Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

7 causas de Sangue na fralda do bebê

A presença de sangue na fralda do bebê é sempre um motivo de alarme para os pais, porém, na maioria dos casos a presença de sangue na fralda não é sinal de problemas de saúde graves, podendo surgir apenas devido a situações mais comuns como assadura no bumbum, alergia ao leite de vaca ou fissura anal, por exemplo.

Além disso, quando a urina do bebê está muito concentrada, ela pode conter cristais de urato que conferem uma cor avermelhada ou rosada à urina, parecendo que o bebê tem sangue na fralda.

Para testar se é realmente sangue na fralda do bebê pode-se colocar um pouco de água oxigenada sobre a mancha. Se houver produção de espuma, significa que a mancha é realmente sangue e, por isso, é importante consultar o pediatra para identificar a causa e iniciar o tratamento adequado.

7 causas de Sangue na fralda do bebê

1. Alimentos avermelhados

O cocô do bebê pode ficar avermelhado devido à ingestão de alimentos vermelhos como a beterraba, sopa de tomate ou algum alimento com corante vermelho, por exemplo, podendo criar a ideia de que o bebê possui sangue na fralda.

O que fazer: evitar dar estes alimentos ao bebê e caso o problema se mantenha por mais de 24 horas, deve-se consultar o pediatra para identificar o problema e iniciar o tratamento.

2. Assadura

A assadura é a presença de pele irritada e vermelha no bumbum que pode sangrar após a limpeza da pele, provocando o surgimento de sangue vermelho-vivo na fralda.

O que fazer: se possível, deixar o bebê algumas horas do dia sem fralda e aplicar uma pomada para assadura como a Dermodex ou Bepantol, por exemplo, em cada troca de fralda. Veja todos os cuidados necessários para cuidar da assadura do bebê.

3. Alergia ao leite de vaca

A presença de sangue nas fezes do bebê também pode indicar que o bebê é alérgico à proteína do leite de vaca, por exemplo. Mesmo oem bebês que só mamam, a proteína do leite de vaca pode ser passada para o bebê através do leite materno quando a mãe ingere leite de vaca e seus derivados.

O que fazer: retirar da alimentação do bebê ou da mãe o leite de vaca e observar se o sangue continua a surgir na fralda. Veja como identificar se o bebê tem alergia à proteína do leite e o que fazer.

4. Fissura anal

A existência de sangue na fralda de um bebê que tem frequentemente prisão de ventre pode ser sinal de fissura na região anal, pois as fezes do bebê podem ficar muito duras e, ao saírem, provocar um pequeno corte no ânus.

O que fazer: dar mais água ao bebê e fazer as papas com mais água para ficarem menos consistentes, facilitando a eliminação das fezes. Veja também um remédio caseiro para prisão de ventre no bebê.

5. Vacina contra o Rotavírus

Um dos principais efeitos colaterais da vacina do Rotavírus é a presença de sangue nas fezes do bebê até 40 dias após tomar a vacina. Por isso, caso isso aconteça, não se deve dar importância, desde que a quantidade de sangue seja pouca.

O que fazer: caso o bebê esteja perdendo muito sangue pelas fezes é aconselhado ir imediatamente ao pronto-socorro.

6. Urina muito concentrada

Quando a urina do bebê fica muito concentrada, os cristais de urato são eliminados pela urina, conferindo-lhe uma cor avermelhada que pode parecer sangue. Nestes casos, ao fazer o teste com a água oxigenada, o "sangue" não produz espuma e, por isso, é possível desconfiar de que seja apenas a urina muito concentrada.

O que fazer: aumentar a quantidade de água que é dada ao bebê para diminuir a concentração da urina e os cristais de urato.

7. Infecção intestinal

A infecção intestinal grave pode ferir o intestino internamente e causar sangramentos que saem nas fezes, sendo normalmente acompanhada de dor abdominal e diarreia, podendo ainda surgir vômitos e febre. Confira outros sintomas que podem indicar uma infecção intestinal no bebê.

O que fazer: Levar o bebê imediatamente para o pronto-socorro para identificar a causa do problema e iniciar o tratamento adequado.

Quando ir ao médico

Embora na maioria dos casos o sangue na fralda não seja uma situação de emergência, é recomendado ir ao pronto-socorro quando:

  • O bebê está sangrando em excesso;
  • Surgem outros sintomas como febre acima de 38º, diarreia ou vontade excessiva para dormir;
  • O bebê não tem energia para brincar.

Nestes casos o bebê deve ser avaliado por um pediatra para realizar exames de urina, fezes ou sangue e identificar a causa, iniciando o tratamento adequado, se necessário.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar