Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Sibutramina: para que serve, como tomar e efeitos colaterais

A sibutramina é um medicamento usado para tratar a obesidade pois aumenta rapidamente a sensação de saciedade, evitando que se ingira alimentos em excesso e, assim, facilita a perda de peso. Além disso, este remédio também aumenta a termogênese, o que também contribui para a perda de peso.

A sibutramina é usada na forma de cápsulas e pode ser comprado nas farmácias convencionais em forma de genérico ou com o nome comercial de Reductil, Biomag, Nolipo, Plenty ou Sibus, por exemplo, mediante apresentação de receita médica.

Este medicamento tem um valor que pode variar entre 25 e os 60 reais, dependendo do nome comercial e da quantidade de cápsulas, por exemplo. Entenda quais os riscos do uso de sibutramina para emagrecer.

Sibutramina: para que serve, como tomar e efeitos colaterais

Para que serve

A sibutramina está indicada para o tratamento de pessoas com obesidade em casos de IMC superior a 30 mg/m², que estão fazendo acompanhamento com um nutricionista ou um endocrinologista, por exemplo.

Este remédio atua aumentando rapidamente a sensação de saciedade, fazendo com que a pessoa ingira menos alimentos, e aumentando a termogênese, o que também contribui para diminuir o peso.

Como tomar

A dose inicial recomendada é de 1 cápsula de 10 mg por dia, administrada por via oral, pela manhã, com ou sem alimentos. Caso a pessoa não perca pelo menos 2 kg nas primeiras 4 semanas de tratamento, pode ser necessário aumentar a dose para 15 mg.

O tratamento deve ser descontinuado em pessoas que não respondam à terapia de perda de peso após 4 semanas com dose diária de 15 mg. A duração do tratamento não deve exceder 2 anos.

Principais efeitos colaterais

O uso de Sibutramina pode causar:

  • Dor de cabeça; 
  • Prisão de ventre;
  • Diarreia;
  • Secura da boca;
  • Ansiedade;
  • Alterações no paladar;
  • Aumento da pressão arterial;
  • Insônia;
  • Náuseas e tonturas;
  • Aumento do suor;
  • Ondas de calor;
  • Piora das hemorroidas;
  • Delírio;
  • Tonturas;
  • Alterações de sensibilidade;
  • Palpitações e aumento do batimento cardíaco.

Geralmente, estes efeitos são mais frequentes nas primeiras quatro semanas, sendo que a gravidade e frequência diminuem com o passar do tempo.

Quem não deve tomar

A Sibutramina está contra-indicada em pessoas com história de diabetes mellitus tipo 2 com pelo menos um outro fator de risco, como hipertensão ou colesterol, pessoas com doenças cardíacas, distúrbios alimentares como anorexia nervosa ou bulimia, em grávidas, durante a amamentação e quando se usa outros medicamentos como descongestionantes nasais, antidepressivos, antitussígenos ou supressores do apetite.

Além disso, antes de usar este medicamento deve-se informar o médico ou nutricionista acerca de problemas como pressão alta, doenças cardíacas, epilepsia ou glaucoma.

A sibutramina não deve ser tomada quando o IMC corporal é inferior a 30 kg/m², e também é contraindicada para crianças, adolescentes, idosos com mais de 65 anos, e também não deve ser usado por grávidas, mulheres que estão tentando engravidar e durante a amamentação. 

Veja outros Inibidores do apetite que têm um efeito semelhante e ajudam a perder peso.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar