Odor nas axilas: 9 opções de tratamento caseiro

julho 2022

Alguns tratamentos caseiros, como o chá de extrato de hamamélis ou chá verde, podem ajudar a acabar com o odor nas axilas, pois possuem propriedades antimicrobianas, que ajudam a eliminar bactérias ou fungos, que se multiplicam quando existe suor excessivo, restos de pele, sais minerais e água nas axilas, produzindo substâncias que causam o mau cheiro.

O odor nas axilas pode surgir devido a altas temperaturas, sendo comum de ocorrer no verão, pois é normal o corpo transpirar mais nessa época do ano, mas também pode surgir devido a alimentação, como consumo excessivo de alimentos sulfurosos, como alho ou cebola, ou ainda pode ser indicativo de problemas hormonais ou diabetes, por exemplo.

Os tratamentos caseiros para o mau odor nas axilas podem ajudar a aliviar o cheiro do suor, devendo-se também trocar a blusa diariamente, lavar as axilas pelo menos uma vez ao dia e reduzir o consumo de cebola e alho. No caso do mau cheiro não melhorar, deve-se consultar o dermatologista para que seja indicado o tratamento mais adequado. Veja as opções de tratamento para o mau cheiro na axila.

Algumas opções de tratamento caseiro para odor nas axilas são:

1. Chá de extrato de hamamelis

O chá do extrato de hamamélis possui efeito antibacteriano ajudando a eliminar as bactérias da axila, além de ter ação adstringente natural, o que ajuda a contrair os tecidos da pele, reduzindo a produção de suor e combatendo o odor nas axilas.

Ingredientes

  • 1 colher (de chá) de extrato de hamamélis;
  • 1 xícara de água fervente.

Modo de preparo

Adicionar o extrato de hamamelis na xícara de água fervente. Depois de morno, coar, esperar amornar e passar o chá nas axilas com o auxílio de uma gaze ou bola de algodão, de 2 a 3 vezes por dia, especialmente após o banho.

Esse chá não deve ser ingerido, pois pode causar efeitos colaterais como náuseas, vômitos ou problemas no fígado. Além disso, não deve ser usado por crianças, mulheres grávidas ou em amamentação.

2. Óleo essencial de melaleuca

O óleo de melaleuca, ou tea tree, é rico em substâncias com ação antibacteriana, antifúngica e anti-inflamatória, como terpineno e cineol, que ajudam a combater bactérias ou fungos, ajudando a acabar com o mau cheiro nas axilas.

Ingredientes

  • 5 gotas de óleo essencial de melaleuca;
  • 2 colheres (de sopa) de óleo de côco, amêndoa doce ou azeite.

Modo de preparo

Misturar os ingredientes e passar nas axilas, 3 vezes ao dia, por no máximo 6 dias seguidos.

Antes de aplicar o óleo de melaleuca na axila, deve-se verificar se possui alergia a esse óleo e, por isso, é recomendado passar uma gota do óleo de melaleuca na pele do dorso da mão. Caso surjam sintomas de alergia como vermelhidão, coceira, inchaço ou formação de pequenas bolhas na mão, deve-se lavar a pele e não usar o óleo de melaleuca como remédio caseiro para odor nas axilas.

O óleo de melaleuca não deve ser usado por mulheres grávidas.

3. Vinagre de maçã

O vinagre de maçã é uma boa opção de tratamento caseiro para o mau odor nas axilas, pois por ser uma substância ácida, ajuda a eliminar fungos e bactérias que causam o mau cheiro nas axilas.

Ingredientes

Modo de preparo

Misturar os ingredientes e colocar em um frasco de spray. Depois borrifar a mistura nas axilas, massageando com movimentos suaves, e deixando atuar por 15 minutos. Por fim, lavar as axilas, mas evitar usar água muito quente, pois pode ressecar a pele.

4. Pasta de bicarbonato de sódio com limão

A pasta de bicarbonato de sódio e limão também pode ajudar a acabar com o odor forte das axilas, pois tem ação antimicrobiana que ajuda a eliminar as bactérias que causam mau cheiro.

É recomendado aplicar a pasta de bicarbonato de sódio com limão após o banho, de preferência à noite, pois o limão pode causar manchas ou queimaduras na pele quando exposta ao sol.

Ingredientes

  • 1/2 limão;
  • 1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio.

Modo de preparo

Cortar o limão pela metade e colocar o bicarbonato de sódio por cima, fazendo um pouco de pressão para misturar o suco com o bicarbonato. Durante o banho, passar o limão com bicarbonato nas axilas e deixar atuar por cerca de 5 minutos. Em seguida, lavar com água em abundância.

5. Solução de tomilho, salvia e alfazema

A solução de tomilho, salvia e alfazema possui propriedades que ajudam na cicatrização da pele e combater o desenvolvimento de bactérias, além de ter um efeito refrescante, ajudando a aliviar o odor nas axilas.

Ingredientes

  • 2 colheres (de sopa) de tomilho seco;
  • 2 colheres (de sopa) de alfazema seca;
  • 2 colheres de sopa de salvia seca;
  • 1 colher de sopa de casca de limão;
  • 2 colheres de sopa de vinagre de sidra;
  • 250 mL de hamamélis destilada.

Modo de preparo

Para preparar o desodorante, basta misturar o tomilho, a alfazema, a salvia, a casca de limão e a hamamélis e colocar em um recipiente tapado, deixando repousar por cerca de 1 semana. Depois desse tempo, coar, misturar e colocar em um frasco vaporizado. Por fim, adicionar o vinagre e agitar bem a mistura.

