9 remédios caseiros para frieira

Atualizado em fevereiro 2024
Evidência científica

A melhor forma de preparar um remédio caseiro para frieira é utilizar óleos essenciais, pois várias plantas, especialmente as aromáticas como alecrim e tomilho, possuem óleos com forte ação antisséptica, capaz de eliminar vários tipos de microrganismos, incluindo fungos, que são os causadores da frieira nos dedos do pé.

Outra opção é utilizar uma infusão concentrada da planta, no entanto, como acaba sendo uma versão mais diluída que o uso do óleo essencial, o tratamento pode ser mais demorado. Ainda assim, é uma excelente forma de completar o tratamento médico, já que pode servir para lavar a região afetada antes de aplicar o remédio indicado pelo médico.

Durante o tratamento é ainda importante evitar criar um ambiente úmido e quente no local afetado, pois isso estimula o desenvolvimento de fungos. O ideal é sempre manter sempre o local bem seco e arejado. Veja outros cuidados importantes para tratar a frieira.

Imagem ilustrativa número 1

9 remédios caseiros para frieira

Algumas opções de remédios caseiros para frieira são:

1. Óleo essencial de alecrim

O óleo essencial de alecrim é muito rico em timol, um componente com forte ação antisséptica, capaz de eliminar fungos e bactérias, sendo uma boa opção de remédio caseiro para frieira.

Ingredientes

  • 5 a 10 gotas de óleo essencial de alecrim;
  • 1 colher (de chá) de outro óleo vegetal como oliva, coco, abacate ou amêndoa.

Modo de preparo

Misturar os ingredientes em um recipiente limpo e seco. Depois colocar um pouco da mistura em um algodão e aplicar na região afetada pela frieira. Repetir 2 a 3 vezes por dia.

Além do óleo essencial, outra forma de usar o alecrim é na forma de tintura que pode ser preparada colocando 10 g de folhas secas ou 20 g de folhas frescas de alecrim em um frasco com 30 ml de álcool de cereais e 70 ml de água. 

Tampar bem o frasco e colocar num local escuro e seco por 8 a 15 dias, mexendo o frasco diariamente. Ao fim desse tempo, aplicar 2 ou 3 gotas no local afetado. A tintura tem uma validade aproximada de 1 ano, desde que conservada num local escuro e seco.

Receba um tratamento mais completo!

Obtenha orientação especializada sobre o que tomar para se recuperar mais rápido.

Marcar consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.

2. Infusão concentrada de alecrim

A infusão concentrada de alecrim também é uma boa opção de remédio caseiro para frieira, podendo ser usada para lavar o local afetado pela frieira.

Ingredientes

  • 2 a 3 colheres (de sopa) de folhas de alecrim;
  • Meia xícara de água.

Modo de preparo

Ferver a água e em seguida adicioná-la na xícara com as folhas de alecrim. Deixar repousar por 5 a 10 minutos. Em seguida coar, deixar esfriar e utilizar a mistura para lavar o local afetado.

3. Óleo essencial de capim-limão

O óleo essencial de capim-limão é composto por mais de 80 substâncias, como citronelol, citronelal, limoneno e geraniol, com forte efeito antifúngico, o que significa que são capazes de eliminar fungos e evitar o seu desenvolvimento.

Ingredientes

  • 5 a 10 gotas de óleo essencial de capim-limão;
  • 1 colher (de chá) de outro óleo vegetal como oliva, coco, abacate ou amêndoa. 

Modo de preparo

Em um recipiente limpo e seco, misturar os ingredientes. Depois colocar um pouco da mistura em um algodão e aplicar na região afetada pela frieira. Repetir 2 a 3 vezes por dia.

4. Infusão concentrada de capim limão

A infusão concentrada de capim limão é outra boa opção de remédio caseiro para frieira.

Ingredientes

  • 2 a 3 colheres (de sopa) de folhas de capim-limão em pedaços;
  • Meia xícara de água.

Modo de preparo

Adicionar as folhas de capim-limão na xícara com água fervente e deixar repousar por 5 a 10 minutos. Depois coar, deixar esfriar e lavar o local afetado com a mistura.

5. Óleo essencial de melaleuca (tea tree)

O óleo essencial de melaleuca tem uma composição rica em monoterpenos, como terpineol, cineol, pineno e limoneno, que são substâncias com forte ação antifúngica capazes de causar danos nas membranas dos fungos e eliminá-los.

