Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Principais causas de Sangue nas fezes do bebê

A causa mais comum e menos grave de cor avermelhada ou muito escura nas fezes do bebê está relacionadas ao consumo de alimentos como avermelhados como beterraba, tomate e gelatina. O corante destes alimentos pode deixar as fezes com uma coloração avermelhada, mas que não está relacionada à presença de sangue, embora possa confundir os pais.

Em geral, encontrar sangue nas fezes do bebê não é uma situação grave, mas se o bebê estiver com diarreia com sangue ou estiver com febre igual ou superior a 38º C deve-se ligar para o pediatra prontamente, pois pode ser algo mais grave e talvez seja necessário realizar exames.

Principais causas de Sangue nas fezes do bebê

O sangue nas fezes do bebê também pode ser causada por situações como:

1. Prisão de ventre

Mais comum quando o bebê toma mamadeira ou após iniciar a alimentação variada, com poucas fibras, frutas e água. As fezes podem ficar separadas em forma de bolinhas e muito dores, provocando muita dor na hora de evacuar.

  • O que fazer: Oferecer mais água para o bebê e se ele já tiver começado a alimentação diversificada, oferecer mais alimentos ricos em fibras como uvas e mamão, por exemplo. Uma boa dica é dar uma fruta ao final de cada refeição, inclusive no café da manhã e nos lanches. Confira aqui 4 Laxantes caseiros para bebês e crianças que também podem ser uma boa ajuda. 

2. Fissura anal

Pode ocorrer em consequência da prisão de ventre, e acontece quando surgem pequenas fissuras no ânus, que sangram quando o bebê faz cocô. 

  • O que fazer: O segredo está em tornar as fezes mais macias porque assim ao passar pelo ânus elas não causam feridas. Oferecer água, suco de fruta natural e alimentos que soltam o intestino é uma boa estratégia. Nos casos mais graves, quando o bebê fica mais de 5 dias sem evacuar, pode-se introduzir um laxante infantil, composto de glicerina para esvaziar o intestino. 

3. Alergia alimentar

Por vezes os bebês que são amamentados podem ter uma reação alérgica a certos alimentos que a mãe ingere, como leite de vaca e seus derivados ou soja. Nesse caso as fezes podem apresentar-se com gomos ou tirinhas de sangue, deixando o cocô do bebê mais escuro e com cheiro mais intenso.

4. Assadura

A pele do bebê fica muito sensível e a assadura também pode sangrar, aparentando que as fezes do bebê tenham sangue, mas neste caso o sangue será vermelho vivo e fácil de ser identificado, especialmente ao limpar o bebê.

  • O que fazer: Evitar limpar o bebê com lenços umedecidos, preferindo limpar com um pedaço de algodão molhado na água morna. Usar pomada na troca da fralda é indicado especialmente quando a pele estiver ferida, mas também pode ser usada como forma de proteção, porque cria uma barreira que impede o contato direto das fezes com a pele do bebê. No entanto não é preciso colocar uma grande quantidade de pomada para que a sensação não seja estranha. Basta que a área fique ligeiramente esbranquiçada. Veja alguns exemplos de pomadas para assadura

5. Rachadura nos mamilos da mãe 

Por vezes o bebê amamentado pode engolir um pouquinho de sangue se os mamilos da mãe estiverem feridos. Essas pequenas rachaduras apesar de sempre causarem dor e desconforto nem sempre são grandes, e apesar de não mostrarem uma grande quantidade de sangue, pode ser suficiente para causa alterações nas fezes do bebê. Nesse caso as fezes ficam mais escuras e com mau cheiro.

6. Diarreia com sangue

Em caso de diarreia prolongada, que dura mais de 2 dias, podem surgir pequenas irritações, fissuras ou, até mesmo, sangue nas fezes do bebê, e em caso de diarreia com sangue no bebê uma das possíveis causas pode ser a infecção por Salmonella

  • O que fazer: Deve-se seguir as indicações do pediatra para cessar a diarreia, evitando oferecer alimentos que prendem o intestino antes do 3º dia de diarreia, porque se ela estiver sendo causada por vírus ou bactérias, é bom que a diarreia surja para eliminar esses microorganismos do intestino. Mas é importante evitar a desidratação que é muito perigosa para os bebês, e por isso sempre depois de um episódio de diarreia deve-se oferecer 1 copo de água, suco ou leite para manter o bebê devidamente hidratado. 

7. Mini menstruação 

Meninas recém-nascidas podem apresentar sangue na fralda, mas esta não está relacionada às fezes, mas às alterações hormonais que ocorrem em seu corpinho, gerando uma mini menstruação, que passa em poucos dias. Isto é mais frequente nos primeiros dias ou no máximo nas 2 primeiras semanas. A quantidade de sangue na fralda é muito pouca, e certas áreas podem ficar somente rosadas. 

  • O que fazer: Deve-se mostrar ao pediatra para que ele verifique se realmente é essa 'mini menstruação' ou se é algum outro fator que necessite de tratamento. Se for mesmo essa falsa menstruação não é preciso nenhum tratamento específico, e ela dura apenas 1 ou 2 dias, não estando em grande quantidade, nem em todas as mudas de fraldas. 

Também existem outras causas de sangue nas fezes do bebê e por isso deve-se sempre informar o pediatra de que isto está acontecendo, para ele possa verificar se há necessidade de fazer algum exame para descobrir a causa e qual o tratamento será necessário. Somente quem faz o diagnóstico do que está causando a presença de sangue ou muco nas fezes do bebê é o médico. 

Sinais de alerta para ir imediatamente ao médico

Se apesar parecer haver sangue nas fezes ou na urina do bebê ele parecer esperto e saudável, pode-se marcar uma consulta com o pediatra para o informar do que está acontecendo. Mas é recomendado buscar ajuda médica o quanto antes se o bebê apresentar sangue na fralda e tiver com:

  • Muito choro, pode indicar cólica ou dor abdominal;
  • Sem apetite, recusando mamadas ou comida;
  • Se parecer prostrado, molinho e não quiser interagir, com uma aparência apática;
  • Se tiver vômito, febre ou diarreia.

Nesse caso o pediatra deverá observar o bebê para identificar o que está causando estes sintomas e indicar o tratamento mais adequado. 

Mais sobre este assunto:


Carregando
...