Remédios para compulsão alimentar (de farmácia e caseiros)

Revisão clínica: Flávia Costa
Farmacêutica
setembro 2022

Os remédios para compulsão alimentar, como a lisdexanfetamina, a sibutramina ou a fluoxetina, podem ser indicados pelo psiquiatra ou médico especializado no tratamento de distúrbios alimentares, para o tratamento do transtorno compulsivo alimentar, pois agem diminuindo o apetite e a ingestão de alimentos, o que reduz o número de episódios de compulsão por alimentos. 

Esses remédios geralmente são indicados nos casos de compulsão alimentar moderada à grave, como forma a complementar o tratamento feito com psicoterapia e acompanhamento com o nutricionista, ou quando existe alguma condição de saúde associada, como ansiedade ou depressão, por exemplo.

Os remédios para compulsão alimentar devem ser utilizados somente com indicação médica, com doses individualizadas, pelo tempo de tratamento recomendado pelo médico, sendo importante manter as sessões de psicoterapia, assim como manter um plano regular de exercício físico e uma dieta equilibrada. Saiba como é feito o tratamento da compulsão alimentar

Remédios de farmácia

Os remédios de farmácia que podem ser indicados pelo médico para o tratamento da compulsão alimentar são:

1. Lisdexanfetamina

A lisdexanfetamina, ou dimesilato de lisdexanfetamina, é o único remédio oficialmente aprovado pela ANVISA para o tratamento do transtorno compulsivo alimentar, indicado para adultos, pois age diretamente no cérebro ajudando a reduzir o apetite e o número de episódios de compulsão por alimentos.

Esse remédio deve ser utilizado somente com indicação médica, pois pode causar efeitos colaterais graves como agitação, alucinações, paranóia, rigidez ou espasmos muscular, falta de coordenação motora ou batimentos cardíacos acelerados, e é contra-indicado para grávidas, lactentes ou para pessoas com problemas cardíacos, hipertireoidismo ou glaucoma, por exemplo.

A lisdexanfetamina pode ser comprada com receita médica em farmácias ou drogarias, como os nomes comerciais Venvanse ou Juneve, e deve ser usada com orientação médica, com doses e pelo tempo de tratamento de forma individualizada. Saiba como tomar a lisdexanfetamina corretamente

2. Sibutramina

A sibutramina é um remédio normalmente indicado para a perda de peso e tratamento da obesidade. No entanto, pode ser indicado pelo médico para a compulsão alimentar, pois aumenta rapidamente a sensação de saciedade, fazendo com que a pessoa ingira menos alimentos, ajudando a reduzir a compulsão. 

Esse remédio pode aumentar o risco de problemas cardiovasculares em pessoas que têm risco para desenvolvê-las, por isso, seu uso deve ser feito somente com indicação e acompanhamento médico. Veja os cuidados que se deve ter ao tomar sibutramina.  

A sibutramina é vendida somente com prescrição médica e retenção da receita pela farmácia. 

3. Antidepressivos

Os antidepressivos normalmente são indicados para tratar a depressão, ansiedade ou outros transtornos psicológicos, no entanto, podem ser indicados pelo médico pois podem ajudar a reduzir a compulsão alimentar, além de tratar transtornos psicológico associados à compulsão alimentar. 

Os principais antidepressivos que podem ser indicados pelo médico são os inibidores da recaptação seletiva da serotonina (ISRS), como a fluoxetina ou a sertralina, pois agem no cérebro melhorando o humor, diminuindo o desejo de comer doces e promovendo a saciedade, o que pode ajudar a diminuir a compulsão por alimentos.

Os antidepressivos podem causar efeitos colaterais como diarreia, náusea, fadiga, dor de cabeça e insônia, sonolência, tontura, boca seca ou distúrbios da ejaculação, por exemplo, e devem ser usados somente com indicação médica.

