APLV: o que é, sintomas, tratamento e dúvidas comuns

Revisão médica: Drª. Beatriz Beltrame
Pediatra
maio 2022
  1. Sintomas
  2. Diagnóstico
  3. Tratamento

A APLV é uma alergia alimentar a uma ou mais proteínas presentes no leite de vaca, como caseína, lactoglobulina, lactoalbumina, soroalbumina  e imunoglobulinas, e que acontece, principalmente, quando o bebê ou a criança ingere ou tem contato com o leite de vaca.

Conhecida também como alergia à proteína do leite de vaca, a APLV pode acontecer imediatamente ou após algumas horas ou dias, depois da ingestão ou do contato com os produtos que contêm essa proteína, provocando o surgimento de sinais e sintomas, como urticária, vômitos, diarreia e atraso no crescimento infantil. Conheça outros sintomas de alergia alimentar em crianças.

A APLV geralmente surge em bebês e crianças, porque o sistema imunológico ainda está se desenvolvendo nesta fase da vida, no entanto, em casos mais raros, também pode surgir em adultos. O diagnóstico da APLV deve ser feito por um médico através da avaliação dos sinais e sintomas, da realização do teste de intolerância alimentar e do teste de exclusão, por exemplo.

Principais sintomas

Os sintomas da APLV após o consumo do leite de vaca variam de acordo com o tipo de reação do sistema imunológico, podendo surgir imediatamente após, ou até uma semana depois da ingestão ou do contato com o leite de vaca.

1. Sintomas de reações imediatas

Os sintomas de reações imediatas da APLV acontecem após poucos minutos ou, no máximo até 2 horas depois da ingestão ou o contato da pele com o leite de vaca e incluem:

  • Vermelhidão, inflamação e coceira na pele;
  • Náuseas e vômitos;
  • Diarreia;
  • Dor abdominal;
  • Tosse ou chiado no peito;
  • Coriza e nariz entupido;
  • Coceira nos olhos e lacrimejamento.

Além disso, em casos mais graves também podem surgir sintomas como, dificuldade para respirar, falta de ar e sensação de desconforto na garganta, que é uma situação conhecida como choque anafilático, devendo ser imediatamente tratada para evitar mais complicações. Veja como identificar o choque anafilático e saiba o que fazer.

2. Sintomas de reações tardias

As reações da APLV tardias podem surgir depois de horas ou dias após a ingestão ou contato da pele com o leite de vaca, causando os seguintes sinais e sintomas: 

  • Fezes com presença de sangue;
  • Refluxo;
  • Prisão de ventre;
  • Inflamação no esôfago;
  • Anemia;
  • Inflamação no intestino;
  • Inflamação nos pulmões.

Além disso, outros sinais, como a irritabilidade, a diminuição do apetite e a diminuição do crescimento também podem surgir na reação tardia à APLV.

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico da APLV deve ser feito por um clínico geral, ou pediatra, através da avaliação dos sinais e sintomas apresentados após o consumo dos produtos com leite de vaca. O médico também pode solicitar alguns exames, como exame de sangue e teste cutâneo de alergia, um teste que consiste em colocar substâncias que podem causar alergias no braço ou antebraço para verificar sinais de alergia na pele. Entenda como é feito o teste cutâneo de alergias.

Além disso, o médico também pode fazer testes de exclusão, onde se retira da dieta alguns alimentos específicos para verificar se os sinais e sintomas melhoram, até se identificar o alimento que está causando a alergia.

Se houver melhora dos sinais com a retirada do leite de vaca da dieta, o médico pode também fazer o teste de provocação oral, que é uma avaliação onde a criança consome, em um hospital, pequenas quantidades de leite e os sintomas são observados.

É importante lembrar que o diagnóstico da APLV pode levar de 3 dias a 4 semanas, porque depende da gravidade da alergia e da velocidade com que os sintomas surgem e desaparecem.

Como é feito o tratamento

O tratamento da APLV deve ser feito sob o acompanhamento de um médico, onde é recomendado excluir da alimentação o leite de vaca e seus derivados, como sorvete, queijo, manteiga e bolos. No caso das crianças, o pediatra deve indicar fórmulas infantis que não contenham leite de vaca.

O pediatra pode indicar alguns suplementos para evitar a deficiência de vitaminas e minerais, que podem causar doenças como escorbuto, que é a falta de vitamina C, ou beribéri, um tipo de anemia causada por falta de vitamina B1, por exemplo.

O bebê pode ter alergia ao leite da mãe?

Os bebês que são alimentados exclusivamente com leite materno também podem apresentar sintomas de APLV, pois parte da proteína do leite de vaca consumido pela mãe passa para o leite materno, causando alergia no bebê. Nestes casos, a mãe é orientada a excluir os produtos com leite de vaca e derivados da dieta.

Diferença entre intolerância à lactose e APLV

A intolerância à lactose é uma síndrome onde o intestino não produz a lactase, que é a enzima responsável por digerir a lactose, o açúcar presente no leite e derivados, causando sintomas, como excesso de gases, cólicas e diarreia, por exemplo. Conheça os principais sintomas de intolerância à lactose.

Já na APLV, além dos sintomas gastrointestinais, a pessoa também pode apresentar sintomas parecidos com uma alergia, como vermelhidão e coceira na pele, coriza, nariz entupido e, em casos mais graves, pode ter dificuldade para respirar, falta de ar e sensação de desconforto na garganta, uma situação conhecida como choque anafilático.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Manuel Reis - Enfermeiro, em maio de 2022. Revisão médica por Drª. Beatriz Beltrame - Pediatra, em fevereiro de 2016.

Bibliografia

  • SALVADOS, Marlene et al. Alergia a proteínas de leite de vaca em idade pediátrica- abordagem diagnóstica e terapêutica. Revista da Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia . Vol.71. 1.ed; 23-33, 2013
  • CLEVELAND CLINIC. Diseases and conditions: milk allergy. Disponível em: <https://my.clevelandclinic.org/health/diseases/11315-milk-allergy#diagnosis-and-tests>. Acesso em 14 abr 2022
Mostrar bibliografia completa
  • CONITEC. Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas Alergia à Proteína do Leite de Vaca (APLV). 2017. Disponível em: <http://conitec.gov.br/images/Consultas/Relatorios/2017/Relatorio_PCDT_APLV_CP68_2017.pdf>. Acesso em 14 abr 2022
  • NHS. What should I do if I think my baby is allergic or intolerant to cows' milk?. Disponível em: <https://www.nhs.uk/common-health-questions/childrens-health/what-should-i-do-if-i-think-my-baby-is-allergic-or-intolerant-to-cows-milk/>. Acesso em 14 abr 2022
Revisão médica:
Drª. Beatriz Beltrame
Pediatra
Formada pela Faculdade Evangélica de Medicina do Paraná, em 1993 com registro profissional no CRM PR - 14218.

Tuasaude no Youtube

  • O que comer se tem intolerância à lactose

    03:33 | 210217 visualizações