Esta solução pode ser usada sempre que necessário e de forma a prevenir o cheiro forte de suor na axila.

6. Chá verde

Alguns estudos mostram que o chá verde, conhecido cientificamente de Camellia sinensis, possui compostos fenólicos na sua composição, como a epigalocatequina, que age impedindo a produção de compostos de enxofre pelas bactérias na axila, que causam o mau odor. Além disso, o chá verde tem ação desinfetante e desodorizante.

Ingredientes

  • 2 sachês de chá verde;
  • 1 xícara de água fervente.

Modo de preparo

Adicionar os sachês de chá verde na xícara com água fervente e deixar repousar por 10 minutos. Esperar amornar, retirar o sachê e pressionar o sachê, um em cada axila, por cerca de 5 minutos. Em seguida enxaguar as axilas.

7. Pasta de araruta e argila branca

Este desodorante é capaz de absorver o excesso de transpiração da pele, ajudando a eliminar as bactérias responsáveis pelo cheiro desagradável. Para preparar um desodorante na forma de pó, vai precisar de:

Ingredientes

  • 50 g de araruta;
  • 2 colheres (de sopa) de argila branca;
  • 7 gotas de óleo essencial de alfazema;
  • 5 gotas de óleo essencial de sálvia;
  • 2 gotas de óleo essencial de patchuli.

Modo de preparo

Misturar a araruta e a argila branca. Depois, adicionar os óleos essenciais, gota a gota, mexendo constantemente. Deixar o pó repousar durante alguns dias, até que os óleos sejam completamente absorvidos.

Esta pasta pode ser facilmente aplicada na axila usando um pincel largo ou esponja de maquiagem, e deve ser usada sempre que necessário.

8. Infusão de cravo-da-Índia

O cravo-da-índia é rico em óleo essencial e em eugenol, que têm ação anti-séptica e antibacteriana ajudando a combater e eliminar as bactérias que causam o mau cheiro nas axilas, além de ser refrescante.

Ingredientes

  • 6 g de cravo-da-índia;
  • 1 litro de água fervente.

Modo de preparo

Colocar o cravo-da-índia na água fervente e deixar repousar durante 15 minutos. Coar a mistura e reservar num frasco com vaporizador. Esta mistura pode ser aplicada nas axilas sempre que necessário, de preferência depois do banho ou depois de lavar as axilas, sendo recomendado aplicar e deixar secar naturalmente.

9. Solução de ervas

Um excelente remédio caseiro para reduzir o cheiro de suor nas axilas é o desodorante natural feito com óleos essenciais de cipreste e alfazema, pois estas plantas possuem propriedades que inibem a proliferação de bactérias responsáveis pelo odor.

Ingredientes

  • 60 mL de hamamélis destilada;
  • 10 gotas de extrato de sementes de toranja;
  • 10 gotas de óleo essencial de cipreste;
  • 10 gotas de óleo essencial de alfazema.

Modo de preparo

Colocar todos os ingredientes em um frasco vaporizador e agitar bem. Essa solução de ervas pode ser aplicada nas axilas sempre que necessário.

Como eliminar o cheiro de suor

Para eliminar completamente o cheiro de suor do corpo e das roupas, deve-se eliminar as bactérias presentes debaixo do braço. Confira as melhores dicas naturais nesse vídeo:

Esta informação foi útil?

Atualizado por Flávia Costa - Farmacêutica, em julho de 2022.

Bibliografia

  • INT J MOL SCI. Anti-Inflammatory and Skin Barrier Repair Effects of Topical Application of Some Plant Oils. 2016. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5796020/>. Acesso em 02 set 2020
  • YAGNIK Darshna et al. Antimicrobial activity of apple cider vinegar against Escherichia coli, Staphylococcus aureus and Candida albicans; downregulating cytokine and microbial protein expression. Scientific Reports . 8. 1; 1-12, 2018
Mostrar bibliografia completa
  • ALVES, Melissa; et al. Unveiling the Antifungal Potential of Two Iberian Thyme Essential Oils: Effect on C. albicans Germ Tube and Preformed Biofilms. Front Pharmacol. 2019; 10: 446. 10. 446; 1-11, 2019
  • YU, D. et al.. Antifungal modes of action of tea tree oil and its two characteristic components against Botrytis cinerea. Journal of Applied Microbiology. 1253-1262, 2015
  • DAUQAN Eqbal, ABDULLAH Aminah. Medicinal and Functional Values of Thyme (Thymus vulgaris L.) Herb. Journal of Applied Biology & Biotechnology . 5. 2; 17-22, 2017
  • CHACKO, Sabu M.; et al. Beneficial effects of green tea: a literature review. Chin Med. 6. 5; 1-9, 2010
  • GOPAL, Judy et al. Authenticating apple cider vinegar’s home remedy claims: antibacterial, antifungal, antiviral properties and cytotoxicity aspect. Natural Product Research. Vol.33. 6.ed; 1-5, 2019
  • ABBAS, T. F.; et al. Antibacterial activity and medical properties of Witch Hazel Hamamelis virginiana. Annals of Tropical Medicine and Public Health. 23. 11; 1-9, 2020
Equipe editorial constituída por médicos e profissionais de saúde de diversas áreas como enfermagem, nutrição, fisioterapia, análises clínicas e farmácia.

Tuasaude no Youtube

  • Como tirar o CHEIRO DE SUOR

    02:15 | 569602 visualizações