Como cuidar da assadura do bebê

maio 2022

Para cuidar da assadura do bebê, chamada de eritema da fralda, a mãe deve, primeiro, identificar se o bebê está realmente com assadura. Para isso, a mãe deve verificar se a pele do bebê que fica em contato com a fralda como as nádegas, genitais, virilhas, parte superior das coxas ou parte inferior do abdômen está avermelhada, quente ou com bolhinhas.

Além disso, quando a pele do bebê está assada, o bebê fica incomodado e pode chorar, especialmente durante as trocas de fralda, pois a pele nessa zona está mais sensível e dolorida.

Assim, para tratar as assaduras no bebê é indicado passa uma pomada para assadura, evitar usar lenços umedecidos para fazer a higienização e deixar o bebê sem fralda durante alguns minutos todos os dias.

O que fazer para tratar a assadura do bebê

Para tratar a assadura do bebê, devem-se adotar alguns cuidados como:

  • Deixar o bebê sem fralda algum tempo todos os dias, pois assim é possível deixar a pele do bebê respirar um pouco, o que ajuda a tratar a assadura, já queo calor e a umidade são as principais causas de eritema da fralda;
  • Colocar fralda mais folgada no bebê, pois assim é possível evitar que a pele fique em contato constante com a fralda, prevenindo a assadura;
  • Aplicar uma pomada para assadura como Bepantol ou Hipoglós, sempre que se trocar a fralda, pois essas pomadas ajudam a pele a cicatrizar, ajudando a tratar a assadura. Conheça outras pomadas para assadura;
  • Trocar a fralda do bebê com frequência, já que isso evita que a urina e as fezes fiquem retidas durante muito tempo no interior da fralda, o que pode piorar a assadura. É recomendado trocar a fralda antes ou após cada refeição e sempre que o bebê evacuar;
  • Realizar a higiene íntima do bebê com água e gaze ou fralda de algodão, sempre que se trocar a fralda, isso porque os lenços umedecidos que são encontrados nos supermercados podem provocar mais irritação da pele, piorando a assadura.

A assadura, em geral, é passageira, mas quando não tratada pode evoluir para uma infecção bacteriana ou candidíase, que necessitam de tratamento específico, que deve ser feito de acordo com a orientação do pediatra.

Talco caseiro para assadura

O talco caseiro pode ajudar a aliviar os sintomas da assadura, já que ajuda a acalmar a pele devido às propriedades calmantes e anti-inflamatórias da camomila e ao efeito antisséptico do própolis, que ajuda a combater infecções.

Ingredientes

  • 3 colheres de sopa de maisena;
  • 5 gotas de tintura de própolis;
  • 2 gotas de óleo essencial de camomila.

Modo de preparo

Peneirar a maisena em um prato e reservar. Misturar a tintura e o óleo essencial em um vaporizador bem pequeno, com a função de borrifar como um perfume. Em seguida, borrifar a mistura em cima da maisena, com cuidado para não formar grumos e deixar secar. Armazenar em um pote de talco e usar sempre no bebê, lembrando de evitar colocar no rosto da criança. Esse talco pode ficar guardado por até 6 meses.

Antes de usar o talco caseiro, é importante que o pediatra seja consultado, pois assim é possível avaliar se algum dos componentes é capaz de causar mais irritação na pele do bebê.

O que pode causar assadura do bebê

As principais causas de assadura no bebê são:

  • Calor e umidade;
  • Contato direto da pele do bebê com urina ou fezes;
  • Alergia a lenços umedecidos;
  • Higienização inadequada.

Além de ser notada vermelhidão e, em alguns casos, descamação da região e presença de pequenas bolinhas, quando a assadura é muito intensa, é possível notar a presença de um pouco de sangue na fralda do bebê, sendo importante que o tratamento seja iniciado para aliviar os sintomas. Conheça as principais causas de assadura no bebê.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Marcela Lemos - Biomédica, em maio de 2022. Revisão médica por Drª. Beatriz Beltrame - Pediatra, em fevereiro de 2016.
Revisão médica:
Drª. Beatriz Beltrame
Pediatra
Formada pela Faculdade Evangélica de Medicina do Paraná, em 1993 com registro profissional no CRM PR - 14218.