Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Topiramato: para que serve e efeitos colaterais

O topiramato é um remédio anticonvulsivante conhecido comercialmente por Topamax, que atua no sistema nervoso central, na estabilização do humor, e como protetor do cérebro. Este medicamento está indicado para o tratamento da epilepsia em adultos e crianças, para o tratamento das crises associadas à Síndrome de Lennox-Gastaut e para o tratamento profilático da enxaqueca. 

O topiramato pode ser comprado em farmácias, por um preço de cerca de 60 a 300 reais, dependendo da dose, dimensão da embalagem e marca do medicamento, havendo também a possibilidade de se optar pelo genérico.

Topiramato: para que serve e efeitos colaterais

Como usar

O tratamento deve ser iniciado com uma dose baixa, que deve ser aumentada gradativamente, até se atingir a dose adequada.

1. Tratamento adjuvante da epilepsia

A dose mínima eficaz é de 200 mg ao dia, podendo-se até 1600 mg ao dia, que é considerada a dose máxima. O tratamento deve ser iniciado com 25 a 50 mg, administrados à noite, durante uma semana. Depois, a intervalos de 1 ou 2 semanas, a dose deve ser aumentada de 25 a 50 mg/dia e dividida em duas tomadas. 

Para crianças com idade superior a 2 anos, a dose diária recomendada é de 5 a 9 mg/kg por dia, dividida em duas administrações.

2. Tratamento em monoterapia da epilepsia

Quando são retirados outros medicamentos antiepiléticos do plano terapêutico, a fim de manter o tratamento com topiramato em monoterapia, deve-se considerar os efeitos que pode ter sobre o controle das crises, aconselhando-se, se possível, uma descontinuação gradual do tratamento anterior.

Em crianças acima de 2 anos de idade, a dose inicial varia de 0,5 a 1 mg/kg por dia, à noite, durante uma semana. Depois, a dose deve ser aumentada em 0,5 a 1 mg/kg por dia, em intervalos de 1 a 2 semanas, dividida em duas administrações.

3. Profilaxia da enxaqueca

O tratamento deve ser iniciado com 25 mg, à noite, durante uma semana. Esta dose deve ser aumentada em 25 mg/dia, uma vez por semana, até ao máximo de 100 mg/dia, divididos em duas administrações.

Quem não deve usar

O topiramato não deve ser usado por pessoas com hipersensibilidade aos componentes da fórmula, em mulheres grávidas ou mulheres que suspeitem que estão grávidas.

Possíveis efeitos colaterais

Alguns dos efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer durante o tratamento com topiramato são sonolência, tontura, fadiga, irritabilidade, perda de peso, pensamento lento, formigamento, visão dupla, coordenação anormal, náusea, nistagmo, letargia, anorexia, dificuldade para falar, visão turva, diminuição do apetite, comprometimento de memória e diarreia. 

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem