até 15 dias após a relação sexual desprotegida com uma pessoa portadora do vírus, sendo notado o aparecimento de feridas e bolhas na região genital, que podem causar dor, desconforto, ardor e vermelhidão na região genital.

Além disso, as bolhas e feridas do herpes genital podem ser acompanhados por sintomas mais gerais, em alguns casos, como febre baixa, calafrios e mal estar geral.

O herpes genital é uma Infecção Sexualmente Transmissível (IST), que é transmitida através da relação sexual desprotegida ao entrar em contato direto com o líquido liberado pelas bolhas formadas pelo vírus do Herpes encontradas na região genital da pessoa infectada, levando ao surgimento de sintomas como ardência, coceira, dor e desconforto na região genital. Conheça mais sobre o herpes genital.

Conteúdo sensível
Esta imagem pode apresentar conteúdo desconfortável para algumas pessoas.
Herpes genital no homem
Herpes genital no homem

Sintomas de herpes genital

Os principais sintomas de herpes genital são:

  1. Aparecimento de bolhas na região genital, que se rompem e são origem a pequenas feridas;
  2. Coceira e desconforto;
  3. Vermelhidão na região;
  4. Ardor ao urinar caso as bolhas estejam perto da uretra;
  5. Dor;
  6. Ardor e dor ao defecar, caso as bolhas estejam próximas do ânus;
  7. Ínguas na virilha.

Os sintomas de herpes genital surgem entre 10 a 15 dias após o contato com o agente infeccioso responsável pela infecção e as feridas do herpes genital podem aparecer no pênis, vulva, vagina, região perianal, uretra ou colo do útero.

Além disso, é possível que sejam notados sintomas mais gerais, como febre baixa, calafrios, dor de cabeça, mal estar geral, perda de apetite, dor muscular e cansaço, por exemplo.

Teste online de sintomas

Para saber a possibilidade de ter herpes genital, por favor, selecione os sintomas que apresenta:

  1. 1. Uma ou mais vesículas (pequenas bolhas) na região íntima
  2. 2. Uma ou mais feridas na região genital ou anal, nádega ou parte superior da coxa
  3. 3. Dor ou desconforto na região íntima
  4. 4. Sensação de mal estar geral
  5. 5. Caroços ou ínguas na virilha
  6. 6. Febre acima de 38ºC

Este teste é uma ferramenta que serve apenas como meio de orientação. Portanto, não tem a finalidade de dar um diagnóstico e nem substitui a consulta com o urologista ou ginecologista ou infectologista.

Diagnóstico do herpes genital

O diagnóstico do herpes genital é feito pelo ginecologista, urologista, clínico geral ou infectologista a partir da avaliação inicial da região genital. Além disso, para confirmar o diagnóstico, o médico pode solicitar a realização de sorologia para identificação do vírus ou raspagem da ferida para que seja analisada em laboratório.

Cuidar da sua saúde nunca foi tão fácil!

Marque uma consulta com nossos Ginecologistas e receba o cuidado personalizado que você merece.

Marcar consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.

Foto de uma doutora e um doutor de braços cruzados esperando você para atender

Como acontece a transmissão

A transmissão do herpes genital acontece por meio da relação sexual desprotegida, ou seja, camisinha, podendo a pessoa ser infectada ao entrar em contato com o líquido das bolhas que podem estar presentes na região genital, coxa ou ânus, por exemplo. Veja mais detalhes da transmissão do herpes genital..

Como é feito o tratamento

O tratamento do herpes genital deve ser feito de acordo com a orientação do ginecologista, urologista ou clínico geral, sendo recomendo o uso de medicamentos antivirais como Aciclovir ou Valaciclovir em comprimidos ou pomadas, para aliviar os sintomas, prevenir complicações, diminuir a taxa de replicação do vírus no corpo e, consequentemente, diminuir o risco de transmissão para outras pessoas. Confira os principais medicamentos para herpes genital.

Além disso, como as bolhas do herpes na região genital podem ser bem dolorosas, para ajudar a passar pelo episódio o médico pode também recomendar a utilização de pomadas ou géis anestésicos locais, como Lidocaína ou Xilocaína, que ajudam a hidratar a pele e anestesiar a zona afetada, aliviando assim a dor e desconforto. Entenda como é feito o tratamento para herpes genital.