4. Anticonvulsivantes

Os anticonvulsivantes são remédios normalmente indicados para o tratamento de epilepsia ou convulsões, mas que também pode ser indicado pelo médico para ajudar a reduzir a compulsão alimentar, pois podem diminuir o excesso de apetite.

O principal anticonvulsivante que pode ser indicado pelo médico para a compulsão alimentar é o topiramato que age diretamente no cérebro estabilizando o humor e diminuindo a excitação das células nervosas.

O topiramato deve ser usado com indicação médica e é contraindicado para mulheres grávidas ou com suspeita de gravidez, ou por pessoas que tenham alergia ao aos componentes da fórmula.

Remédios caseiros para compulsão alimentar

Antes de utilizar os remédios para controlar a compulsão alimentar, podem ser testadas algumas opções caseiras naturais que ajudam a reduzir o apetite, como:

  • Sementes de chia: adicionar 25 g de chia a todas as refeições;
  • Açafrão: tomar 90 mg de açafrão em cápsulas, 2 vezes por dia;
  • Psyllium husk: ingerir 20 g cerca de 3 horas antes do almoço e do jantar, assim como imediatamente depois;
  • Caralluma fimbriata: tomar 1 g em cápsulas, 1 vez por dia.

Estas opções de remédios naturais podem demorar até 1 ou 2 meses de uso contínuo até apresentar os efeitos desejado, no entanto, normalmente não apresentam efeitos colaterais e, por isso, podem ser uma boa alternativa aos remédios de farmácia. 

Confira ainda algumas receitas caseiras que também podem ajudar a diminuir o apetite.

Assista também ao vídeo seguinte e saiba o que fazer se a fome atacar também durante a noite:

Esta informação foi útil?

Atualizado e revisto clinicamente por Flávia Costa - Farmacêutica, em setembro de 2022.

Bibliografia

  • REAS, D.; GRILO, C. M. Review and meta-analysis of pharmacotherapy for binge-eating disorder. Obesity (Silver Spring). 16. 9; 2024-38, 2008
  • TAKEDA PHARMA LTDA. Venvanse (lisdexanfetamina). Disponível em: <https://www.takeda.com.cn/4a4333/siteassets/pt-br/home/what-we-do/produtos/venvanse_bula_profissional.pdf>. Acesso em 08 set 2022
Mostrar bibliografia completa
  • McELROY, S. L.; et al. Efficacy and safety of lisdexamfetamine for treatment of adults with moderate to severe binge-eating disorder: a randomized clinical trial. JAMA Psychiatry. 72. 3; 235-46, 2015
  • BROWNLEY, K. A.; et al. Binge-Eating Disorder in Adults. Ann Intern Med. 165. 6; 409–420, 2016
  • HUDSON, J. I.; et al. Efficacy of Lisdexamfetamine in Adults With Moderate to Severe Binge-Eating Disorder: A Randomized Clinical Trial. JAMA Psychiatry. 74. 9; 903-910, 2017
  • MURATORE, A. F.; ATTIA, E. Psychopharmacologic Management of Eating Disorders. Curr Psychiatry Rep. 24. 7; 345-351, 2022
  • HEO, Y. A.; DUGGAN, S. T. Lisdexamfetamine: A Review in Binge Eating Disorder. CNS Drugs. 31. 11; 1015-1022, 2017
Revisão clínica:
Flávia Costa
Farmacêutica
Formada em Farmácia pelo Centro Universitário Newton Paiva em 2003. Mestre em Ciências Biomédicas pela UBI, Portugal.

Tuasaude no Youtube

  • 5 INIBIDORES DE APETITE PARA EMAGRECER

    10:15 | 113933 visualizações
  • PARA BELISCAR SEM ENGORDAR

    04:54 | 36005 visualizações
  • O que comer antes de dormir para não engordar

    04:15 | 102015 visualizações
  • 4 SUPLEMENTOS INFALÍVEIS PARA DIMINUIR A FOME

    03:46 | 644974 visualizações
  • LANCHES SAUDÁVEIS | Para Levar Para Escola

    05:14 | 443738 visualizações