Ingredientes

  • 5 a 10 gotas do óleo essencial de melaleuca;
  • 1 colher (de chá) de outro óleo vegetal, como amêndoas, coco, abacate ou oliva.

Modo de preparo

Misturar o óleo essencial de melaleuca no óleo vegetal. Depois, aplicar na região afetada 2 a 3 vezes por dia.

6. Óleo essencial de tomilho

O tomilho é outra planta aromática que tem excelentes propriedades antifúngicas devido ao seu óleo essencial, rico em compostos como timol, carvacrol, pineno e terpineno.

Ingredientes

  • 5 a 10 gotas de óleo essencial de tomilho;
  • 1 colher (de chá) de outro óleo vegetal como oliva, coco, abacate ou amêndoa.

Modo de preparo

Misturar todos os ingredientes em um recipiente limpo e seco. Depois aplicar a mistura na região afetada com um algodão. Repetir 2 a 3 vezes por dia.

7. Infusão concentrada de tomilho

A infusão concentrada de tomilho também pode ser usado como remédio caseiro para frieira, devido suas propriedades antifúngicas.

Ingredientes

  • 2 a 3 colheres (de sopa) de folhas de tomilho;
  • Meia xícara de água

Modo de preparo

Ferver a água, desligar o fogo e adicionar a água na xícara contendo as folhas de tomilho. Deixar repousar por 5 a 10 minutos. Em seguida, coar, deixar esfriar e utilizar a mistura para lavar o local afetado.

Outra opção para aproveitar os benefícios do tomilho é preparar sua tintura, colocando 10 g de folhas secas ou 20 g de folhas frescas de tomilho em um frasco com 100 ml de álcool de cereais. 

Tampar bem o frasco e colocar num local escuro e seco por 8 a 15 dias, mexendo o frasco diariamente. Ao fim desse tempo, aplicar 2 ou 3 gotas no local afetado. A tintura tem uma validade aproximada de 1 ano, desde que conservada num local escuro e seco.

8. Óleo essencial de hortelã-pimenta

O óleo essencial de hortelã-pimenta tem potente ação antisséptica, sendo capaz de eliminar bactérias e vários tipos de fungos, entre os quais os fungos responsáveis por micoses da pele, como a frieira.

Ingredientes

  • 5 a 10 gotas de óleo essencial de hortelã-pimenta;
  • 1 colher (de chá) de outro óleo vegetal como oliva, coco, abacate ou amêndoa.

Modo de preparo

Misturar as gotas do óleo essencial de hortelã-pimenta com o óleo vegetal, em um recipiente limpo e seco. Depois aplicar a mistura na região afetada, repetindo 2 a 3 vezes por dia.

9. Infusão concentrada de hortelã-pimenta

A infusão concentrada de hortelã-pimenta é outra boa opção caseira para combater a frieira, devido às suas propriedades antissépticas.

Ingredientes

  • 2 a 3 colheres (de sopa) de folhas de hortelã-pimenta;
  • Meia xícara de água.

Modo de preparo

Colocar a água para ferver e em seguida desligar o fogo. Adicionar a água fervente na xícara com as folhas de hortelã-pimenta e deixar repousar por 5 a 10 minutos. Depois coar, deixar esfriar e lavar o local afetado com a mistura.

Cuidados ao usar óleos essenciais

Embora tragam vários benefícios para a saúde, os óleos essenciais devem ser utilizados com precaução e, idealmente, sob supervisão de um profissional de saúde acostumado com o uso de plantas medicinais e óleos essenciais.

Durante o tratamento tópico com óleos essenciais é importante ter alguns cuidados, como:

  • Fazer um teste de tolerância, aplicando a mistura num pequeno local da pele para verificar a reação em 24 horas: algumas pessoas possuem sensibilidade aumentada aos óleos essenciais, podendo causar irritação da pele;
  • Diluir sempre o óleo essencial com um óleo vegetal: o uso direto do óleo essencial na pele aumenta o risco de irritação cutânea;
  • Evitar expor o local tratado ao sol: por serem óleos, os óleos essenciais podem aumentar o efeito dos raios solares sobre a pele, aumentando o risco de queimadura.

O uso de óleos essenciais também não deve substituir o tratamento médico, devendo apenas um complemento do tratamento. É também importante informar o médico que se está fazendo uso de óleos essenciais, para avaliar a possibilidade de interação entre o óleo essencial e o medicamento prescrito.